1 Samuel - Bíblia de Estudo Online

Em 1 Samuel 16 temos o um marco na história da humanidade, não apenas de Israel. Aqui, Davi é ungido para ser rei do povo de Deus, algo que só veio a se confirmar anos mais tarde.

Ao falar com Samuel, Deus pede que ele pare de ter piedade de Saul e se prepare para ir a Belém, uma pequena cidade do interior de Judá, para ungir o novo rei.

O profeta ficou receoso, porque não é permitido ungir um novo rei, estando o atual vivo, isso era algo que podia se configurar como alta traição ao governo de Saul e culminar na execução justificada de Samuel.

Porém, o Senhor lhe deu a estratégia de dizer que estava indo a Belém, para oferecer sacrifícios a Deus, o que não deixa de ser verdade.

Aprendemos com isso, que a obra de Deus exige de nós, muito mais que talento para executar tarefas, mas sabedoria, prudência, sensibilidade – natural e espiritual, entre outras coisas.

Sobretudo, a preciosa direção do Espírito Santo.

Os Filhos de Jessé

Samuel chegou a casa de Jessé, fez as devidas apresentações e os convidou para o sacrifício que estava prestes a oferecer, mas antes ele pediu para conhecer cada um de seus filhos.

Quando viu Eliabe, Samuel imediatamente pensou que ele era o escolhido de Deus, porque toda a sua aparência, era a de um rei. Pela experiência, Samuel devia saber que um rei não pode ser escolhido pelo que parece, esse critério foi utilizado com Saul e deu errado.

De toda forma, ao ver a atitude de seu servo, o Senhor o repreendeu para que não atentasse para a aparência, mas para o coração deles.

Em seguida vieram Abinadabe e Samá, mas a nenhum deles o Senhor havia escolhido. Intrigado com o fato, Samuel pergunta se há mais algum, foi quando Jessé revelou que ainda tinha o “menor”, ele estava cuidando das ovelhas no campo.

Ouvindo as palavras de Jessé, Samuel ordenou que ele fosse chamado, e que ninguém se serviria para comer, até que o rapaz chegasse.

Samuel Unge Davi

Chegando Davi, Samuel percebeu que ele tinha um semblante que inspirava beleza, satisfação de viver e paz, significando que ele tinha um coração alegre (Provérbios 15:3). Além disso, sua presença era agradável ao ambiente.

Samuel pode ouvir a voz do Senhor lhe dizendo: “Levanta-te e unge-o, porque este mesmo é”. Depois que foi ungido, o Espírito de Deus encheu Davi, daquele dia em diante, o Senhor faria grandes coisas em sua vida.

Não importa o lugar onde estamos, ou a circunstância que nos cerca. O Senhor está atento a nossa vida. Ninguém via, ou considerava Davi, nem seu pai acreditou que podia ser ele o ungido do Senhor, mas foi.

Se as pessoas ao seu redor não o valorizam, acham que você não será nada, não se preocupe. Agrade a Deus, faça Sua vontade e se prepare para a aventura.

Saul é Atormentado

Enquanto o Espírito de Deus se apoderava de Davi, Ele se retirava de Saul, e em seu lugar um espírito maligno foi enviado para atormentá-lo.

A decadência espiritual de Saul é notória, em sua vida temos um vislumbre do que significa desobedecer a Deus e suas consequências.

No meio de seus conflitos espirituais, ele ordenou que fosse chamado um harpista, para acalmá-lo, quando o espírito maligno se apossasse dele.

Um dos servos de Saul indicou a Davi, e ele foi trazido a presença do rei. Quando ficava possesso, Davi tocava a harpa e o entendimento de Saul voltava.

Percebemos o início do agir de Deus na vida do Seu ungido. Até pouco tempo ninguém o conhecia, mas agora, já está diante do rei.

Que Deus glorioso, Ele é sem dúvidas, o Senhor de toda a história.

 

Continue lendo: A História Completa de Davi – De Pastor a rei de Israel

Esboço de 1 Samuel 16:

16.1 – 5: Deus envia Samuel a Belém

16.6 – 13: Davi, o escolhido de Deus

16.14 – 23: Davi passa a servir a Saul

1 Samuel 16.1 – 5: Deus envia Samuel a Belém

1 O Senhor disse a Samuel: “Até quando você irá se entristecer por causa de Saul? Eu o rejeitei como rei de Israel. Encha um chifre com óleo e vá a Belém; eu o enviarei a Jessé. Escolhi um de seus filhos para fazê-lo rei”.

2 Samuel, porém, disse: “Como poderei ir? Saul saberá disto e me matará”. O Senhor disse: “Leve um novilho com você e diga que foi sacrificar ao Senhor.

3 Convide Jessé para o sacrifício, e eu lhe mostrarei o que fazer. Você irá ungir para mim aquele que eu indicar.

4 Samuel fez o que o Senhor disse. Quando chegou a Belém, as autoridades da cidade foram encontrar-se com ele, tremendo de medo, e perguntaram: “Vens em paz?”

5 Respondeu Samuel: “Sim, venho em paz; vim sacrificar ao Senhor. Consagrem-se e venham ao sacrifício comigo”. Então ele consagrou Jessé e os filhos dele e os convidou para o sacrifício.

1 Samuel 16.6 – 13: Davi, o escolhido de Deus

6 Quando chegaram, Samuel viu Eliabe e pensou: “Com certeza é este que o Senhor quer ungir”.

7 O Senhor, contudo, disse a Samuel: “Não considere sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração”.

8 Então Jessé chamou Abinadabe e o levou a Samuel. Ele, porém, disse: “O Senhor também não escolheu este”.

9 Em seguida Jessé levou Samá a Samuel, mas este disse: “Também não foi este que o Senhor escolheu”.

10 Jessé levou a Samuel sete de seus filhos, mas Samuel lhe disse: “O Senhor não escolheu nenhum destes”.

11 Então perguntou a Jessé: “Estes são todos os filhos que você tem?” Jessé respondeu: “Ainda tenho o caçula, mas ele está cuidando das ovelhas”. Samuel disse: “Traga-o aqui; não nos sentaremos para comer enquanto ele não chegar”.

12 Jessé mandou chamá-lo e ele veio. Ele era ruivo, de belos olhos e boa aparência. Então o Senhor disse a Samuel: “É este! Levante-se e unja-o”.

13 Samuel apanhou o chifre cheio de óleo e o ungiu na presença de seus irmãos, e, a partir daquele dia, o Espírito do Senhor apoderou-se de Davi. E Samuel voltou para Ramá.

1 Samuel 16.14 – 23: Davi passa a servir a Saul

14 O Espírito do Senhor se retirou de Saul, e um espírito maligno, vindo da parte do Senhor, o atormentava.

15 Os oficiais de Saul lhe disseram: Há um espírito maligno, mandado por Deus, te atormentando.

16 Que o nosso soberano mande estes seus servos procurar um homem que saiba tocar harpa. Quando o espírito maligno, vindo da parte de Deus, se apoderar de ti, o homem tocará harpa e tu te sentirás melhor.

17 E Saul respondeu aos que o serviam: “Encontrem alguém que toque bem e tragam-no até aqui”.

18 Um dos oficiais respondeu: “Conheço um filho de Jessé, de Belém, que sabe tocar harpa. É um guerreiro valente, sabe falar bem, tem boa aparência e o Senhor está com ele”.

19 Então Saul mandou mensageiros a Jessé com a seguinte mensagem: “Envie-me seu filho Davi, que cuida das ovelhas”.

20 Jessé apanhou um jumento e o carregou de pães, uma vasilha de couro cheia de vinho e um cabrito e os enviou a Saul por meio de Davi, seu filho.

21 Davi apresentou-se a Saul e passou a trabalhar para ele. Saul gostou muito dele, e Davi tornou-se seu escudeiro.

22 Então Saul enviou a seguinte mensagem a Jessé: “Deixe que Davi continue trabalhando para mim, pois estou satisfeito com ele”.

23 Sempre que o espírito mandado por Deus se apoderava de Saul, Davi apanhava sua harpa e tocava. Então Saul sentia alívio e melhorava, e o espírito maligno o deixava.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here