1 Samuel - Bíblia de Estudo Online

Em 1 Samuel 24 Saul alcançou Davi em En-Gedi e quase o pegou. O SENHOR tinha outros planos, no entanto, e a vida de Saul estava nas mãos de Davi quando o rei foi se “aliviar” (v. 3) na mesma caverna onde Davi estava escondido.

Dentro da caverna, sem que Saul percebesse, Davi cortou um pedaço do manto do rei como prova de sua oportunidade de matá-lo. Mas mesmo este ato deixou Davi entristecido, mesmo não pensando em ferir Saul fisicamente (vv. 5-7).

Davi não feriria o rei, pois ele considerava Saul como o ungido do Senhor (vs. 6, 10; cf. 26:9, 11, 23). No entanto, como Davi disse, o rei não tinha motivos para persegui-lo (24: 14-15).

Em arrependimento, Saul reconheceu a justiça de Davi (vv. 17-19) e o fato de que ele seria realmente rei (v. 20). (1)

Esboço de 1 Samuel 24:

24.1 – 8: Davi poupa Saul

24.9 – 15: Davi conversa com Saul

24.16 – 22: Saul reconhece sua infidelidade

1 Samuel 24.1 – 8: Davi poupa Saul

1 Saul voltou da luta contra os filisteus e disseram-lhe que Davi estava no deserto de En-Gedi.

2 Então Saul tomou três mil de seus melhores soldados de todo o Israel e partiu à procura de Davi e seus homens, perto dos rochedos dos Bodes Selvagens.

3 Ele foi aos currais de ovelhas que ficavam junto ao caminho; havia ali uma caverna, e Saul entrou nela para fazer suas necessidades. Davi e seus soldados estavam bem no fundo da caverna.

4 Eles disseram: “Este é o dia sobre o qual o Senhor lhe falou: “Entregarei nas suas mãos o seu inimigo para que você faça com ele o que quiser””. Então Davi foi com muito cuidado e cortou uma ponta do manto de Saul, sem que este percebesse.

5 Mas Davi sentiu bater-lhe o coração de remorso por ter cortado uma ponta do manto de Saul,

6 e então disse a seus soldados: “Que o Senhor me livre de fazer tal coisa a meu senhor, de erguer a mão contra ele, pois é o ungido do Senhor”.

7 Com essas palavras Davi repreendeu os soldados e não permitiu que atacassem Saul. E este saiu da caverna e seguiu seu caminho.

8 Então Davi saiu da caverna e gritou para Saul: “Ó rei, meu senhor!” Quando Saul olhou para trás, Davi inclinou-se com o rosto em terra,

1 Samuel 24.9 – 15: Davi conversa com Saul

9 e depois disse: Por que o rei dá atenção aos que dizem que eu pretendo fazer-lhe mal?

10 Hoje o rei pode ver com seus próprios olhos como o Senhor o entregou em minhas mãos na caverna. Alguns insistiram que eu o matasse, mas eu o poupei, pois disse: Não erguerei a mão contra meu senhor, pois ele é o ungido do Senhor.

11 Olha, meu pai, olha para este pedaço de teu manto em minha mão! Cortei a ponta de teu manto, mas não te matei. Agora entende e reconhece que não sou culpado de fazer-te mal ou de rebelar-me. Não te fiz mal algum, embora estejas à minha procura para tirar-me a vida.

12 O Senhor julgue entre mim e ti. Vingue ele os males que tens feito contra mim, mas não levantarei a mão contra ti.

13 Como diz o provérbio antigo: “Dos ímpios vêm coisas ímpias”; por isso não levantarei a minha mão contra ti.

14 Contra quem saiu o rei de Israel? A quem está perseguindo? A um cão morto! A uma pulga!

15 O Senhor seja o juiz e nos julgue. Considere ele minha causa e a sustente; que ele me julgue, livrando-me de tuas mãos.

1 Samuel 24.16 – 22: Saul reconhece sua infidelidade

16 Tendo Davi falado todas essas palavras, Saul perguntou: “É você, meu filho Davi?” E chorou em alta voz.

17 “Você é mais justo do que eu”, disse a Davi. “Você me tratou bem, mas eu o tratei mal.

18 Você acabou de mostrar o bem que me tem feito; o Senhor me entregou em suas mãos, mas você não me matou.

19 Quando um homem encontra um inimigo e o deixa ir sem fazer-lhe mal? O Senhor o recompense com o bem, pelo modo como você me tratou hoje.

20 Agora tenho certeza de que você será rei e de que o reino de Israel será firmado em suas mãos.

21 Portanto, jure-me pelo Senhor que você não eliminará meus descendentes nem fará meu nome desaparecer da família de meu pai.

22 Então Davi fez seu juramento a Saul. E este voltou para casa, mas Davi e seus soldados foram para a fortaleza.

 

Referências:

Merrill, E. H. (1985). 1 Samuel. In J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), The Bible Knowledge Commentary: An Exposition of the Scriptures (Vol. 1, p. 451–452). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here