Em 1 Samuel 28, lemos a respeito dos preparativos que são feitos para a guerra, que terminará com o reinado de Saul, e dessa forma abrirão caminho para Davi chegar ao trono.

Nessa guerra os filisteus são os agressores e Aquis, seu rei, torna Davi o seu confidente (v.v. 1,2). Os israelitas se preparam para recebê-los, e Saul, seu rei, faz do Diabo o seu conselheiro privado e, com isso, enche a medida de sua iniquidade.

Observe a condição desesperadora na qual Saul se encontrava (v.v. 3-6). A solicitação que fez a uma vidente, para lhe fazer subir Samuel (v.v. 7-14). Sua conversa com a aparição (v.v. 15-19). Um profundo abatimento toma conta dele (v.v. 20-25). (Henry, Matthew, Comentário de Josué a Ester)

Saul nos ensina que se não cuidarmos bem do nosso relacionamento com Deus, seremos tragados pelo pecado, sem a menor percepção do que está acontecendo.

Esboço de 1 Samuel 28:

1 Samuel 28.1 – 6: Deus não responde a Saul

1 Samuel 28.7 – 14: Saul consulta uma vidente

1 Samuel 28.15 – 19: O disfarce de Satanás

1 Samuel 28.20 – 25: O pavor domina Saul

1 Samuel 28.1 – 6: Deus não responde a Saul

1 Naqueles dias os filisteus reuniram suas tropas para lutar contra Israel. Aquis disse a Davi: “Saiba que você e seus soldados me acompanharão no exército”.

2 Disse Davi a Aquis: “Então tu saberás o que teu servo é capaz de fazer”. Aquis respondeu-lhe: “Muito bem, eu o colocarei como minha guarda pessoal permanente”.

3 Samuel já havia morrido, e todo o Israel o havia pranteado e sepultado em Ramá, sua cidade natal. Saul havia expulsado do país os médiuns e os que consultavam os espíritos.

4 Depois que os filisteus se reuniram, vieram e acamparam em Suném, enquanto Saul reunia todos os israelitas e acampava em Gilboa.

5 Quando Saul viu o acampamento filisteu, teve medo; ficou apavorado.

6 Ele consultou o Senhor, mas este não lhe respondeu nem por sonhos nem por Urim nem por profetas.

1 Samuel 28.7 – 14: Saul consulta uma vidente

7 Então Saul disse aos seus auxiliares: “Procurem uma mulher que invoca espíritos, para que eu a consulte”. Eles disseram: “Existe uma em En-Dor”.

8 Saul então se disfarçou, vestindo outras roupas, e foi à noite, com dois homens, até a casa da mulher. Ele disse a ela: “Invoque um espírito para mim, fazendo subir aquele cujo nome eu disser”.

9 A mulher, porém, lhe disse: “Certamente você sabe o que Saul fez. Ele eliminou os médiuns e os que consultam os espíritos da terra de Israel. Por que você está preparando uma armadilha contra mim, que me levará à morte?”

10 Saul jurou-lhe pelo Senhor: “Juro pelo nome do Senhor que você não será punida por isso”.

11 “Quem devo fazer subir?”, perguntou a mulher. Ele respondeu: “Samuel”.

12 Quando a mulher viu Samuel, gritou e disse a Saul: “Por que me enganaste? Tu mesmo és Saul!”

13 O rei lhe disse: “Não tenha medo. O que você está vendo?” A mulher respondeu: “Vejo um ser que sobe do chão”.

14 Ele perguntou: “Qual a aparência dele?” E disse ela: “Um ancião vestindo um manto está subindo”. Então Saul ficou sabendo que era Samuel, inclinou-se e prostrou-se com o rosto em terra.

1 Samuel 28.15 – 19: O disfarce de Satanás

15 Samuel perguntou a Saul: “Por que você me perturbou, fazendo-me subir?” Respondeu Saul: “Estou muito angustiado. Os filisteus estão me atacando e Deus se afastou de mim. Ele já não responde nem por profetas nem por sonhos; por isso te chamei para me dizeres o que fazer”.

16 Disse Samuel: Por que você me chamou, já que o Senhor se afastou de você e se tornou seu inimigo?

17 O Senhor fez o que predisse por meu intermédio: rasgou de suas mãos o reino e o deu a seu próximo, a Davi.

18 Porque você não obedeceu ao Senhor nem executou a grande ira dele contra os amalequitas, ele lhe faz isso hoje.

19 O Senhor entregará você e o povo de Israel nas mãos dos filisteus, e amanhã você e seus filhos estarão comigo. O Senhor também entregará o exército de Israel nas mãos dos filisteus.

1 Samuel 28.20 – 25: O pavor domina Saul

20 Na mesma hora Saul caiu estendido no chão, aterrorizado pelas palavras de Samuel. Suas forças se esgotaram, pois ele tinha passado todo aquele dia e toda aquela noite sem comer.

21 Quando a mulher se aproximou de Saul e viu que ele estava profundamente perturbado, disse: Olha, tua serva te obedeceu. Arrisquei minha vida e fiz o que me ordenaste.

22 Agora, por favor, ouve tua serva e come um pouco para que tenhas forças para seguir teu caminho.

23 Ele recusou e disse: “Não vou comer”. Seus homens, porém, insistiram com ele, e a mulher também; e ele os atendeu. Ele se levantou do chão e sentou-se na cama.

24 A mulher matou depressa um bezerro gordo que tinha em casa; apanhou um pouco de farinha, amassou-a e assou pão sem fermento.

25 Então ela serviu a Saul e a seus homens, e eles comeram. E naquela mesma noite eles partiram.

3 COMENTÁRIOS

  1. 20 Na mesma hora Saul caiu estendido no chão, aterrorizado pelas palavras de Samuel. Suas forças se esgotaram, pois ele tinha passado todo aquele dia e toda aquela noite sem comer.

    Pelas palavras de quem?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here