Paulo escreveu 1 Timóteo para exortar o próprio Timóteo a respeito do seu ministério e da sua vida pessoal. Além disso, ele quer animar o jovem pastor a defender a pureza do Evangelho e seus santos padrões da corrupção causada por falsos mestres. Por fim, ele quis dar a Timóteo instruções a respeito de vários assuntos e problemas de Éfeso.

Um dos cuidados que Paulo transmite em 1 Timóteo ao jovem pastor, é que ele lute com dedicação pela fé e refute os falsos ensinos que estavam comprometendo o poder salvador do Evangelho.

Paulo também instrui Timóteo a respeito das qualificações espirituais e pessoais dos dirigentes da igreja, e oferece um quadro geral das qualidades de um obreiro candidato a futuro pastor de igreja.

Capítulos

Capítulo 1: Cuidado com os Falsos Mestres

Capítulo 2: Oração Pelas Autoridades

Capítulo 3: Qualificação dos Ministros

Capítulo 4: A Apostasia do Fim

Capítulo 5: Conselhos Pastorais

Capítulo 6: A Melhor Fonte de Lucro

 

1 Timóteo: Propósito

Até aqui, as epístolas de Paulo eram dirigidas às igrejas. Agora, algumas seguem para pessoas específicas: duas a Timóteo, uma a Tito, e uma a Filemom – todos os três ministros.

Timóteo e Tito eram evangelistas, uma ordem inferior à dos apóstolos, como aparece em Efésios 4.11: “Uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas”.

A comissão e a obra deles eram muito parecidas com as dos apóstolos, ou seja, plantar igrejas e regar as que foram plantadas. E eles também eram itinerantes, como foi o caso de Timóteo.

Este se converteu pela pregação de Paulo e, por isso, o apóstolo o chama de seu verdadeiro filho na fé. Lemos acerca de sua conversão em Atos 16.3.

O escopo dessas duas epístolas visa orientar Timóteo a cumprir sua tarefa de evangelista em Éfeso, onde agora estava, e onde Paulo recomendou que morasse por algum tempo, para aperfeiçoar a boa obra que havia começado lá.

Em relação à responsabilidade pastoral dessa igreja, o apóstolo a havia entregado de maneira muito solene ao presbitério, como aparece em Atos 20.28, em que ele encarrega os presbíteros a apascentar a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. (Henry, Matthew, Comentário de Atos a Apocalipse)

Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » QUERO SER UM INSCRITO!

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here