Em 2 Coríntios 9, Paulo continua estimulando os Coríntios a contribuírem generosamente com a igreja em Jerusalém.

Ele dá vários e importantes detalhes, sobre como devemos ofertar (Ver Estudo Bíblico Sobre Dízimos e Ofertas). Ele compara a nossa oferta a uma semente e diz que a nossa colheita é proporcional a nossa semeadura.

Isso quer dizer que a nossa generosidade deve ser proporcional ao que temos recebido de Deus. A oferta deve ser sinônimo de alegria e não de pesar.

Em seguida, o apóstolo fala sobre o que Deus faz conosco por causa das nossas ofertas. Deus é bom e generoso. Não é seu desejo que soframos dano, porém ele deseja ver a nossa atitude em relação ao seu Reino (Ver Estudo Sobre o Reino de Deus), (Ver 2 Coríntios 8 Estudo).

 

Esboço de 2 Coríntios 9:

9.1 – 5: Recomendações para a coleta da oferta

9.6 – 9: Sua oferta é a sua semente

9.10 – 15: O que Deus faz com nossas ofertas

7 COMENTÁRIOS

  1. Meu amado o sentido da palavra sim é oferta sim mas é oferta de amor Paulo recomenda o povo a se preparar estais prontos para receber o com os irmãos de Acaia que iriam com ele então que eledeixasse tudo pronto para que quando chegassem não fossem envergonhado então ele fala fazei tudo com amor de amor cor do com teu coração porque quem da ou fazia com amor pelo teu plocimo com amor Deus se agrada ele recompensa em dobro então não é oferta e nem dismo é uma orientaão de amo de cuidados com o próximo

  2. O que esse rapaz falou esta correto! Ele fala o que ouve e testifica o que vê, como que por ventura um guia cego, poderia guiar outro cego. Pq vês o arqueiro no olho do teu irmão, porém não repara na trave que esta no teu próprio?
    Ou como dirás a teu irmão: deixe me tirar o arqueiro do teu olho, quando tens a trave no teu próprio?
    Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e veras claramente para tirar o arqueiro do olho do teu irmão.
    Os dois senhores: Ninguém pode servir a dois senhores; pq ou ha de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e despezará a outro. Não podeis servir a deus e às riquezas.
    Está claro que Jaime reclama com o que vê e fala através das atitudes do guias cegos.
    Mt:23;13
    Ai de vós, escribras e fariseus, hipócritas, pq fechais o reino dos ceus diante do homens pois vós não entrais nem deixar entrar o que estão entrando!
    Mt23:26:27:28- claramente ele fala nessa parte, sobre os falsos profetas, que se apresentam de ovelhas, mas por dentro são loubos roubadores. Sujos de corrupção e também deixa claro em as instruções aos doze apóstolos que não pode receber dinheiro para trabalhar para cristo, digno é o trabalhador do teu alimento, não esperar nenhum pagamento para isso, se na época eles não receberiam para fazer os milagres, imagina hoje os que recebem para falar… o dízimo é só para sustentar o templo e nada mais disso! Se unir com uma mulher tera que trabalhar pelas coisas da terra, mas não transformar o templo numa casa de corrupção para trabalhar pelas coisas da terra, nem cobrar nada, Deus deu tudo de graça, e por alto preço, não vamos sujar sangue inocente! Procure um trabalho para trabalhar com as coisas da terra. Pois o que é do céu é do céu e digno é o trabalhador do teu alimento!

  3. Serei breve no meu comentário. Com tantos líderes roubadores nas igrejas,não só nas grandes igrejas nas pequenas também,torna-se inviável dar o dízimo,pois a palavra de Deus diz que quando somos coniventes com o pecado nos tornamos participantes do mesmo.Me convença através da palavra de Deus é claro,que eu estou errado,aí eu voltarei a dar o dízimo pois eu era dizimista.

    • Jaime, vou dividir a minha resposta:

      1. Lamento o fato de você determinar que todos os líderes são ladrões. Aqui você fere o princípio de Mateus 7.1,2;
      2. Eu não sei o quanto você conhece a Bíblia, mas saiba que o dízimo é uma oferta de sentido espiritual. Se o líder o utiliza de maneira indevida, é problema dele. O seu galardão permanece intocado;
      3. Não preciso lhe convencer de nada. Acredito que seja adulto e capaz de arcar com as consequências de suas decisões, sejam elas certas ou erradas. Se você acredita que não deve entregar o dízimo, não entregue. De toda forma, o Reino vai continuar crescendo e Deus sendo glorificado;
      4. Não me entenda mal, serei sincero na minha opinião. Acredito que o seu problema está relacionado ao “amor ao dinheiro”. Portanto, eu o aconselho a orar sobre isso e pedir ao Senhor que lhe oriente.

      Deus o abençoe!

  4. Gostei muito do estudo sobre ofertas e dízimo.muito Bom a explicação bem esplanada e com detalhes muito importante para nossas igrejas hoje. Parabéns. A paz do senhor Jesus Cristo seja com você pastor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here