Em 2 Crônicas 18, Esdras nos mostra um grave erro cometido por Josafá, durante seu governo. Ele fez aliança com o ímpio Acabe, homem mau, incrédulo e inimigo de Deus.

Acabe o convenceu a unir os exércitos para atacar Ramote-Gileade, mas antes disso, Josafá pediu para consultar os profetas. Quatrocentos foram reunidos, mas todos eles diziam a mesma coisa: “Sim, pois Deus a entregará nas mãos do rei”.

Percebendo que não era Deus quem falava, Josafá perguntou se não havia mais ninguém. Foi quando Acabe mencionou Micaías, deixando claro que não gostava de ouvi-lo porque suas palavras eram sempre contrárias.

Devemos ter o cuidado para não cair nessa tentação. O pecado de ouvir apenas o que queremos de Deus. Se não nos colocarmos a disposição da Palavra de Deus para ser moldados, vamos nos tornar carnais e provavelmente nossa herança será no inferno.

Por isso está escrito: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra”. (2 Timóteo 3:16,17)

Micaías revela que um espírito de engano veio a Terra com a missão de enganar Acabe e causar a sua morte. O que de fato aconteceu.

Mesmo disfarçado e escondido, o Senhor Deus criou uma situação. “De repente, um soldado disparou seu arco ao acaso e atingiu o rei de Israel entre os encaixes da sua armadura. Então o rei disse ao condutor do seu carro: “Tire-me do combate. Fui ferido!”

No final do dia, essa ferida veio a se tornar a causa da morte do maligno Acabe. Devemos tirar de lição algumas coisas:

1. Cuidado com os relacionamentos;

2. Não se uma a pessoas malignas;

3. Tenha discernimento espiritual;

4. Esteja atento a Palavra de Deus

Seguindo estes princípios evitaremos o final que Acabe teve.

Esboço de 2 Crônicas 18:

2 Crônicas 18.1 – 4: Aliança entre Josafá e Acabe

2 Crônicas 18.12 – 17: A vez de Micaías

2 Crônicas 18.18 – 24: Espírito de engano

2 Crônicas 18.25 – 27: Micaías é preso

2 Crônicas 18.28 – 32:O livramento de Josafá

2 Crônicas 18.33,34: Acabe é atingido e morre

 

2 Crônicas 18.1 – 4: Aliança entre Josafá e Acabe

1 Josafá tinha grande riqueza e honra, e aliou-se a Acabe por laços de casamento.

2 Alguns anos depois, ele foi visitar Acabe em Samaria. Acabe abateu muitas ovelhas e bois para receber Josafá e sua comitiva, e insistiu que atacasse Ramote-Gileade.

3 Acabe, rei de Israel, perguntou a Josafá, rei de Judá: “Irás comigo lutar contra Ramote-Gileade?” Josafá respondeu: “Sou como tu, e meu povo é como o teu povo; estaremos contigo na guerra”.

4 Mas acrescentou: “Peço-te que busques primeiro o conselho do Senhor”.

2 Crônicas 18.5 – 11: Consultando os profetas

5 Então o rei de Israel reuniu quatrocentos profetas, e lhes perguntou: “Devemos ir à guerra contra Ramote-Gileade, ou não?” Eles responderam: “Sim, pois Deus a entregará nas mãos do rei”.

6 Josafá, porém, perguntou: “Não existe aqui mais nenhum profeta do Senhor, a quem possamos consultar?”

7 O rei de Israel respondeu a Josafá: “Ainda há um homem por meio de quem podemos consultar o Senhor, porém eu o odeio, porque nunca profetiza coisas boas a meu respeito, mas sempre coisas ruins. É Micaías, filho de Inlá”. “O rei não deveria dizer isso”, Josafá respondeu.

8 Então o rei de Israel chamou um dos seus oficiais e disse: “Traga imediatamente Micaías, filho de Inlá”.

9 Usando vestes reais, o rei de Israel e Josafá, rei de Judá, estavam sentados em seus tronos, na eira, junto à porta de Samaria, e todos os profetas estavam profetizando em transe diante deles.

10 E Zedequias, filho de Quenaaná, tinha feito chifres de ferro, e declarou: “Assim diz o Senhor: “Com estes chifres tu ferirás os arameus até que sejam destruídos””.

11 Todos os outros profetas estavam profetizando a mesma coisa, dizendo: “Ataca Ramote-Gileade, e serás vitorioso, pois o Senhor a entregará nas mãos do rei”.

2 Crônicas 18.12 – 17: A vez de Micaías

12 O mensageiro que tinha ido chamar Micaías lhe disse: “Vê, todos os outros profetas estão predizendo que o rei terá sucesso. Tua palavra também deve ser favorável”.

13 Micaías, porém, disse: “Juro pelo nome do Senhor que direi o que o meu Deus mandar”.

14 Quando ele chegou, o rei lhe perguntou: “Micaías, devemos ir à guerra contra Ramote-Gileade, ou não?” Ele respondeu: “Ataquem, e serão vitoriosos, pois eles serão entregues em suas mãos”.

15 O rei lhe disse: “Quantas vezes devo fazer-te jurar que me irás dizer somente a verdade em nome do Senhor?”

16 Então Micaías respondeu: “Vi todo o Israel espalhado pelas colinas, como ovelhas sem pastor, e ouvi o Senhor dizer: “Estes não têm dono. Cada um volte para casa em paz””.

17 O rei de Israel disse a Josafá: “Não lhe disse que ele nunca profetiza nada de bom a meu respeito, mas apenas coisas ruins?”

2 Crônicas 18.18 – 24: Espírito de engano

18 Micaías prosseguiu: Ouçam a palavra do Senhor: Vi o Senhor assentado em seu trono, com todo o exército dos céus à sua direita e à sua esquerda.

19 E o Senhor disse: “Quem enganará Acabe, rei de Israel, para que ataque Ramote-Gileade e morra lá?” E um sugeria uma coisa, outro sugeria outra, até que,

20 finalmente, um espírito colocou-se diante do Senhor e disse: “Eu o enganarei”. “De que maneira?”, perguntou o Senhor.

21 Ele respondeu: “Irei e serei um espírito mentiroso na boca de todos os profetas do rei”. Disse o Senhor: “Você conseguirá enganá-lo; vá e engane-o”.

22 “E o Senhor pôs um espírito mentiroso na boca destes seus profetas. O Senhor decretou a sua desgraça”.

23 Então Zedequias, filho de Quenaaná, aproximou-se, deu um tapa no rosto de Micaías e perguntou: “Por qual caminho foi o espírito da parte do Senhor, quando saiu de mim para falar a você?”

24 Micaías respondeu: “Você descobrirá no dia em que estiver se escondendo de quarto em quarto”.

2 Crônicas 18.25 – 27: Micaías é preso

25 O rei de Israel então ordenou: Enviem Micaías de volta a Amom, o governador da cidade, e a Joás, filho do rei,

26 e digam que assim diz o rei: Ponham este homem na prisão a pão e água, até que eu volte em segurança.

27 Micaías declarou: “Se você de fato voltar em segurança, o Senhor não falou por meu intermédio”. E acrescentou: “Ouçam o que estou dizendo, todos vocês!”

2 Crônicas 18.28 – 32:O livramento de Josafá

28 Então o rei de Israel e Josafá, rei de Judá, foram atacar Ramote-Gileade.

29 E o rei de Israel disse a Josafá: “Entrarei disfarçado em combate, mas tu, usa as tuas vestes reais”. O rei de Israel disfarçou-se, e ambos foram para o combate.

30 O rei da Síria havia ordenado a seus chefes dos carros de guerra: “Não lutem contra ninguém, seja soldado seja oficial, senão contra o rei de Israel”.

31 Quando os chefes dos carros viram Josafá, pensaram: “É o rei de Israel”, e o cercaram para atacá-lo, mas Josafá clamou, e o Senhor o ajudou. Deus os afastou dele,

32 pois, quando os comandantes dos carros viram que não era o rei de Israel, deixaram de persegui-lo.

2 Crônicas 18.33,34: Acabe é atingido e morre

33 De repente, um soldado disparou seu arco ao acaso e atingiu o rei de Israel entre os encaixes da sua armadura. Então o rei disse ao condutor do seu carro: “Tire-me do combate. Fui ferido!”

34 A batalha foi violenta durante todo o dia, e assim, o rei de Israel teve que enfrentar os arameus em pé no seu carro, até a tarde. E, ao pôr-do-sol, ele morreu.

1 COMENTÁRIO

  1. Irmão louvo a Deus e seu filho Jesus Cristo por sua vida. Nesse artigo me veio grande esclarecimentos. Que o Senhor Jesus continue te dando sabedoria e entendimento da palavra. Para nós tbm, podermos usufruir desse dom maravilhoso. Obrigado Jesus e obrigado irmão Diogo Nascimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here