Em 2 Crônicas 21, o escritor nos mostra como foi a transição do reinado de Josafá para Jeorão. Foi um tempo muito difícil para Judá, pois Jeorão não seguiu o caminho de seu pai.

Com um governo e uma vida longe de Deus, ele andou “nos caminhos dos reis de Israel, como a família de Acabe havia feito, pois se casou com uma filha de Acabe. E fez o que o Senhor reprova”.

Por esse motivo, o povo se desviou, seguiu os ídolos e o culto ao verdadeiro Deus foi negligenciado. Por isso, o Senhor levantou o profeta Elias e enviou uma mensagem de juízo contra ele.

Nela o Senhor Deus o repreende severamente e descreve exatamente como será a sua morte. Primeiro ficaria terrivelmente doente e por causa dela morreria.

Dessa forma aconteceu, Jeorão morreu “sem que ninguém o lamentasse”.

Esboço de 2 Crônicas 21:

2 Crônicas 21.1 – 7: O reinado de Jeorão

2 Crônicas 21.8 – 11: Jeorão desagrada a Deus

2 Crônicas 21.12 – 15: O juízo de Deus

2 Crônicas 21.16 – 20: A morte de Jeorão

 

2 Crônicas 21.1 – 7: O reinado de Jeorão

1 Josafá descansou com os seus antepassados e foi sepultado junto deles na Cidade de Davi, e seu filho Jeorão foi o seu sucessor.

2 Os irmãos de Jeorão, filhos de Josafá, foram Azarias, Jeiel, Zacarias, Azarias, Micael e Sefatias. Todos eles foram filhos de Josafá, rei de Israel.

3 Ele deu-lhes muitos presentes de prata, de ouro e de objetos de valor, bem como cidades fortificadas em Judá, mas o reino, deu a Jeorão, porque este era seu filho mais velho.

4 Logo Jeorão se fortaleceu no reino de seu pai, e matou à espada todos os seus irmãos e alguns líderes de Israel.

5 Ele tinha trinta e dois anos de idade quando começou a reinar, e reinou oito anos em Jerusalém.

6 Andou nos caminhos dos reis de Israel, como a família de Acabe havia feito, pois se casou com uma filha de Acabe. E fez o que o Senhor reprova.

7 Entretanto, por causa da aliança que havia feito com Davi, o Senhor não quis destruir a dinastia dele. Ele havia prometido manter para sempre um descendente de Davi no trono.

2 Crônicas 21.8 – 11: Jeorão desagrada a Deus

8 Nos dias de Jeorão, os edomitas rebelaram-se contra o domínio de Judá, proclamando seu próprio rei.

9 Por isso Jeorão foi combatê-los com seus líderes e com todos os seus carros de guerra. Os edomitas cercaram Jeorão e os chefes dos seus carros de guerra, mas ele os atacou de noite e rompeu o cerco inimigo.

10 E até hoje Edom continua independente de Judá. Nessa mesma época, a cidade de Libna também tornou-se independente, pois Jeorão havia abandonado o Senhor, o Deus dos seus antepassados.

11 Ele até construiu altares idólatras nas colinas de Judá, levando o povo de Jerusalém a prostituir-se e Judá a desviar-se.

2 Crônicas 21.12 – 15: O juízo de Deus

12 Então Jeorão recebeu uma carta do profeta Elias, que dizia: Assim diz o Senhor, o Deus de Davi, seu antepassado: “Você não tem andado nos caminhos de seu pai Josafá nem de Asa, rei de Judá,

13 mas sim nos caminhos dos reis de Israel, levando Judá e o povo de Jerusalém a se prostituírem na idolatria como a família de Acabe. E ainda assassinou seus próprios irmãos, membros da família de seu pai, homens que eram melhores do que você.

14 Por isso o Senhor vai ferir terrivelmente seu povo, seus filhos, suas mulheres e tudo o que é seu.

15 Você ficará muito doente; terá uma enfermidade no ventre, que irá piorar até que saiam os seus intestinos”.

2 Crônicas 21.16 – 20: A morte de Jeorão

16 O Senhor despertou contra Jeorão a hostilidade dos filisteus e dos árabes que viviam perto dos etíopes.

17 Eles atacaram o reino de Judá, invadiram-no e levaram todos os bens que encontraram no palácio do rei, e também suas mulheres e seus filhos. Só ficou Acazias, o filho mais novo.

18 Depois de tudo isso, o Senhor afligiu Jeorão com uma doença incurável nos intestinos.

19 Algum tempo depois, ao fim do segundo ano, tanto se agravou a doença que os seus intestinos saíram, e ele morreu sofrendo dores horríveis. Seu povo não fez nenhuma fogueira em sua homenagem, como havia feito para os seus antepassados.

20 Jeorão tinha trinta e dois anos de idade quando começou a reinar, e reinou oito anos em Jerusalém. Morreu sem que ninguém o lamentasse, e foi sepultado na Cidade de Davi, mas não nos túmulos dos reis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here