2 Reis 15 Estudo: Diversos Reis de Judá e Israel

Azarias (“Jeová ajudou”) também é chamado Uzias (“Yahweh é minha força”) no Antigo Testamento (2 Reis 15:1–4 ). O 27º ano da corregência de Jeroboão II com Jeoás foi 767 a.C. Naquele ano Azarias começou a reinar sobre Judá como único governante.

Anteriormente, ele servira como rei no lugar de seu pai, enquanto Amazias estava preso em Israel e como corregente com ele depois que Amazias retornou a Judá. Azarias tinha 16 anos quando começou sua co-decisão (em 790 a.C.) e reinou um total de 52 anos (790–739 a.C.) em Jerusalém.

Até então, esse era o reinado mais longo de qualquer rei de Judá ou de Israel. Azarias era um bom rei como seu pai (cf. 2Cr 26: 4-5), mas ele também não conseguiu remover os altos onde o povo adorava a Yahweh em desobediência ao rei e a Lei mosaica (cf. Deuteronômio 12: 2-7, 13-14). (1)

Esboço de 2 Reis 15:

15.1 – 7: O reinado de Azarias (Urias)

15.8 – 11: O reinado de Zacarias

15.12 – 15: O reinado de Salum

15.16 – 22: O reinado de Menaém

15.23 – 26: O reinado de Pecaías

15.27 – 31: O reinado de Peca

15.32 – 38: O reinado de Jotão

 

2 Reis 15.1 – 7: O reinado de Azarias (Urias)

1 No vigésimo sétimo ano do reinado de Jeroboão, rei de Israel, Azarias, filho de Amazias, rei de Judá, começou a reinar.

2 Tinha dezesseis anos de idade quando se tornou rei, e reinou cinquenta e dois anos em Jerusalém. Sua mãe era de Jerusalém e chamava-se Jecolias.

3 Ele fez o que o Senhor aprova, tal como o seu pai Amazias.

4 “Contudo, os altares idólatras não foram derrubados; o povo continuava a oferecer sacrifícios e a queimar incenso neles.”

5 O Senhor feriu o rei com lepra, até o dia de sua morte. Durante todo esse tempo ele morou numa casa separada. Jotão, filho do rei, tomava conta do palácio e governava o povo.

6 Os demais acontecimentos do reinado de Azarias e todas as suas realizações estão escritos nos registros históricos dos reis de Judá.

7 Azarias descansou com os seus antepassados e foi sepultado junto a eles na Cidade de Davi. Seu filho Jotão foi o seu sucessor.

2 Reis 15.8 – 11: O reinado de Zacarias

8 No trigésimo oitavo ano do reinado de Azarias, rei de Judá, Zacarias, filho de Jeroboão, tornou-se rei de Israel em Samaria, e reinou seis meses.

9 Ele fez o que o Senhor reprova, como seus antepassados haviam feito. Não se desviou dos pecados que Jeroboão, filho de Nebate, levara Israel a cometer.

10 Salum, filho de Jabes, conspirou contra Zacarias. Ele o atacou na frente do povo, assassinou-o e foi o seu sucessor.

11 Os demais acontecimentos do reinado de Zacarias estão escritos nos registros históricos dos reis de Israel.

2 Reis 15.12 – 15: O reinado de Salum

12 Assim se cumpriu a palavra do Senhor anunciada a Jeú: “Seus descendentes ocuparão o trono de Israel até a quarta geração”.

13 Salum, filho de Jabes, começou a reinar no trigésimo oitavo ano do reinado de Uzias, rei de Judá, e reinou um mês em Samaria.

14 Então Menaém, filho de Gadi, foi de Tirza a Samaria e atacou Salum, filho de Jabes, assassinou-o e foi o seu sucessor.

15 Os demais acontecimentos do reinado de Salum e a conspiração que liderou estão escritos nos registros históricos dos reis de Israel.

2 Reis 15.16 – 22: O reinado de Menaém

16 Naquela ocasião Menaém, partindo de Tirza, atacou Tifsa e todos que estavam na cidade e seus arredores, porque eles se recusaram a abrir as portas da cidade. Saqueou Tifsa e rasgou ao meio todas as mulheres grávidas.

17 No trigésimo nono ano do reinado de Azarias, rei de Judá, Menaém, filho de Gadi, tornou-se rei de Israel, e reinou dez anos em Samaria.

18 Ele fez o que o Senhor reprova. Durante todo o seu reinado não se desviou dos pecados que Jeroboão, filho de Nebate, levara Israel a cometer.

19 Então Pul, rei da Assíria, invadiu o país, e Menaém lhe deu trinta e cinco toneladas de prata para obter seu apoio e manter-se no trono.

20 Menaém cobrou essa quantia de Israel. Todos os homens de posses tiveram de contribuir com seiscentos gramas de prata no pagamento ao rei da Assíria. Então ele interrompeu a invasão e foi embora.

21 Os demais acontecimentos do reinado de Menaém e todas as suas realizações estão escritos nos registros históricos dos reis de Israel.

22 Menaém descansou com os seus antepassados, e seu filho Pecaías foi o seu sucessor.

2 Reis 15.23 – 26: O reinado de Pecaías

23 No quinquagésimo ano do reinado de Azarias, rei de Judá, Pecaías, filho de Menaém, tornou-se rei de Israel em Samaria, e reinou dois anos.

24 Pecaías fez o que o Senhor reprova. Não se desviou dos pecados que Jeroboão, filho de Nebate, levara Israel a cometer.

25 Um dos seus principais oficiais, Peca, filho de Remalias, conspirou contra ele. Levando consigo cinquenta homens de Gileade, assassinou Pecaías e também Argobe e Arié, na cidadela do palácio real em Samaria. Assim Peca matou Pecaías e foi o seu sucessor.

26 Os demais acontecimentos do reinado de Pecaías e todas as suas realizações estão escritos nos registros históricos dos reis de Israel.

2 Reis 15.27 – 31: O reinado de Peca

27 No quinquagésimo segundo ano do reinado de Azarias, rei de Judá, Peca, filho de Remalias, tornou-se rei de Israel em Samaria, e reinou vinte anos.

28 Ele fez o que o Senhor reprova. Não se desviou dos pecados que Jeroboão, filho de Nebate, levara Israel a cometer.

29 Durante o seu reinado, Tiglate-Pileser, rei da Assíria, invadiu e conquistou Ijom, Abel-Bete-Maaca, Janoa, Quedes e Hazor. Tomou Gileade e a Galiléia, inclusive toda a terra de Naftali, e deportou o povo para a Assíria.

30 Então Oséias, filho de Elá, conspirou contra Peca, filho de Remalias. Ele o atacou e o assassinou, tornando-se o seu sucessor no vigésimo ano do reinado de Jotão, filho de Uzias.

31 Os demais acontecimentos do reinado de Peca e todas as suas realizações estão escritos nos registros históricos dos reis de Israel.

2 Reis 15.32 – 38: O reinado de Jotão

32 No segundo ano do reinado de Peca, filho de Remalias, rei de Israel, Jotão, filho de Uzias, rei de Judá, começou a reinar.

33 Ele tinha vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar, e reinou dezesseis anos em Jerusalém. O nome da sua mãe era Jerusa, filha de Zadoque.

34 Ele fez o que o Senhor aprova, tal como seu pai Uzias.

35 “Contudo, os altares idólatras não foram derrubados; o povo continuou a oferecer sacrifícios e a queimar incenso neles. Jotão reconstruiu a porta superior do templo do Senhor.”

36 Os demais acontecimentos do reinado de Jotão e as suas realizações estão escritos nos registros históricos dos reis de Judá.

37 (Naqueles dias o Senhor começou a enviar Rezim, rei da Síria, e Peca, filho de Remalias, contra Judá.)

38 Jotão descansou com os seus antepassados e foi sepultado junto a eles na Cidade de Davi, seu predecessor. Seu filho Acaz foi o seu sucessor.

 

Referências:

Constable, T. L. (1985). 2 Kings. In J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), The Bible Knowledge Commentary: An Exposition of the Scriptures (Vol. 1, p. 566). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here