2 Reis - Bíblia de Estudo Online

Em 2 Reis 3 vemos que o rei de Israel, Jorão filho de Acabe, é ameaçado pelo rei dos moabitas, e não tem força para derrota-lo. A única solução que ele enxerga é fazer aliança com Josafá, rei de Judá.

Quando recebe o pedido de ajuda, sem consultar ao Senhor, Josafá se dispõe a ajudar Israel, e a eles se uniu também o rei de Edom.

Só depois que partiram, perceberam que não tinham um plano, não sabiam nem ao menos que direção deveriam seguir. Neste momento, Josafá rei de Judá, perguntou se não havia profeta entre eles.

Foi quando o nome de Eliseu, foi mencionado.

Foram ao encontro do profeta, e quando estavam diante dele, imediatamente ele denunciou a impiedade do Jorão, filho de Acabe. Só aceitou consultar ao Senhor, por causa do pedido de Josafá. Caso contrário, eles partiriam sem resposta.

Como é triste ver pessoas serem tratadas dessa maneira pelo Senhor. Elas estão colhendo o fruto de sua maldade e impiedade. Nunca buscam a Deus ou O respeitam, apenas quando é caso de vida ou morte se importam com Sua vontade.

A Estratégia de Deus

Eliseu pediu que lhe trouxessem um instrumentista. Sua função seria serenar a alma do profeta com a música, para que ele ficasse sensível a voz de Deus e profetizasse.

A música exerce influência espiritual muito positiva sobre nós, tanto para o bem quanto para o mal.

Particularmente, sempre que estou em devocionais, ou escrevendo os estudos bíblicos, louvores estão ministrando. Sinto a presença do Senhor de maneira profunda, além de muita inspiração para escrever.

Era exatamente isso que Eliseu queria, atrair a presença de Deus para perto dele. E conseguiu.

Instantes depois a mão do Senhor veio sobre ele, e profetizou. Deu a estratégia que os reis deveriam usar na batalha e disse o que o Senhor faria pra lhes dar a vitória.

E deu!

Antes de partir para as batalhas da sua vida, consulte ao Senhor sobre o que deve fazer? Por onde ir? Qual a melhor estratégia?

Ele quer revelar sua vontade para você, e lhe fazer trilhar caminhos de vitória que nunca imaginou.

Esboço de 2 Reis 3:

3.1 – 5: O caráter de Jorão

3.6 – 19: A Profecia de Eliseu

3.20 – 27: A derrota dos moabitas

 

2 Reis 3.1 – 5: O caráter de Jorão

1 Jorão, filho de Acabe, tornou-se rei de Israel em Samaria no décimo oitavo ano de Josafá, rei de Judá, e reinou doze anos.

2 Fez o que o Senhor reprova, mas não como seu pai e sua mãe, pois derrubou a coluna sagrada de Baal, que seu pai havia feito.

3 No entanto, persistiu nos pecados que Jeroboão, filho de Nebate, levara Israel a cometer e deles não se afastou.

4 Ora, Messa, rei de Moabe, tinha muitos rebanhos e pagava como tributo ao rei de Israel cem mil cordeiros e a lã de cem mil carneiros.

5 Mas, depois que Acabe morreu, o rei de Moabe rebelou-se contra o rei de Israel.

2 Reis 3.6 – 19: Profecia de Eliseu

6 Então, naquela ocasião, o rei Jorão partiu de Samaria e mobilizou todo o Israel.

7 Também enviou esta mensagem a Josafá, rei de Judá: “O rei de Moabe rebelou-se contra mim. Irás acompanhar-me na luta contra Moabe?” Ele respondeu: “Sim, eu irei. Serei teu aliado, os meus soldados e os teus, os meus cavalos e os teus serão um só exército”.

8 E perguntou: “Por qual caminho atacaremos?” Respondeu Jorão: “Pelo deserto de Edom”.

9 Então o rei de Israel partiu com os reis de Judá e de Edom. Depois de uma marcha de sete dias, já havia acabado a água para os homens e para os animais.

10 Exclamou, então, o rei de Israel: “E agora? Será que o Senhor ajuntou a nós, os três reis, para nos entregar nas mãos de Moabe?”

11 Mas Josafá perguntou: “Será que não há aqui profeta do Senhor, para que possamos consultar o Senhor por meio dele?” Um conselheiro do rei de Israel respondeu: “Eliseu, filho de Safate, está aqui. Ele era auxiliar de Elias”.

12 Josafá prosseguiu: “A palavra do Senhor está com ele”. Então o rei de Israel, Josafá e o rei de Edom foram falar com ele.

13 Eliseu disse ao rei de Israel: “Nada tenho que ver com você. Vá consultar os profetas de seu pai e de sua mãe”. Mas o rei de Israel insistiu: “Não, pois foi o Senhor que nos ajuntou, três reis, para entregar-nos nas mãos de Moabe”.

14 Então Eliseu disse: Juro pelo nome do Senhor dos Exércitos, a quem sirvo, que se não fosse por respeito a Josafá, rei de Judá, eu não olharia para você nem mesmo lhe daria atenção.

15 Mas agora tragam-me um harpista. Enquanto o harpista estava tocando, o poder do Senhor veio sobre Eliseu,

16 e ele disse: Assim diz o Senhor: Cavem muitas cisternas neste vale.

17 Pois assim diz o Senhor: Vocês não verão vento nem chuva; contudo, este vale ficará cheio de água, e vocês, seus rebanhos e seus outros animais beberão.

18 Mas para o Senhor isso ainda é pouco; ele também lhes entregará Moabe nas suas mãos.

19 Vocês destruirão todas as suas cidades fortificadas e todas as suas cidades importantes. Derrubarão toda árvore frutífera, taparão todas as fontes e encherão de pedras todas as terras de cultivo.

2 Reis 3.20 – 27: A derrota dos moabitas

20 No dia seguinte, na hora do sacrifício da manhã, a água veio descendo da direção de Edom e alagou a região.

21 Quando os moabitas ficaram sabendo que os reis tinham vindo para atacá-los, todos os que eram capazes de empunhar armas, do mais jovem ao mais velho, foram convocados e posicionaram-se na fronteira.

22 Ao se levantarem na manhã seguinte, o sol refletia na água. Para os moabitas que estavam defronte dela, a água era vermelha como sangue.

23 Então gritaram: “É sangue! Os reis lutaram entre si e se mataram. Agora, ao saque, Moabe!”

24 Quando, porém, os moabitas chegaram ao acampamento de Israel, os israelitas os atacaram e os puseram em fuga. Entraram no território de Moabe e o arrasaram.

25 Des­truíram as cidades e, quando passavam por um campo cultivável, cada homem atirava uma pedra até que ficasse coberto. Taparam todas as fontes e derrubaram toda árvore frutífera. Só Quir-Haresete ficou com as pedras no lugar, mas homens armados de atiradeiras a cercaram e também a atacaram.

26 Quando o rei de Moabe viu que estava perdendo a batalha, reuniu setecentos homens armados de espadas para forçar a passagem, para alcançar o rei de Edom, mas fracassou.

27 Então pegou seu filho mais velho, que devia sucedê-lo como rei, e o sacrificou sobre o muro da cidade. Isso trouxe grande ira contra Israel, de modo que eles se retiraram e voltaram para a sua própria terra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here