2 Reis - Bíblia de Estudo Online

Os livros de 1 e 2 Reis, como os outros livros históricos do Antigo Testamento, foram escritos não apenas para registrar fatos de significado histórico, mas para revelar e preservar lições espirituais que têm valor intemporal.

Isso é evidente em 1 e 2 Reis, por exemplo, no interesse do escritor pelos profetas e pelos reis. Deus revelou a Si mesmo e Sua mensagem comunicando a Seus servos e aos profetas. Deus também se revelou através de eventos da história. As decisões das pessoas, feitas com e obediência ou com incredulidade e desobediência, levaram a consequências inevitáveis.

Deus quis que a nação de Israel demonstrasse a todas as pessoas quão glorioso pode ser viver sob o governo de Deus (Êxodo 19: 4-6). Deus escolheu Abraão para ser o pai de uma família que se tornaria uma nação e uma bênção para o mundo inteiro (Gn 12: 1–3).

Essa bênção viria a toda a humanidade, pois Israel permitiria que a luz da presença de Deus habitasse dentro dela, transformasse-a e brilhasse como uma luz para as nações (Is 42: 6).

O pacto que Deus fez com Abraão (Gênesis 15:12–21) garantiu a ele uma terra, descendentes e bênção. As promessas desta aliança foram repetidas para seus descendentes em vários momentos, mas em certas ocasiões significativas Deus amplificou e elaborou uma dessas promessas.

Quando Israel se preparava para entrar na Terra Prometida, Deus repetiu Sua promessa de que os israelitas teriam uma concessão perpétua à terra de Deus, mas que eles ocupariam esse território na medida em que fossem fiéis a Deus, seu Dono (Deuteronômio 28– 30).

Nos dias de Davi, Deus prometeu que a semente de Abraão que desceu por Davi seria abençoada de uma maneira especial (2Sm 7: 11-16). Em particular, o rei dos israelitas sempre seria um dos descendentes de Davi (2 Sam. 7:16).

Mais tarde, Deus prometeu a Jeremias que Ele abençoaria Israel de uma maneira específica através da Nova Aliança (Jr 31.31-34).

Os livros de 1 e 2 Reis mostram que Deus é fiel à sua palavra prometida em relação a Israel. Dentro desse grande propósito, o escritor mostrou como certas atividades humanas afetaram as relações de Deus com o Seu povo e também como Deus realizou Seus propósitos, apesar da oposição de Seus inimigos e dos fracassos de Seu povo. (1)

Capítulos de 2 Reis:

Capítulo 1: Deus Fala com Elias

Capítulo 2: O Arrebatamento de Elias

Capítulo 3: A Profecia de Eliseu

Capítulo 4: Eliseu e os 5 Milagres

Capítulo 5: A Cura de Naamã o Leproso

Capítulo 6: Eliseu Revela os Conselhos do Rei

Capítulo 7: Eliseu Profetiza Abundância em Samaria

Capítulo 8: O Conselho de Eliseu

Capítulo 9: A Morte de Jezabel

Capítulo 10: O Extermínio da Família de Acabe

Capítulo 11: A Morte de Atalia

Capítulo 12: A Dedicação de Joás

Capítulo 13: A Morte de Eliseu

Capítulo 14: O Reinado de Amazias e Jeroboão

Capítulo 15: Diversos Reis de Judá e Israel

Capítulo 16: Acaz, o Rei Idólatra

Capítulo 17: A Assíria Invade Israel

Capítulo 18: A Prosperidade do Reino de Ezequias

Capítulo 19: As Palavras de Deus a Ezequias

Capítulo 20: Enfermidade e Cura de Ezequias

Capítulo 21: Manassés, o Amante do Pecado

Capítulo 22: A Devoção de Josias

Capítulo 23: Aliança Renovada

Capítulo 24: As Tribulações do Reinado de Jeoaquim

Capítulo 25: Jerusalém é Invadida Pela Babilônia

 

Referências:

Constable, T. L. (1985). 1 Kings. In J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), The Bible Knowledge Commentary: An Exposition of the Scriptures (Vol. 1, p. 485). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here