Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

2 Samuel 23 Estudo: As Últimas Palavras de Davi

Em 2 Samuel 23, o historiador está chegando à conclusão do reinado de Davi e, portanto, nos apresenta um relato aqui de algumas de suas últimas palavras, que falou por inspiração, e que parecem ter referência à sua semente que seria para sempre, da qual foi falado no final do capítulo anterior (v.v. 1-7).

Dos grandes homens, especialmente dos homens militares, que estavam sob seu serviço: os três primeiros (v.v. 8-17), dois dos três seguintes (v.v. 18-23), e então os trinta valentes (v.v. 24-39).

Na história de Davi, percebemos claramente que sua devoção ao Senhor Deus, sempre foi suas primícias, isto é, uma prioridade. Ele se achegou a Deus, e o Senhor se achegou a Ele. (Henry, Matthew, Comentário de Josué a Ester)

Esboço de 2 Samuel 23:

2 Samuel 23.1 – 7: As últimas palavras de Davi

2 Samuel 23.8 – 39: Os heróis de Davi

 

2 Samuel 23.1 – 7: As últimas palavras de Davi

1 Estas são as últimas palavras de Davi: Palavras de Davi, filho de Jessé; palavras do homem que foi exaltado, do ungido pelo Deus de Jacó, do cantor dos cânticos de Israel:

2 O Espírito do Senhor falou por meu intermédio; sua palavra esteve em minha língua.

3 O Deus de Israel falou, a Rocha de Israel me disse: “Quem governa o povo com justiça, quem o governa com o temor de Deus,

4 é como a luz da manhã ao nascer do sol, numa manhã sem nuvens. É como a claridade depois da chuva, que faz crescer as plantas da terra”.

5 A minha dinastia está de bem com Deus. Ele fez uma aliança eterna comigo, firmada e garantida em todos os aspectos. Certamente me fará prosperar em tudo e me concederá tudo quanto eu desejo.

6 Mas os perversos serão lançados fora como espinhos, que não se ajuntam com as mãos;

7 quem quer tocá-los usa uma ferramenta ou o cabo de madeira da lança. Os espinhos serão totalmente queimados onde estiverem.

8 Estes são os nomes dos principais guerreiros de Davi: Jabesão, um tacmonita, chefe dos três guerreiros principais; numa ocasião, com uma lança, enfrentou oitocentos homens numa mesma batalha e os matou.

2 Samuel 23.8 – 39: Os heróis de Davi

9 Depois dele, Eleazar, filho do aoíta Dodô. Ele era um dos três principais guerreiros e esteve com ­Davi quando os filisteus se reuniram em Pas-Damim para a batalha. Os israelitas recuaram,

10 mas ele manteve a sua posição e feriu os filisteus até a sua mão ficar dormente e grudar na espada. O Senhor concedeu uma grande vitória a Israel naquele dia, e o exército voltou para onde Eleazar estava, mas somente para saquear os mortos.

11 Depois dele, Samá, filho de Agé, de Harar. Os filisteus reuniram-se em Leí, onde havia uma plantação de lentilha. O exército de Israel fugiu dos filisteus,

12 mas Samá tomou posição no meio da plantação, defendeu-a e derrotou os filisteus. O Senhor concedeu-lhe uma grande vitória.

13 Durante a colheita, três chefes do batalhão dos Trinta foram encontrar Davi na caverna de Adulão, enquanto um grupo de filisteus acam­pava no vale de Refaim.

14 Estando Davi nessa fortaleza e o destacamento filisteu em Belém,

15 Davi expressou este forte desejo: “Quem me dera me trouxessem água da cisterna da porta de Belém!”

16 Então aqueles três atravessaram o acampamento filisteu, tiraram água da cisterna e a trouxeram a Davi. Mas ele se recusou a beber; em vez disso, derramou-a como uma oferta ao Senhor e disse:

17 “O Senhor me livre de beber desta água! Seria como beber o sangue dos que arriscaram a vida para trazê-la!” E Davi não bebeu daquela água. Foram esses os feitos dos três principais guerreiros.

18 Abisai, irmão de Joabe e filho de Zeruia, era o chefe do batalhão dos Trinta. Certa ocasião, com sua lança matou trezentos homens, tornando-se tão famoso quanto os três.

19 Foi mais honrado que o batalhão dos Trinta e tornou-se o chefe deles. Mas nunca igualou-se aos três principais guerreiros.

20 Benaia, filho de Joiada, era um corajoso soldado de Cabzeel, que realizou grandes feitos. Matou dois dos melhores guerreiros de Moabe e, num dia de neve, desceu num buraco e matou um leão.

21 Também matou um egípcio de grande estatura. O egípcio tinha na mão uma lança, e Benaia o enfrentou com um cajado. Arrancou a lança da mão do egípcio e com ela o matou.

22 Esses foram os grandes feitos de Benaia, filho de Joiada, que também teve fama como os três principais guerreiros de Davi.

23 Foi mais honrado do que qualquer dos Trinta, mas nunca igualou-se aos três. E Davi lhe deu o comando da sua guarda pessoal.

24 Entre os Trinta estavam: Asael, irmão de Joabe; Elanã, filho de Dodô, de Belém;

25 Samá e Elica, de Harode;

26 Helez, de Pelete; Ira, filho de Iques, de Tecoa;

27 Abiezer, de Anatote; Mebunai, de Husate;

28 Zalmom, de Aoí; Maarai, de Netofate;

29 Helede, filho de Baaná, de Netofate; Itai, filho de Ribai, de Gibeá de Benjamim;

30 Benaia, de Piratom; Hidai, dos riachos de Gaás;

31 Abi-Albom, de Arbate; Azmavete, de Baurim;

32 Eliaba, de Saalbom; os filhos de Jasém; Jônatas,

33 filho de Samá, de Harar; Aião, filho de Sarar, de Harar;

34 Elifelete, filho de Aasbai, de Maaca; Eliã, filho de Aitofel, de Gilo;

35 Hezrai, de Carmelo; Paarai, de Arabe;

36 Igal, filho de Natã, de Zobá; o filho de Hagri;

37 Zeleque, de Amom; Naarai, de Beerote, escudeiro de Joabe, filho de Zeruia;

38 Ira e Garebe, de Jatir,

39 e o hitita Urias. Foram ao todo trinta e sete.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});

O jesuseabiblia.com tem uma nova Política de Privacidade e Cookies Saiba mais.