Apocalipse - Bíblia de Estudo Online

Em Apocalipse 17, em sua sexta visão, João nos dá detalhes de uma mulher, chamada de: a Grande Prostituta e Babilônia, a Grande. No capítulo 18, vemos o exato relato da queda da Babilônia e de todo o seu governo sobre a Terra.

Tanto o capítulo 17, quanto o 18 estão ligados e são melhor interpretados se percebidos de maneira contínua.

O que vemos aqui também, é o casamento do Cordeiro de Deus com Sua noiva, os santos, depois o triunfo de Jesus sobre os exércitos e estruturas do Diabo e por fim, a derrota da besta e do falso profeta que são julgados e lançados no lago que arde com fogo e enxofre, enquanto todos os adversários de Deus são vencidos pela espada do Cordeiro (Apocalipse 19).

Apocalipse 17 e a Grande Babilônia

A referência a Babilônia, a Grande, surge tanto em Apocalipse 17 quanto no capítulo 18. João utiliza a figura antiga de uma moeda romana para representar a “deusa Roma” assentada sobre sete colinas e referências de documentos históricos dos romanos (17:9). Eruditos entendem que esta Babilônia é uma alusão a Roma.

Contudo, essa ligação Babilônia = Roma em Apocalipse, é uma interpretação condicionada ao tempo, além de ser restrita. Esclarecendo, a mulher que surge em Apocalipse 12 é vista como a representação da Igreja, mas em Apocalipse 19, como a noiva do Cordeiro Jesus.

Ao contrário dela, a mulher que surge em Apocalipse 17 é vista como Babilônia, a Grande, a mãe das prostitutas e das abominações da terra (v.5). Ela é um grande instrumento do Diabo para tentar, seduzir e mentir.

Se analisarmos bem, ela tem agido desde os dias da queda de Adão e Eva e continua agindo até o fim dos séculos.

Da mesma forma que ela é vista como uma grande prostituta, é também retratada como uma grande cidade. Que é arruinada pelo juízo de Deus (18:11-24).

A Derrota dos Inimigos de Deus

Por fim, João retrata a destruição de todos os impérios e governos da Terra. Aqui estão inclusos não apenas o Império romano, que dominava nos dias de João, mas todas as formas de governo e autoridade que se opõem a Soberania de Deus.

Esboço de Apocalipse 17:

17.1 – 9: A mulher sobre a besta

17.10 – 14: A Soberania do Cordeiro

17.15 – 18: O Propósito de Deus

Apocalipse 17.1 – 9: A mulher sobre a besta

1 Um dos sete anjos que tinham as sete taças aproximou-se e me disse: Venha, eu lhe mostrarei o julgamento da grande prostituta que está sentada sobre muitas águas,

2 com quem os reis da terra se prostituíram; os habitantes da terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição.

3 Então o anjo me levou no Espírito para um deserto. Ali vi uma mulher montada numa besta vermelha, que estava coberta de nomes blasfemos e que tinha sete cabeças e dez chifres.

4 A mulher estava vestida de púrpura e vermelho, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas. Segurava um cálice de ouro, cheio de coisas repugnantes e da impureza da sua prostituição.

5 Em sua testa havia esta inscrição: MISTÉRIO: BABILÔNIA, A GRANDE; A MÃE DAS PROSTITUTAS E DAS PRÁTICAS REPUGNANTES DA TERRA.

6 Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos, o sangue das testemunhas de Jesus. Quando a vi, fiquei muito admirado.

7 Então o anjo me disse: Por que você está admirado? Eu lhe explicarei o mistério dessa mulher e da besta sobre a qual ela está montada, que tem sete cabeças e dez chifres.

8 A besta que você viu, era e já não é. Ela está para subir do Abismo e caminha para a perdição. Os habitantes da terra, cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a criação do mundo, ficarão admirados quando virem a besta, porque ela era, agora não é, e entretanto virá.

9 Aqui se requer mente sábia. As sete cabeças são sete colinas sobre as quais está sentada a mulher.

Apocalipse 17.10 – 14: A Soberania do Cordeiro

10 São também sete reis. Cinco já caíram, um ainda existe, e o outro ainda não surgiu; mas, quando surgir, deverá permanecer durante pouco tempo.

11 A besta que era, e agora não é, é o oitavo rei. É um dos sete, e caminha para a perdição.

12 Os dez chifres que você viu são dez reis que ainda não receberam reino, mas que por uma hora receberão autoridade como reis, junto com a besta.

13 Eles têm um único propósito, e darão seu poder e sua autoridade à besta.

14 Guerrearão contra o Cordeiro, mas o Cordeiro os vencerá, pois é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; e vencerão com ele os seus chamados, escolhidos e fiéis.

Apocalipse 17.15 – 18: O Propósito de Deus

15 Então o anjo me disse: As águas que você viu, onde está sentada a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas.

16 A besta e os dez chifres que você viu odiarão a prostituta. Eles a levarão à ruína e a deixarão nua, comerão a sua carne e a destruirão com fogo,

17 pois Deus colocou no coração deles o desejo de realizar o propósito que ele tem, levando-os a concordarem em dar à besta o poder que eles têm para reinar até que se cumpram as palavras de Deus.

18 A mulher que você viu é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here