Atos 25.1 – 6: Em mais uma tentativa de incriminar Paulo injustamente, os judeus procuram o novo governador, Festo apresentando acuações contra Paulo.

A intenção deles era que Paulo fosse transferido para Jerusalém e julgado ali, por eles. Mas o governador não aceitou o pedido deles.

Atos 25.7 – 12: Paulo é mais uma vez introduzido a sala de julgamento, e os judeus mais uma vez querem despedaçá-lo vivo.

O governador querendo agradar aos judeus perguntam se Paulo deseja ir a Jerusalém. O apóstolo responde que não fez nada de errado contra os judeus, e não aceita ir a capital.

Em vez disso, Paulo faz uso da sua cidadania romana e apela para César. Isso significa que ele queria ser julgado pelo Imperador na capital do Império, isto é Roma.

Atos 25.13 – 21: Com a chegada do rei Agripa a Cesaréia, Festo o procurou para pedir conselhos acerca de Paulo. E expôs o caso do apóstolo, a fim de que o rei pudesse ajudá-lo.

Atos 25.22 – 27: Após ouvir os relatos de Festo sobre Paulo, o rei pediu para ouvi-lo junto com sua esposa, Berenice(Ver Atos 24 Estudo)

 

Esboço de Atos 25:

25.1 – 6: Os judeus procuram Festo

25.7 – 12: Paulo apela para César

25.13 – 21: Festo explica o caso de Paulo ao rei Agripa

 25.22 – 27: O rei Agripa deseja ouvir Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here