Bíblia de Estudo Online

Atos 26 Estudo: Paulo e o Rei Agripa

Atos 26.1 – 8: Quando recebeu permissão para falar, Paulo deu graças por estar diante de um rei que conhecia a Lei e os Profetas.

Em seguida, o apóstolo diz ao rei, diante de todos que está sendo julgado por causa da sua esperança nas profecias acerca do Messias prometido.

Atos 26.9 – 23: Como de costume e sendo a base forte de sua defesa, Paulo relatou ao rei Agripa como aconteceu o encontro com Jesus Cristo, no caminho para Damasco e quais as instruções que Senhor lhe deu.

Paulo diz que o encontro com o Senhor no caminho foi real e que Jesus Cristo é o filho de Deus. Que nele, isto é em Jesus se cumpre a lei e os profetas.

Atos 26.24 – 31: Ao ouvir essa declaração de Paulo, Festo o governador o acusa de estar louco. Paulo rebate a alegação dizendo que é verdade e que o rei Agripa sabe do que ele estava falando.

Confrontado, Agripa perguntou: “Você acha que em tão pouco tempo pode convencer-me a tornar-me cristão?”

“Paulo respondeu: “Em pouco ou em muito tempo, peço a Deus que não apenas tu, mas todos os que hoje me ouvem se tornem como eu, porém sem estas algemas””.

Após ouvir a defesa de Paulo, o rei chegou a conclusão de ele era inocente, mas o fato de ter apelado a César o impedia de ser liberto. (Ver Atos 25 Estudo)

 

Esboço de Atos 26:

26.1 – 8: Paulo apresenta sua defesa ao rei Agripa

26.9 – 23: Paulo fala sobre o encontro com Jesus

26.24 – 31: Festo acusa Paulo de estar louco

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.