Atos 6.1 – 7: A medida que a Igreja crescia, aumentavam as necessidades e os problemas a serem resolvidos, ou seja, a demanda de trabalho era enorme para os apóstolos.

Contudo, eles sabiam que para que o fluir de Deus continuasse na Igreja eles precisavam continuar dedicados à Palavra de Deus e a oração.

Foi dessa necessidade que surgiu o ministério dos diáconos (do grego antigo διάκονος: ministro, servo, ajudante). Os apóstolos se reuniram oraram e nomearam a princípio 7 diáconos para auxiliar no ministério.

De agora em diante, as questões funcionais da Igreja passavam a ser responsabilidade deles.

Atos 6.8 – 15: Um dos diáconos que mais se destacou na Igreja Primitiva foi Estevão: “homem cheio de fé e do Espírito Santo”.

Ele era poderoso em Deus. Anunciava o Evangelho de Jesus Cristo e Deus por meio dele operava sinais extraordinários.

Esse desempenho fez com que muitos líderes religiosos se levantassem em oposição a ele. Inclusive pagaram propina para que falsas testemunhas apresentassem declarações de blasfêmia contra Estevão. (Ver Atos 5 Estudo)

Esboço de Atos 6:

6.1 – 7: A instituição dos diáconos

6.8 – 15: O testemunho de Estevão e a oposição

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here