Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Cânticos Estudo: Livro de Cânticos a Declaração de Salomão

Todas as Escrituras – inclusive o livro de Cânticos – temos certeza, são dadas por inspiração de Deus, e são benéficas para o apoio e o progresso dos interesses do seu reino entre os homens, e o são, apesar do fato de que nelas são encontradas algumas coisas obscuras e difíceis de entender, com as quais os que não são instruídos e estáveis lutam, para sua própria destruição.

Na nossa crença, tanto da origem divina como da explicação espiritual deste livro, nós somos confirmados pelo testemunho antigo, constante e coincidente, tanto da igreja dos judeus, a quem foram prometidos os oráculos de Deus, e que jamais duvidaram da autoridade deste livro, como da igreja cristã, que alegremente os sucede nessa confiança e honra.

Por um lado, deve ser dito que, se perguntarmos àquele que mal lê este livro, como foi perguntado ao eunuco, “Entendes tu o que lês?”, ele teria mais razões do que o eunuco para dizer: “Como poderei entender, se alguém me não ensinar?”.

Os livros de história e profecia das Escrituras são muito semelhantes entre si, mas o livro de Cânticos é muito diferente dos cânticos de seu pai, Davi; aqui, não há o nome de Deus.

Este livro não é citado em nenhuma parte do Novo Testamento; nós não encontramos nele nenhuma expressão de religião natural ou devoção piedosa; além disto, ele não é introduzido por nenhuma visão ou alguma das marcas de revelação imediata.

Este livro parece tão difícil como qualquer outra parte das Escrituras, de se tornar cheiro de vida para vida, e para os que o leem com mentes carnais e sentimentos corruptos, ele corre o risco de se tornar cheiro de morte para morte.

É uma flor da qual eles extraem veneno; e por isto os doutores judeus aconselhavam que os seus jovens não o lessem até que tivessem trinta anos de idade, para que, pela interpretação equivocada daquilo que é mais puro e sagrado as chamas da luxúria não fossem acesas com o fogo do céu, que é destinado somente para o altar.

Características do Livro de Cânticos

Este cântico pode facilmente ser interpretado em um sentido espiritual pela igreja judaica, para cujo uso foi escrito, e assim era interpretado, como evidenciam a paráfrase dos caldeus e os mais antigos intérpretes judeus.

Deus escolheu o povo de Israel como sua esposa, Ele celebrou um concerto com eles, e era um concerto de casamento. Ele tinha dado abundantes provas do seu amor por eles, e exigia deles que o amassem com todo o seu coração e alma.

A idolatria era frequentemente descrita como adultério espiritual e amor cego por ídolos, e para impedi-la este cântico foi escrito, representando a complacência que Deus teve por Israel, e que Israel deveria ter por Deus.

Para encorajá-los para que permanecessem fiéis a Ele, ainda que, às vezes, Ele pudesse parecer se retirar e esconder-se deles, e esperar por uma nova manifestação dele no Messias prometido.

Símbolos do Livro de Cânticos

O livro pode ser mais facilmente interpretado em um sentido espiritual pela igreja cristã, porque as condescendências e comunicações do amor divino parecem mais ricas e gratuitas sob o Evangelho do que pareciam sob a lei, e a comunhão entre o céu e a terra parece mais familiar.

Às vezes, Deus fala de Si mesmo como o esposo da igreja judaica (Isaías 44.5, Oséias 2.16,19) e se regozija nela, como seu esposo (Isaías 42.4,5).

Mas mais frequentemente Cristo é representado como o esposo da sua igreja (Mateus 25.1; Romanos 7.4; 2 Coríntios 11.2; Efésios 5.32), e a igreja como a esposa, a esposa do Cordeiro (Apocalipse 19.7; 21.2,9).

De acordo com esta metáfora, Cristo e a igreja, em geral, Cristo e crentes individuais, estão aqui conversando com abundância de estima e ternura mútuas.

A melhor explicação para este livro é o Salmo 45, que vemos aplicado a Cristo no Novo Testamento, como também deve ser este livro. E necessário algum esforço para descobrir qual pode ser, provavelmente, o significado do Espírito Santo, em várias partes deste livro.

Capítulos de Cânticos:

Capítulo 1: O Amor do Amado Pela Noiva

Capítulo 2: Amor e Reciprocidade

Capítulo 3: A Noite Toda Te Procurei

Capítulo 4: A Beleza da Noiva

Capítulo 5: O Amado Se Foi

Capítulo 6: Eu Sou do Meu Amado

Capítulo 7: O Desejo do Amado Pela Noiva

Capítulo 8: As Muitas Águas Não Apagam Esse Amor

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});

O jesuseabiblia.com tem uma nova Política de Privacidade e Cookies Saiba mais.