Bíblia de Estudo Online

Colossenses 1 Estudo: Falsos Mestres e Soberania de Cristo

Paulo escreve a carta aos Colossenses , com o propósito de combater os falsos mestres que estavam se infiltrando na Igreja. Em Colossenses 1, ele começa a advertir os cristãos sobre esse assunto. Paulo, ora para que eles sejam cheios do conhecimento de Deus e compreendam sua vontade.

Esboço de Colossenses 1:

Colossenses 1. 1 – 9: Ação de graças e oração pelo crescimento da fé
Colossenses 1. 10, 11: Devemos andar de maneira digna diante do Senhor
Colossenses 1.13 – 19: O Senhor de toda a criação
Colossenses 1. 20 – 23: Reconciliados por Jesus na Cruz ministro
Colossenses 1.24 – 29: A alegria de Paulo no sofrimento

 

O Espírito da Graça de Deus

“Dando graças ao Pai, que nos tornou dignos de participar da herança dos santos no reino da luz. Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados”. (Colossenses 1:12-14)

Ele fala acerca das operações do Espírito da graça em nós. Devemos dar graças por elas, porque, por meio delas, somos qualificados para um benefício na mediação do Filho: dando graças ao Pai etc.

Diz-se que essa é a obra do Pai, porque o Espírito da graça é o Espírito do Pai, e o Pai trabalha em nós pelo seu Espírito. Aqueles que experimentam a obra da graça devem agradecer ao Pai.

Se temos o conforto dela, Ele precisa receber a glória por isso. Afinal, o que é operado por nós na aplicação da redenção?

“Ele nos tirou da potestade das trevas”. Ele nos resgatou do estado do paganismo, de escuridão e maldade.

Ele nos salvou do domínio do pecado, que é escuridão (1 João 1.6), do domínio de Satanás, que é o príncipe das trevas (Efésios 6.12), e da condenação do inferno, que são trevas exteriores” (Mateus 25.30). Eles são chamados das trevas (1 Pedro 2).

Transportados Para o Reino

“Ele nos transportou para o Reino do Filho do seu amor, trazendo-nos para o estado do evangelho, e fazendo-nos membros da igreja de Cristo, que é um estado de luz e pureza.”

Noutro tempo, éreis trevas, mas, agora, sois luz no Senhor (Efésios 5.8). Aquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz (1 Pedro 2.9).

Esses, que eram escravos de Satanás, foram feitos súditos dispostos de Cristo. A conversão de um pecador é o traslado de uma alma do reino do Diabo para o reino de Cristo.

O poder do pecado é tirado, e o poder de Cristo é conferido. A lei do Espírito de vida em Cristo Jesus os torna livres da lei do pecado e morte, e este é o reino do seu Filho querido, ou o Filho do seu amor singular, seu Filho amado (Mateus 3.17), e, de maneira notável, o Amado (Efésios 1.6).

“Ele não somente fez isso, mas nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz (Colossense 1.12).

Ele nos preparou para a felicidade eterna do céu, como os israelitas dividiram a terra prometida por sorteio, e nos deu o penhor e a certeza dela.”

Isto ele menciona primeiro porque é a primeira indicação da bênção futura, para a qual, pela graça de Deus, nos encontramos, em certa medida, preparados. Deus dá graça e glória, e somos instruídos aqui acerca do significado de ambos.

O Que é Essa Glória?

É a herança dos santos na luz. Essa é uma herança, e pertence a eles como filhos, a qual é a melhor segurança e o direito de posse mais doce.

Se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros (Romanos 8.17). E é uma herança dos santos – própria para almas santificadas.

Aqueles que não são santos na terra nunca serão santos no céu. E é uma herança na luz; a perfeição do conhecimento, da santidade, e da alegria, pela comunhão com Deus, que é luz, e o Pai das luzes (Tiago 1.17; 1 João 1.5).

O Que é Essa Graça?

Ela é uma habilitação para a herança: “Ele nos fez idôneos para participar da herança, isto é, condizentes e dignos para o estado celestial por uma disposição e hábito de alma.

E ele nos faz idôneos pela influência poderosa do seu Espírito”. Ela é o efeito do poder divino para mudar o coração, e torná-lo celestial.

Todos os que são destinados para o céu no futuro são preparados para o céu agora. Como aqueles que vivem e morrem não santificados, saem deste mundo e têm como destino o inferno, também aqueles que são santificados e renovados saem deste mundo e têm como destino o céu.

Aqueles que têm a herança de filhos têm a educação de filhos e a disposição de filhos: eles receberam o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamam. Aba, Pai (Romanos 8.15). E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai (Gálatas 4.6).

Essa qualificação para o céu é o penhor do Espírito em nosso coração, que é parte do pagamento e assegura o pagamento completo.

Aqueles que são santificados serão glorificados (Romanos 8.30), e serão para sempre devedores da graça de Deus, que os santificou. (Henry, Matthew, Comentário de Atos a Apocalipse)

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.