marca_final-01

Deuteronômio 6 Estudo: Uma Obrigação Para Israel

A leitura de Deuteronômio 6 nos exorta sobre o amor ao mandamento e sua prática, além da dedicação de comunicá-los aos nosso filhos, com dedicação.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Em Deuteronômio 6 temos uma grande riqueza e variedade de ensinos para as famílias. Antes de tudo, o que se vê em Moisés, o transmissor desta mensagem é um comprometimento profundo com a glória de Deus.

Sua ministração se deteve apenas aquilo que o Senhor Deus lhe falou, nada mais, nem menos. Devemos ter o mesmo cuidado. Há muitos cristãos que na hora de ministrar, estão mais interessados em expor seus pensamentos dos que os de Deus.

O grande propósito de Moisés era que o povo obedecesse à instrução, e com isso prosperasse na terra que o Senhor estava prestes a lhes dar como herança.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a religião e a vida justa, são fundamentos importantes na prosperidade.

O Amor a Deus

Desde o início, o Senhor deseja ter um relacionamento com Seu povo, baseado no amor. Devemos amá-lo como nosso Pai, e como o mais generoso dos amigos.

Ele é mais real do que nós, o fato de ser invisível não anula Sua densa presença ou a possibilidade de senti-lo profundamente e constantemente em nossas vidas.

Perceba que o amor é um mandamento, ou seja decidimos ou não amar. Então, decida hoje amar a Deus e entregar completamente seu coração a Ele.

O Que Fazer Com a Palavra de Deus?

Este é um capítulo muito rico, repito. Aqui há muitas direções que nos mostram o quão profunda e bela é a Palavra de Deus, por isso, segue alguns destaques:

  1. Deve estar em nosso coração;
  2. Devemos ensiná-la aos nossos filhos;
  3. Conversar sobre ela no seio da família;
  4. Deve ser assunto em nossas conversas e passeios;
  5. A Palavra de Deus deve ser o nosso último pensamento antes de dormir;
  6. A Palavra de Deus deve ocupar o nosso primeiro pensamento quando acordarmos;
  7. Nossos projetos devem ser submetidos a Palavra de Deus;
  8. Nossa visão deve ser orientada pela Palavra de Deus;
  9. Nosso dia a dia, deve ser submetido ao cumprimento da Palavra de Deus;
  10. Precisamos ser um testemunho ativo da Palavra de Deus.

Deuteronômio 6 e a obediência

Moisés ordena que eles guardem os mandamentos de Deus Deuteronômio 6.17-19. Note que requer bastante atenção e paciência conservar a fé na direção de nossos corações e de nossa vida.

A preguiça pode nos arruinar. Não podemos ser salvos sem que haja entrega e diligência. Isto é justo e bom ao desígnio do Senhor.

E o que é justo e bom ao desígnio de Deus, é justo e bom com toda a segurança. Se desejarmos a graça de Deus como temos cuidado por nosso bem-estar, seremos fiéis e obedientes ao Senhor.

Isso lhes asseguraria a posse da terra de Canaã, o crescimento na terra, e constantes vitórias sobre aqueles que se colocassem em seu destino.

Em síntese, o ensino era: “faça o bem, e te irá bem”.

A educação dos filhos

Em Deuteronômio 6, há ordens para que eles instruam os seus filhos sobre os princípios de Deus, não apenas para que esses pudessem, em seus dias de inocência, aprender sobre a prática da fé com habilidade e amor.

Mas igualmente, que mais tarde, pudessem conservá-la e transmiti-la àqueles que viriam após eles.

No momento em que seus filhos perguntassem: “O que significam os testemunhos e os estatutos? Qual é o significado das festas que celebramos, dos sacrifícios que ofertamos, e das diversos práticas peculiares que preservamos?” (Deuteronômio 6.20).

Todas as instituições divinas possuem algum significado, e há princípios fundamentais se revelando nelas.

Cabe a nós saber e compreender o seu significado, para que possamos desenvolver um trabalho coerente e não apresentar animais cegos como holocausto.

É bom que os filhos indaguem cedo sobre o verdadeiro propósito e significado dos costumes religiosos sob as quais são educados.

Se alguns são inquisitivos dessa forma sobre dos princípios divinos, esta é uma boa demonstração de que estão interessados nelas, e um bom meio de alcançarem uma grande intimidade com elas.

Ou seja, devemos conhecer e seguir em conhecer.

A responsabilidade dos pais

Pais e professores precisam educar aqueles que estiverem sob a sua responsabilidade, ainda que eles não peçam, e mesmo que tenham uma antipatia a isto.

Porém, os pais precisam estar preparados para dar as respostas perguntas, e para propiciar esclarecimentos, quando esses forem solicitados. Uma vez que se espera que aqueles que os pedirem estejam desejosos de recebê-los.

Os filhos perguntaram o significado das leis de Deus?

Que lhes seja mencionado que elas precisam ser cumpridas com uma grata recordação dos favores anteriores que lhes foram concedidos por Deus, especificamente a sua libertação do Egito, como se vê em Deuteronômio 6.21-23.

Deve-se anunciar constantemente às crianças sobre o estado deplorável em que se encontravam os seus antepassados quando eram escravos no Egito.

Sobre a grande redenção que Deus operou a favor deles ao tirá-los daquele lugar, e que Deus, ao transmitir-lhes estes estatutos peculiares, pretendeu perpetuar a recordação daquele evento sobrenatural, por meio do qual eles se transformaram em uma nação remida.

Colhendo a execução do bem

A fidelidade possui a promessa da conservação da vida eterna que agora é, o indicador que vivemos para a glória de Deus.

Essa é a nossa justiça.

Se nós pudéssemos realizar perfeitamente ao menos aquele único mandamento sobre amar a Deus de todo o nosso coração, alma, e forças.

Se pudéssemos garantir que de modo algum agiríamos de outra forma, isto evidenciaria a nossa justiça de tal maneira, que nos credenciaria as muitas bênçãos do pacto com o Senhor.

Se tivéssemos permanecido em tudo o que está escrito no livro da lei a fim de cumpri-la, ela nos teria justificado.

Porém não podemos mentir e dizer que somos totalmente obedientes, dessa forma a nossa fidelidade sincera será aceita a partir de um Mediador, para que possamos ser justificados, como Noé o foi, perante de Deus, Gênesis 7.1; Lucas 1.6 e 1 João 3.7.

Haverá um galardão para nós se considerarmos estes mandamentos para cumpri-los. Uma vez que, sem dúvida, há um grande prêmio por obedecer aos mandamentos de Deus.

3 COMMENTS

  1. Fico muito graciado com essa palavra, ela mostra importância da obediência, para que preparamos o caminho, este que não é fácil, temos que sempre abastecer a fé, e renovar as força no senhor, para que sejamos um servo obediente, porque Deus e Deus na luz, e na escuridão, independe da situação, seja elas quais for temos que obedecer seus princípios.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.