Deuteronômio - Bíblia de Estudo Online

Moisés então soletrou o perigo inerente à prosperidade abundante (Deuteronômio 8:10-18). Enquanto no deserto eles tinham que depender de Deus para as necessidades da vida, sua recém-descoberta prosperidade, poderia esconder sua necessidade da mesma dependência.

Moisés prescreveu um antídoto seguro para esse perigo: louvai ao Senhor teu Deus. De fato, falhar em louvá-Lo por Suas bênçãos foi um passo no sentido de esquecer Deus e depois desobedecer aos Seus mandamentos.

Um israelita que deixasse de louvar o Senhor sinceramente descobriria que seu coração se tornara orgulhoso (v. 14) em sua abundância (vv. 12-13; cf. Os 13: 6). Ele esqueceria a libertação miraculosa de Israel do Egito, a terra da escravidão (cf. 5: 6; 6:12; 7: 8; 13: 5, 10; Êx 13: 3, 14; 20: 2) e o deserto (cf. Deuteronômio 1:19; 32:10) com suas cobras venenosas (cf. Nm 21:6–7) e escorpiões.

Tal pessoa que não se lembrava das provisões de água de Deus (Êxodo 15:25, 27; 17: 5–7) e maná (Êxodo 16), no deserto, estaria inclinado a creditar sua própria habilidade (meu poder e força) para sua riqueza, quando na realidade era tanto um presente de Deus quanto a água do rocha que estivera no deserto.

A provisão de maná era um teste, para ver se Israel dependeria da palavra do Senhor. Tal dependência é humilhante (cf. Dt 8:3). O povo poderia evitar o orgulho de sua riqueza e força se eles se lembrassem constantemente do Senhor e da lição do deserto: toda a vida é uma dádiva de Deus e nada é possível à parte d’Ele (v. 18).

Assim como falhar em louvar a Deus levaria a esquecê-lo, esquecê-lo também levaria a adorar outros deuses. Isso, por sua vez, resultaria em certa destruição (morte). Se a audiência de Moisés quisesse um exemplo de destruição nacional, tudo o que eles precisavam fazer era lembrar as nações que o SENHOR destruiu, a saber, os reinos de Siom e de Ogue (2: 26–3: 11). (1)

Esboço de Deuteronômio 8:

 8.1 – 9: Incumbência a Israel

8.10 – 20: A prosperidade material 

 

Deuteronômio 8.1 – 9: Incumbência a Israel

1 Tenham o cuidado de obedecer a toda a lei que eu hoje lhes ordeno, para que vocês vivam, multipliquem-se e tomem posse da terra que o Senhor prometeu, com juramento, aos seus antepassados.

2 Lembrem-se de como o Senhor, o seu Deus, os conduziu por todo o caminho no deserto, durante estes quarenta anos, para humilhá-los e pô-los à prova, a fim de conhecer suas intenções, se iriam obedecer aos seus mandamentos ou não.

3 Assim, ele os humilhou e os deixou passar fome. Mas depois os sustentou com maná, que nem vocês nem os seus antepassados conheciam, para mostrar-lhes que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca do Senhor.

4 As roupas de vocês não se gastaram e os seus pés não incharam durante esses quarenta anos.

5 Saibam, pois, em seu coração que, assim como um homem disciplina o seu filho, da mesma forma o Senhor, o seu Deus, os disciplina.

6 Obedeçam aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, andando em seus caminhos e dele tendo temor.

7 Pois o Senhor, o seu Deus, os está levando a uma boa terra, cheia de riachos e tanques de água, de fontes que jorram nos vales e nas colinas;

8 terra de trigo e cevada, videiras e figueiras, de romãzeiras, azeite de oliva e mel;

9 terra onde não faltará pão e onde não terão falta de nada; terra onde as rochas têm ferro e onde vocês poderão extrair cobre das colinas.

Deuteronômio 8.10 – 20: A prosperidade material

10 Depois que tiverem comido até ficarem satisfeitos, louvem o Senhor, o seu Deus, pela boa terra que lhes deu.

11 Tenham o cuidado de não se esquecer do Senhor, o seu Deus, deixando de obedecer aos seus mandamentos, às suas ordenanças e aos seus decretos que hoje lhes ordeno.

12 Não aconteça que, depois de terem comido até ficarem satisfeitos, de terem construído boas casas e nelas morado,

13 de aumentarem os seus rebanhos, a sua prata e o seu ouro, e todos os seus bens,

14 o seu coração fique orgulhoso e vocês se esqueçam do Senhor, o seu Deus, que os tirou do Egito, da terra da escravidão.

15 Ele os conduziu pelo imenso e pavoroso deserto, por aquela terra seca e sem água, de serpentes e escorpiões venenosos. Ele tirou água da rocha para vocês,

16 e os sustentou no deserto com maná, que os seus antepassados não conheciam, para humilhá-los e prová-los, a fim de que tudo fosse bem com vocês.

17 Não digam, pois, em seu coração: “A minha capacidade e a força das minhas mãos ajuntaram para mim toda esta riqueza”.

18 Mas, lembrem-se do Senhor, o seu Deus, pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza, confirmando a aliança que jurou aos seus antepassados, conforme hoje se vê.

19 Mas se vocês se esquecerem do Senhor, o seu Deus, e seguirem outros deuses, prestando-lhes culto e curvando-se diante deles, asseguro-lhes hoje que vocês serão destruídos.

20 Por não obedecerem ao Senhor, o seu Deus, vocês serão destruídos como o foram as outras nações que o Senhor destruiu perante vocês.

 

Referências:

Deere, J. S. (1985). Deuteronomy. In J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), The Bible Knowledge Commentary: An Exposition of the Scriptures (Vol. 1, p. 278). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here