Eclesiastes 11 Estudo: A Felicidade do Diligente

Salomão observou que as pessoas são tão ignorantes quanto às relações providenciais de Deus nos assuntos humanos (cf. 3.11; 8.17) como elas são do “caminho do vento” e da formação de um bebê no “ventre da mãe” (Eclesiastes 11:1–2).

Além disso, as pessoas não sabem quais de seus empreendimentos “terão sucesso” (v. 6) ou quais calamidades poderão vir à Terra (v. 2) e acabarão com os resultados de seu trabalho. Mesmo assim, as pessoas devem se envolver em trabalho diligente e ativo.

Como os benefícios que vêm do comércio marítimo de gêneros alimentícios, o envolvimento ativo nos negócios dá uma promessa de algum retorno. Mas em vista da possibilidade de desastre, uma pessoa deve fazer investimentos prudentes em numerosos empreendimentos (a sete, sim a oito) ao invés de colocar todos os seus “ovos na mesma cesta” (Eclesiastes 11: 2; cf. Gn 32: 7 –8 para um exemplo prático deste conselho). 

Mudando para um exemplo de semear e colher uma colheita (Eclesiastes 11:3–4), Salomão instou seus leitores a não ficarem sentados esperando o momento mais oportuno para trabalhar, mas para serem diligentes constantemente.

O futuro está tão além do controle como os atos de Deus na natureza – a queda da chuva, o desenraizamento de uma árvore por um vendaval. Então, esperar apenas o momento certo para plantar (quando não há vento para soprar a semente) ou colher (quando não há chuva nas nuvens para ameaçar a colheita madura) resultaria em inatividade. (1)

Esboço de Eclesiastes 11:

11.1 – 6: A felicidade do diligente

11.7 – 10: Conselhos para os jovens

Eclesiastes 11.1 – 6: A felicidade do diligente

1 Atire o seu pão sobre as águas, e depois de muitos dias você tornará a encontrá-lo.

2 Reparta o que você tem com sete, até mesmo com oito, pois você não sabe que desgraça poderá cair sobre a terra.

3 Quando as nuvens estão cheias de água, derramam chuva sobre a terra. Quer uma árvore caia para o sul quer para o norte, onde cair ficará.

4 Quem fica observando o vento não plantará, e quem fica olhando para as nuvens não colherá.

5 Assim como você não conhece o caminho do vento, nem como o corpo é formado no ventre de uma mulher, também não pode compreenderas obras de Deus, o Criador de todas as coisas.

6 Plante de manhã a sua semente, e mesmo ao entardecer não deixe as suas mãos ficarem à toa, pois você não sabe o que acontecerá, se esta ou aquela produzirá, ou se as duas serão igualmente boas.

Eclesiastes 11.7 – 10: Conselhos para os jovens

7 A luz é agradável, é bom ver o sol.

8 Por mais que um homem viva, deve desfrutar sua vida toda. Lembre-se, porém, dos dias de trevas, pois serão muitos. Tudo o que está para vir não faz sentido.

9 Alegre-se, jovem, na sua mocidade! Seja feliz o seu coração nos dias da sua juventude! Siga por onde seu coração mandar, até onde a sua vista alcançar; mas saiba que por todas essas coisas Deus o trará a julgamento.

10 Afaste do coração a ansiedade e acabe com o sofrimento do seu corpo, pois a juventude e o vigor são passageiros.

 

Referências:

Glenn, D. R. (1985). Ecclesiastes. In J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), The Bible Knowledge Commentary: An Exposition of the Scriptures (Vol. 1, p. 1002–1003). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here