Eclesiastes 12 Estudo: Tema a Deus

O livro conclui com uma recomendação explícita de “temer a Deus e guardar Seus mandamentos” (Eclesiastes 12:13). Essas palavras não foram acrescentadas por alguém que não Salomão, como é frequentemente afirmado, mas são o culminar de muitas outras referências implícitas em Eclesiastes a temer a Deus e a servi-Lo aceitavelmente (ver 2:24–26; ​​7:15–18; 11:9-10; 12:1).

Aqui, Salomão disse que tal reverência e serviço são deveres de todos (o “que se aplica a cada pessoa” de NASB é o preferido dos NVIs, isto é todo o dever do homem).

O fato de que reverenciar a Deus é responsabilidade de cada pessoa é sublinhado pela verdade de que Deus levará todo ato (todo ato humano) a julgamento (ver 3:17; 11:9), incluindo todas as coisas ocultas (cf. Mt 10:26). ).

Todos são responsáveis ​​perante Deus por tudo que ele faz, seja óbvio ou oculto (Eclesiastes 12:14). Embora isso seja frequentemente tomado como se referindo a um julgamento futuro após a morte, uma comparação do Salmo 90:7–8 e uma compreensão adequada de Eclesiastes 2:24–26; 7:15–18; 11:9-10 mostram que isso é duvidoso.

Na presente vida

Embora um futuro julgamento após a morte seja de fato a solução para o enigma que Salomão havia observado na distribuição desigual da justiça na história humana (cf. 7.15; 8:14), nenhuma evidência sugere que ele acreditasse em tal julgamento.

A vida após a morte era tão enigmática para ele (cf. 11:8) quanto a distribuição desigual da justiça.

Sua ênfase estava nesta vida (“debaixo do sol”) e suas oportunidades de serviço (cf. 9.10; 12.1-7) e prazer (cf. 2.24-26; 3.12, 22; 5: 18-20; 8:15; 9: 7–9; 11: 7–10); ele pensava que a vida após a morte não oferecia tais oportunidades (cf. 9:5–6, 10).

Portanto, ele não comentou sobre quaisquer diferenças após a morte entre os justos e os ímpios, os sábios e os tolos, homens e animais.

Com temor a Deus

Muitas outras passagens das Escrituras, evidentemente, apontam as bênçãos eternas dos justos e o castigo eterno dos ímpios. Salomão viveu do outro lado da cruz e na relativa escuridão do progresso da revelação; no entanto, ele afirmou sua crença em Deus e em sua justiça (cf. 3:17; 8: 12b-13).

Ele estava contente em deixar o julgamento, juntamente com todo o resto, para o tempo de Deus (3:17), pois “Ele fez tudo apropriado em seu tempo” (3:11, NASB). Então, Salomão aconselhou seus leitores a aproveitar a vida no temor de Deus, como Deus capacita.

Será que as pessoas que vivem neste lado da cruz seriam tão contentes quanto Salomão, deixando os enigmas da vida nas mãos de Deus, para servi-Lo de maneira aceitável e para gozar a vida da maneira que Ele permite! (1)

Esboço Eclesiastes 12:

12.1 – 7: Relacionamento com Deus na juventude

12.8 – 12: Cuidado com o excesso

12.13,14: Tema a Deus 

 

Eclesiastes 12.1 – 7: Relacionamento com Deus na juventude

1 Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e se aproximem os anos em que você dirá: “Não tenho satisfação neles”;

2 antes que se escureçam o sol e a luz, a lua e as estrelas, e as nuvens voltem depois da chuva;

3 quando os guardas da casa tremerem e os homens fortes caminharem encurvados; quando pararem os moedores por serem poucos, e aqueles que olham pelas janelas enxergarem embaçado;

4 quando as portas da rua forem fechadas e diminuir o som da moagem; quando o barulho das aves o fizer despertar, mas o som de todas as canções lhe parecer fraco;

5 quando você tiver medo de altura, e dos perigos das ruas; quando florir a amendoeira, o gafanhoto for um peso e o desejo já não se despertar. Então o homem se vai para o seu lar eterno, e os pranteadores já vagueiam pelas ruas.

6 Sim, lembre-se dele, antes que se rompa o cordão de prata, ou se quebre a taça de ouro; antes que o cântaro se despedace junto à fonte, a roda se quebre junto ao poço,

7 o pó volte à terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu.

Eclesiastes 12.8 – 12: Cuidado com o excesso

8 “Tudo sem sentido! Sem sentido!”, diz o mestre. “Nada faz sentido! Nada faz sentido!”

9 Além de ser sábio, o mestre também ensinou conhecimento ao povo. Ele escutou, examinou e colecionou muitos provérbios.

10 Procurou também encontrar as palavras certas, e o que ele escreveu era reto e verdadeiro.

11 As palavras dos sábios são como aguilhões, a coleção dos seus ditos como pregos bem fixados, provenientes do único Pastor.

12 Cuidado, meu filho; nada acrescente a eles. Não há limite para a produção de livros, e estudar demais deixa exausto o corpo.

Eclesiastes 12.13,14: Tema a Deus

13 Agora que já se ouviu tudo, aqui está a conclusão: Tema a Deus e obedeça aos seus mandamentos, porque isso é o essencial para o homem.

14 Pois Deus trará a julgamento tudo o que foi feito, inclusive tudo o que está escondido, seja bom, seja mau.

 

Referências:

Glenn, D. R. (1985). Ecclesiastes. In J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), The Bible Knowledge Commentary: An Exposition of the Scriptures (Vol. 1, p. 1006–1007). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here