marca_final-01

Eclesiastes 3 Estudo: Há Tempo Para Tudo

Precisamos aproveitar bem cada uma das estações da vida e só conseguiremos fazer isso se tivermos sabedoria. Por isso, é muito importante ter isso em mente para que possamos aproveitar muito bem cada uma delas.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Em Eclesiastes 3 o sábio nos diz que há tempo para tudo. Com uma longa lista de comparações, ele nos diz que devemos aproveitar e viver cada uma dessas etapas, até mesmo as de luto.

Quando morre um ente querido, muitas pessoas não choram, não se despedem, não dizem suas últimas palavras, enfim, não vivem o luto, e como consequência, sofrem absurdamente na sua alma.

Isso acontece porque eles não completaram a etapa. Passaram por ela deixando pendências. Não devemos fazer isso.

Viva e aproveite as boas estações da vida, com muita alegria e satisfação em Deus. Mas quando os maus momentos vierem, viva-os também.

O que Salomão está nos dizendo, principalmente é que a vida é uma alternância entre os dois. Nem o bom momento, nem o mau, são eternos. Os dois irão passar.

Sendo assim, voltando para o exemplo do luto. Enquanto a pessoas que não querem vivê-lo, a outras que não querem sair dele. Vivem em um luto “eterno”, não reagem. Não passam para a próxima etapa da vida.

A grande lição deste capítulo, é termos a maturidade e a sabedoria, para lidar com todas muitas estações da vida, tendo certeza de que com um relacionamento sincero com Deus, seremos cuidados em cada uma delas.

Eclesiastes 3 e o tempo

Em Eclesiastes 3.1 Salomão disse que “Há um tempo para cada propósito debaixo do céu”. Pela palavra “propósito”, Salomão se referia as escolhas de cada ser humano.

A palavra hebraica para “propósito”, sempre usada para designar pessoas, significa literalmente “desejo” e “o que se deseja”.

Por esses atos intencionais as pessoas são responsabilizadas. Cada propósito, escreveu Salomão, tem seu “tempo” (ponto no tempo) e estação (duração) adequados.

A lista começa com uma referência ao início e ao fim da vida de uma pessoa, dois eventos sobre os quais ela realmente não tem controle (Eclesiastes 3.2–3).

Salomão continuou referindo-se aos atos deliberados de alguém que começa e termina citando a vida vegetal, mas que também tira e salva a vida humana e constrói e destrói edifícios.

Talvez tudo isso seja sugerido pelo conceito de nascimento e morte.

O sentido da vida

Para apoiar a resposta negativa implícita à sua pergunta em Eclesiastes 3.9, Salomão referiu-se a três observações que ele tirou de sua reflexão sobre toda a atividade humana representada nos opostos.

Esta atividade é sugerida pela palavra “trabalho” (‘inyan). Salomão observou que Deus fez tudo perfeito em seu tempo, isto é, Deus em Seus planos providenciais e controle tem um apropriado tempo para cada atividade.

Salomão observou que Deus colocou a eternidade no coração dos homens. As pessoas anseiam ou desejam conhecer o significado extratemporal de si mesmas e de seus atos ou atividades.

Salomão acrescentou que as pessoas não podem conhecer as obras de Deus do começo ao fim, ou seja, não podem conhecer o plano soberano e eterno de Deus.

O trabalho humano não tem lucro porque as pessoas ignoram o plano eterno de Deus, a base pela qual Ele avalia a adequação e o significado eterno de todas as suas atividades.

Por causa dessa ignorância, há uma incerteza e uma temporalidade latente no valor de todo o trabalho de uma pessoa.

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.

});