Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Eclesiastes 8 Estudo: Os Mistérios da Vida

Em Eclesiastes 8, Salomão, vem recomendar-nos a sabedoria como o antídoto mais poderoso tanto contra as tentações quanto as aflições que derivam da vaidade do mundo.

Aqui está o benefício e louvor da sabedoria, v. 1. Alguns exemplos particulares de sabedoria prescritos a nós. Nós devemos manter a submissão devida ao governo que Deus colocou sobre nós, v.v. 2-5. 2.

Nós devemos estar preparados para males repentinos, e especialmente para a morte repentina, v.v. 6-8. Nós devemos nos armar contra as tentações de um governo opressor e não considerar isso estranho, v.v.9,10.

A impunidade dos opressores torna-os mais audaciosos (v. 11), mas nessa questão tudo estará bem com os justos e mal com os ímpios (v.v. 12,13).

Portanto, a presente prosperidade dos ímpios e as aflições dos justos não devem ser um obstáculo para nós, v. 14. Nós devemos usar alegremente os dons da providência de Deus, v. 15.

Nós devemos, com inteira satisfação, concordar com a vontade de Deus, e, não pretendendo encontrar o fundo, devemos humilde e silenciosamente adorar a profundidade dos seus conselhos insondáveis, estando seguros de que eles todos são sábios, justos e bons, v.v. 16,17. (Henry, Matthew, Comentário dos Livros Poéticos)

Esboço de Eclesiastes 8:

Eclesiastes 8.1 – 5: O dever dos súditos

Eclesiastes 8.6 – 8: A certeza da morte

Eclesiastes 8.9 – 13: Governantes opressores

Eclesiastes 8.14 – 17: Os mistérios da vida 

 

Eclesiastes 8.1 – 5: O dever dos súditos

1 Quem é como o sábio? Quem sabe interpretar as coisas? A sabedoria de um homem alcança o favor do rei e muda o seu semblante carregado.

2 Este é o meu conselho: obedeça às ordens do rei porque você fez um juramento diante de Deus.

3 Não se apresse em deixar a presença do rei, nem se levante em favor de uma causa errada, visto que o rei faz o que bem entende.

4 Pois a palavra do rei é soberana, e ninguém lhe pode perguntar: “O que estás fazendo?”

5 Quem obedece às suas ordens não sofrerá mal algum, pois o coração sábio saberá a hora e a maneira certa de agir.

Eclesiastes 8.6 – 8: A certeza da morte

6 Porquanto há uma hora certa e também uma maneira certa de agir para cada situação. O sofrimento de um homem, no entanto, pesa muito sobre ele,

7 visto que ninguém conhece o futuro. Quem lhe poderá dizer o que vai acontecer?

8 Ninguém tem o poder de dominar o próprio espírito; tampouco tem poder sobre o dia da sua morte e de escapar dos efeitos da guerra; nem mesmo a maldade livra aqueles que a praticam.

Eclesiastes 8.9 – 13: Governantes opressores

9 Tudo isso vi quando me pus a refletir em tudo o que se faz debaixo do sol. Há ocasiões em que um homem domina sobre outros para a sua própria infelicidade.

10 Nessas ocasiões, vi ímpios serem sepultados e gente indo e vindo do lugar onde eles foram enterrados. Todavia, os que haviam praticado o bem foram esquecidos na cidade. Isso também não faz sentido.

11 Quando os crimes não são castigados logo, o coração do homem se enche de planos para fazer o mal.

12 O ímpio pode cometer uma cente­na de crimes e apesar disso, ter vida longa, mas sei muito bem que as coisas serão melhores para os que temem a Deus, para os que mostram respeito diante dele.

13 Para os ímpios, no entanto, nada irá bem, porque não temem a Deus, e os seus dias, como sombras, serão poucos.

Eclesiastes 8.14 – 17: Os mistérios da vida

14 Há mais uma coisa sem sentido na terra: justos que recebem o que os ímpios merecem, e ímpios que recebem o que os justos merecem. Isto também, penso eu, não faz sentido.

15 Por isso recomendo que se desfrute a vida, porque debaixo do sol não há nada melhor para o homem do que comer, beber e alegrar-se. Sejam esses os seus companheiros no seu duro trabalho durante todos os dias da vida que Deus lhe der debaixo do sol!

16 Quando voltei a mente para conhecer a sabedoria e observar as atividades do homem sobre a terra, daquele cujos olhos não vêem sono nem de dia nem de noite,

17 percebi tudo o que Deus tem feito. Ninguém é capaz de entender o que se faz debaixo do sol. Por mais que se esforce para descobrir o sentido das coisas, o homem não o encontrará. O sábio pode até afirmar que entende, mas, na realidade, não o consegue encontrar.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});