Esdras - Bíblia de Estudo Online

Em Esdras 10, o escritor nos revela o desfecho da questão dos casamentos mistos, levantada no capítulo anterior. Esdras prossegue lamentando e chorando, diante do povo. A atitude dele é tão sincera, que o povo ao ver seu líder, exemplar e estimado naquela situação garante apoio a sua decisão.

Neste ponto, uma pessoa se mostra fundamental: Secanias. Ele era mais próximo do povo que Esdras, e garantiu que era possível resolver o problema. Eles só precisariam de um plano e tempo. O plano decidido foi o seguinte: “Separem-se dos povos vizinhos e das suas mulheres estrangeiras”.

Ou seja, a ordem é que eles deveriam entregar a carta de divórcio e mandar suas mulheres e filhos embora. Este texto pode ser mal interpretado se o contexto não for levando em conta. Perceba que eles estavam em um período de reforma radical, depois de viver 70 anos como escravos.

Eles passaram fome, sede, frio. Viram muitos dos seus parentes e filhos morrer. O trauma do cativeiro era imenso. Portanto, o que fosse necessário fazer para não viver aquilo novamente eles fariam.

Obviamente que a questão do divórcio não é a vontade de Deus (Ver Estudo Bíblico Sobre o Casamento Cristão). A regra do Novo Testamento é:

“Aos outros eu mesmo digo isto, e não o Senhor: se um irmão tem mulher descrente, e ela se dispõe a viver com ele, não se divorcie dela. E, se uma mulher tem marido descrente, e ele se dispõe a viver com ela, não se divorcie dele. (1 Coríntios 7:12,13)

“Todavia, se o descrente separar-se, que se separe. Em tais casos, o irmão ou a irmã não fica debaixo de servidão; Deus nos chamou para vivermos em paz”. (1 Coríntios 7:15)

Portanto, a atitude de Esdras e do povo naquele momento, foi coerente com o contexto vivido por eles. Um momento único na história, cuja atitude dificilmente se repete em nossos dias.

Esboço de Esdras 10:

10.1 – 6: A importância de Secanias

10.7 – 16: Convocação geral

10.17 – 44: Lista dos exilados que casaram com estrangeiras

 

Esdras 10.1 – 6: A importância de Secanias

1 Enquanto Esdras estava orando e confessando, chorando prostrado diante do templo de Deus, uma grande multidão de israelitas, homens, mulheres e crianças, reuniram-se em volta dele. Eles também choravam amargamente.

2 Então Secanias, filho de Jeiel, um dos descendentes de Elão, disse a Esdras: Fomos infiéis ao nosso Deus quando nos casamos com mulheres estrangeiras procedentes dos povos vizinhos. Mas, apesar disso, ainda há esperança para Israel.

3 Façamos agora um acordo diante do nosso Deus e mandemos de volta todas essas mulheres e seus filhos, segundo o conselho do meu senhor e daqueles que tremem diante dos mandamentos de nosso Deus. Que isso seja feito em conformidade com a Lei.

4 Levante-se! Esta questão está em suas mãos, mas nós o apoiaremos. Tenha coragem e mãos à obra!

5 levantou-se e fez os sacerdotes principais, os levitas e todo o Israel jurarem que fariam o que fora sugerido. E eles juraram.

6 Então Esdras retirou-se de diante do templo de Deus e foi para o quarto de Joanã, filho de Eliasibe. Enquanto esteve ali, não comeu nem bebeu nada, lamentando a infidelidade dos exilados.

Esdras 10.7 – 16: Convocação geral

7 Fez-se então uma proclamação em todo o Judá e em Jerusalém convocando todos os exilados a se reunirem em Jerusalém.

8 Os líderes e as demais autoridades tinham decidido que aquele que não viesse no prazo de três dias perderia todos os seus bens e seria excluído da comunidade dos exilados.

9 No prazo de três dias, todos os homens de Judá e de Benjamim tinham se reunido em Jerusalém, e no vigésimo dia do nono mês todo o povo estava sentado na praça que ficava diante do templo de Deus. Todos estavam profundamente abatidos por causa da reunião e também porque chovia muito.

10 Então o sacerdote Esdras levantou-se e lhes disse: Vocês têm sido infiéis! Vocês se casaram com mulheres estrangeiras, aumentando a culpa de Israel.

11 Agora confessem seu pecado ao Senhor, o Deus dos seus antepassados, e façam a vontade dele. Separem-se dos povos vizinhos e das suas mulheres estrangeiras.

12 A comunidade toda respondeu em alta voz: Você está certo! Devemos fazer o que você diz.

13 Mas há muita gente aqui, e esta é a estação das chuvas; por isso não podemos ficar do lado de fora. Além disso, essa questão não pode ser resolvida em um dia ou dois, pois foram muitos os que assim pecaram.

14 Que os nossos líderes decidam por toda a assembleia. Depois, que cada homem de nossas cidades que se casou com mulher estrangeira venha numa data marcada, acompanhado dos líderes e juízes de cada cidade, para que se afaste de nós o furor da ira de nosso Deus por causa desse pecado.

15 Somente Jônatas, filho de Asael, e Jaseías, filho de Ticvá, apoiados por Mesulão e o levita Sabetai, discordaram.

16 E assim os exilados fizeram conforme proposto. O sacerdote Esdras escolheu chefes de família, um de cada grupo de famílias, todos eles chamados por nome. E no primeiro dia do décimo mês eles se assentaram para investigar cada caso.

Esdras 10.17 – 44: Lista dos exilados que casaram com estrangeiras

17 No primeiro dia do primeiro mês terminaram de investigar todos os casos de casamento com mulheres estrangeiras.

18 Entre os descendentes dos sacerdotes, estes foram os que se casaram com mulheres estrangeiras: Dentre os descendentes de Jesua, filho de Jozadaque, e de seus irmãos: Maaséias, Eliézer, Jaribe e Gedalias.

19 Eles apertaram as mãos em sinal de garantia de que iam despedir suas mulheres, e cada um apresentou um carneiro do rebanho como oferta por sua culpa.

20 Dentre os descendentes de Imer: Hanani e Zebadias.

21 Dentre os descendentes de Harim: Maaséias, Elias, Semaías, Jeiel e Uzias.

22 Dentre os descendentes de Pasur: Elioenai, Maaséias, Ismael, Natanael, Jozabade e Eleasa.

23 Dentre os levitas: Jozabade, Simei, Quelaías, também chamado Quelita, Petaías, Judá e Eliézer.

24 Dentre os cantores: Eliasibe. Dentre os porteiros: Salum, Telém e Uri.

25 E dentre os outros israelitas: Dentre os descendentes de Parós: Ramias, Jezias, Malquias, Miamim, Eleazar, Malquias e Benaia.

26 Dentre os descendentes de Elão: Matanias, Zacarias, Jeiel, Abdi, Jeremote e Elias.

27 Dentre os descendentes de Zatu: Elioenai, Eliasibe, Matanias, Jeremote, Zabade e Aziza.

28 Dentre os descendentes de Bebai: Joanã, Hananias, Zabai e Atlai.

29 Dentre os descendentes de Bani: Mesulão, Maluque, Adaías, Jasube, Seal e Jeremote.

30 Dentre os descendentesde Paate-Moabe: Adna, Quelal, Benaia, Maaséias, Matanias, Bezalel, Binui e Manassés.

31 Dentre os descendentes de Harim: Eliézer, Issias, Malquias, Semaías, Simeão,

32 Benjamim, Maluque e Semarias.

33 Dentre os descendentes de Hasum: Matenai, Matatá, Zabade, Elifelete, Jeremai, Manassés e Simei.

34 Dentre os descendentes de Bani: Maadai, Anrão, Uel,

35 Benaia, Bedias, Queluí,

36 Vanias, Meremote, Eliasibe,

37 Matanias, Matenai e Jaasai.

38 Dentre os descendentes de Binui: Simei,

39 Selemias, Natã, Adaías,

40 Macnadbai, Sasai, Sarai,

41 Azareel, Selemias, Semarias,

42 Salum, Amarias e José.

43 Dentre os descendentes de Nebo: Jeiel, Matitias, Zabade, Zebina, Jadai, Joel e Benaia.

44 Todos esses tinham se casado com mulheres estrangeiras, e alguns deles tiveram filhos dessas mulheres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here