Ester - Bíblia de Estudo Online

Em Ester 2, observamos que o plano de Deus para nomeação de Ester como rainha, continua. Aqui o rei Xerxes é aconselhado a iniciar uma seleção com as melhores virgens do reino, para que dentre elas, uma seja a nova rainha.

A partir daí, surge Ester, que na verdade se chama Hadassa. Prima de Mardoqueu e órfã, de pai e mãe. Viveu sob os cuidados do primo durante a maior parte da vida, e era como filha para ele.

Percebemos que a educação e influência de Mardoqueu na vida de Ester são determinantes para sua nomeação como rainha. Tudo quanto ele lhe dizia, ela observava e seguia.

O procedimento de Ester era excelente. Quando chegou diante do responsável pela seleção da nova rainha, Hegai, ele prontamente gostou mais dela e a favoreceu.

Havia uma graça nela que só pode ser explicada pela presença de Deus. Todos os meses, após o tempo determinado o rei conhecia uma nova jovem. Quando viu Ester, ele ficou extremamente encantado.

“O rei gostou mais de Ester do que de qualquer outra mulher; ela foi favorecida por ele e ganhou sua aprovação mais do que qualquer das outras virgens. Então ele lhe colocou uma coroa real e tornou-a rainha em lugar de Vasti”.

Há algo nessa história que me chama muito a atenção. Ester sempre deu ouvidos as autoridades instituídas sobre ela. E mesmo depois de se tornar rainha, continuou submissa as orientações de Mardoqueu.

Com isso, percebemos que ela era uma mulher naturalmente sábia e submissa. O procedimento de Ester deve ser imitado por todas as mulheres, pois desta maneira elas serão agradáveis diante de Deus e dos homens.

Por fim, Mardoqueu descobre um plano de insurgentes para matar o rei, e denuncia a rainha. Esta por sua vez, avisa ao rei que ao investigar descobre a verdade e os traidores são mortos.

Este fato se torna posteriormente, determinante, para salvação de Mardoqueu e de todos os judeus.

Esboço de Ester 2:

2.1 – 4: A eleição de uma nova rainha

2.5 – 7: A origem de Ester

2.8 – 15: O procedimento de Ester

2.16 – 20: Ester é coroada rainha

2.21 – 23: Mardoqueu e a conspiração contra o rei

 

Ester 2.1 – 4: A eleição de uma nova rainha

  1. A abertura de um concurso supervisionado por Hegai;
  2. O critério principal era a beleza;
  3. A vencedora seria a rainha;

Ester 2.5 – 7: A origem de Ester

  1. Surge a iminente e importante figura de Mardoqueu, um judeu descendente da tribo de Benjamim;
  2. Ele cuidou de sua prima chamada, Hadassa, desde que seus pais morreram;
  3. Hadassa, era chamada de Ester na Pérsia, e dona de uma beleza singular.

Ester 2.8 – 15: O procedimento de Ester

  1. O concurso começou e algo incomum começou a acontecer;
  2. Ao ver Ester, Hegai se agradou dela mais do que das outras. E determinou tratamento de beleza, comida e lugar especial no palácio;
  3. Coincidência? Não!
  4. Deus é soberano na história, e Ele interfere em detalhes sutis para que Seu propósito seja cumprido;
  5. Ester não sabia, mas ela fazia parte de um plano muito maior;
  6. Preste atenção aos contextos e mudanças sutis de sua vida, pois Deus pode estar alterando a rota das coisas, respondendo a orações, lhe favorecendo e você nem está percebendo.
  7. Ester era uma mulher extremamente inteligente;
  8. Muito cedo ela aprendeu a definir as vozes de mentoria em sua vida e se sujeitava a elas;
  9. Seguia os conselhos de Mardoqueu e ouviu as sugestões de Hegai;
  10. Ester era agradável a todos que conviviam com ela. Você é uma pessoa agradável?;
  11. Precisamos agir como ela, definir quais as vozes de mentoria da nossa vida é determinante para que vivamos o melhor de Deus;
  12. Se por algum motivo ela fosse rebelde, desobediente a essas vozes, nada do que ela viveu, teria se tornado realidade.

Ester 2.16 – 20: Ester é coroada rainha

  1. Ao ver Ester o rei ficou encantado, e gostou dela mais do que qualquer outra mulher;
  2. Como consequência, ela foi coroada como rainha em lugar de Vasti;
  3. Mesmo rainha, ela se manteve submissa aos conselhos de Mardoqueu, não deixou de enxerga-lo como uma voz de autoridade sobre sua vida;
  4. Ester possuía um coração sincero, bondoso, e mesmo tendo se tornado rainha, não rejeitou as pessoas humildes do passado.
  5. Que grande lição!

Ester 2.21 – 23: Mardoqueu e a conspiração contra o rei

  1. À porta do palácio real, Mardoqueu ouviu dois oficiais planejando para assassinar o rei Xerxes;
  2. Ele rapidamente contou a Ester, que repassou a informação;
  3. Tendo investigado, Xerxes descobriu que era verdade. Os oficiais foram condenados a morte e o caso foi acrescentado as crônicas do reino;
  4. Deus está à todo momento criando situações para nos abençoar, se estivermos conectados com Seu Espírito, saberemos discernir estas situações;
  5. Muitos crentes deixam de receber belas bençãos do Senhor, porque não sabem se posicionar em situações como essa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here