Ester - Bíblia de Estudo Online

Em Ester 4, quando o decreto da morte dos judeus é oficialmente publicado em todas as províncias, Mardoqueu é tomado por um lamento e tristeza profundos.

A atitude dele, deve ser a nossa em momentos de caos na nossa nação, comunidade, povo. Precisamos amar nosso povo e nação.

Somos vozes proféticas levantadas para ser sal e luz. Se não resplandecermos tudo ao nosso redor será dominado por trevas e nós mesmo seremos tragados por ela.

Quando soube da tristeza de Mardoqueu, a rainha Ester ficou muito aflita, mas não sabia o motivo, e então mandou perguntar o que estava acontecendo.

O mensageiro foi até Mardoqueu e voltou a rainha com as respostas. Ele contou sobre o decreto da morte dos judeus e com instruções de seu pai adotivo, para que ela intercedesse junto ao rei.

Mas não era tão simples, havia um decreto que proibia a qualquer um ir a presença do rei sem ser chamado, e a pena podia ser a morte, a não ser que o Xerxes estendesse o cetro a Ester, simbolizando sua permissão a ela.

Quando soube das palavras da rainha, Mardoqueu disse:

“Não pense que pelo fato de estar no palácio do rei, você será a única entre os judeus que escapará, pois, se você ficar calada nesta hora, socorro e livramento surgirão de outra parte para os judeus, mas você e a família do seu pai morrerão. Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha?”

Deus trabalha em nossa vida com o propósito de nos usar para o crescimento do seu Reino. Nossos dons, talentos, posição social, enfim, fomos geográfica e estrategicamente colocados por Deus em posições nas quais sejamos uma influência do Reino de Deus.

Quando nos omitimos a esse chamado, pecamos. A omissão é sinônimo de incredulidade e pecado.

As palavras de Mardoqueu à Ester são profundas. Ele cria que socorro viria de Deus para os judeus, e talvez ele quisesse usá-la. Mas caso ela se recusasse o Senhor levantaria outra pessoa, mas qual seria o seu futuro?

Devemos pensar sobre isso quando fomos tentados à covardia. O que será de nós?

A partir disso, Ester se posiciona e pede a ele e todos os judeus que permaneçam em jejum e oração por três dias, ela fará o mesmo. O objetivo é que o Deus eterno se compadeça.

Em momentos de crise, o desespero não é a solução. Devemos orar e jejuar profundamente diante do Senhor, com o objetivo de que Ele interceda e mude o decreto do mal.

Esboço de Ester 4:

4.1 – 5: Mardoqueu chora amargamente

4.6 – 14: A responsabilidade de Ester

4.15 – 17: As instruções de Ester

 

Ester 4.1 – 5: Mardoqueu chora amargamente

  • A atitude de Mardoqueu foi de lamento e humilhação. Ele se vestiu de pano de saco e cinza, chorando muito por toda a cidade e parou na porta do palácio;
  • Quando as cartas chegaram as províncias, uma grande tristeza se apoderou dos judeus;
  • Saiba viver cada uma das fases da vida, sem pular etapas, chore quando for para chorar e sorria com o máximo que puder, tendo a consciência de que a vida é constituída de momentos, bons e ruins.
  • Quando soube do que Mardoqueu estava aflito, Ester rapidamente quis saber o motivo e providenciou o meios para isso;
  • Ore a Deus, pedindo que coloque ao seu redor, pessoas que te amem sinceramente, tanto na alegria, quanto na tristeza;
  • Que te apoiam enquanto você sonha e te oferecem o ombro enquanto você chora.

Ester 4.6 – 14: A responsabilidade de Ester

  • Mardoqueu relata ao mensageiro de Ester, tudo o que estava para acontecer com os judeus e pediu que ela intercedesse junto ao rei;
  • Ester diz a Mardoqueu que quem entrar na presença do rei, sem ser convidado está correndo risco de morte, e que ela não tinha agenda para estar diante dele;
  • Mardoqueu, que era um homem temente a Deus e de uma visão espiritual extraordinária, disse que Ester não estava imune a tudo que estava prestes a acontecer;
  • Caso ela não se posicionasse, Deus livraria seu povo, como havia feito em diversas outras ocasiões, mas o que aconteceria a ela?;
  • Ele questiona, se não foi para esse momento que Deus a colocou ali?;
  • Todo o lugar geográfico que ocupamos está cercado pelo proposito de Deus;
  • Cedo ou tarde o propósito se revelará, e devemos nos posicionar de maneira que Deus seja glorificado e as pessoas sejam edificadas.

Ester 4.15 – 17: As instruções de Ester

  • Tendo ouvido as palavras de Mardoqueu, Ester mudou sua atitude;
  • Pediu que ele e todos os judeus se colocassem em intercessão por sua vida, em jejum e oração, o que ela também faria, porque ela estava disposta a falar com o rei;
  • A partir de agora, sua vida não é mais preciosa para si mesma, Ester está mais preocupada com o propósito;
  • Mardoqueu fez conforme Ester pediu.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here