Êxodo - Bíblia de Estudo Online

Em Êxodo 2 temos o importante relato do nascimento de Moisés, que era descendente da tribo de Levi, e filho de Joquebede e Esrom, e tinha Arão e Miriã como irmãos.

Ele foi concebido exatamente em meio ao decreto de morte dos meninos de Israel, então sua mãe o escondeu por três meses, até que se tornou insustentável.

Com certeza, sob a direção de Deus, ela pôs o menino em uma pequena embarcação-caseira e o colocou no rio Nilo. Enquanto a correnteza o levava, Miriã sua irmã, o observava à margem.

Aconteceu que a embarcação encalhou nos jardins da filha de Faraó, que o encontrou e mesmo percebendo que era filho dos israelitas, teve piedade dele.

Neste instante Miriã apareceu a ela, e lhe perguntou se gostaria que ela chamasse uma mulher de Israel para amamenta-lo, e a filha de Faraó consentiu.

Miriã trouxe sua mãe, que foi paga para amamentar seu filho até que desmamou, sendo maior a criança a filha de Faraó lhe deu o nome de Moisés, porque das águas foi tirado.

Vemos o cuidado de Deus nos mínimos detalhes, no que se refere aos seus propósitos e ao Seu povo. O fato é que não precisamos entrar em desespero, mas acreditar.

Muitas famílias de Israel estavam em pânico, Joquebede preferiu crer e agir. Sua fé foi recompensada e em alguns anos, seu filho será o libertador de Israel.

Moisés Assassina Um Egípcio

Já adulto e membro da realeza egípcia, Moisés viu que um israelita estava sendo maltratado por um egípcio, e isso o incomodou muito. Percebendo que não havia ninguém por perto, ele atacou o egípcio e o matou para defender o israelita.

Dia seguinte, havia dois israelitas brigando e Moisés tentou acalmá-los, foi quando eles perguntaram: “Quer matar-nos como matou o egípcio?”.

Faraó descobriu e quis matar Moisés, que antes de ser pego, fugiu para Midiã.

Ele recebeu grande livramento de Deus na sua infância, cresceu na realeza egípcia, com acesso a muito conhecimento, riqueza e com certeza desenvolveu inúmeras habilidades, mas continuava amando seu povo, e isso não foi apagado de sua alma.

Ao assassinar o egípcio ele cometeu um erro, e não podemos dizer que isso fazia parte do plano de Deus. Assim como Abraão, Isaque, Jacó e José, cometeram erros, Moisés também.

A questão é que em Sua Soberania o Senhor utiliza até mesmo os nossos erros para glória do Seu Nome. Somente Ele é capaz de pegar algo estragado e tornar algo proveitoso.

Esboço de Êxodo 2:

2.1 – 4: O nascimento de Moisés

2.5 – 10: Moisés, tirado das águas

2.11 – 15: Moisés mata um egípcio

2.16 – 22: Moisés e as filhas de Reuel

2.21,22: O casamento de Moisés

2.23 – 25: O olhar de Deus 

 

Êxodo 2.1 – 4: O nascimento de Moisés

1 Um homem da tribo de Levi casou-se com uma mulher da mesma tribo,

2 e ela engravidou e deu à luz um filho. Vendo que era bonito, ela o escondeu por três meses.

3 Quan­do já não podia mais escondê-lo, pegou um cesto feito de junco e o vedou com piche e betume. Colocou nele o menino e deixou o cesto entre os juncos, à margem do Nilo.

4 A irmã do menino ficou observando de longe para ver o que lhe aconteceria.

Êxodo 2.5 – 10: Moisés, tirado das águas

5 A filha do faraó descera ao Nilo para tomar banho. Enquanto isso, as suas servas andavam pela margem do rio. Nisso viu o cesto entre os juncos e mandou sua criada apanhá-lo.

6 Ao abrilo, viu um bebê chorando. Ficou com pena dele e disse: “Este menino é dos hebreus”.

7 Então a irmã do menino aproximou-se e perguntou à filha do faraó: “A senhora quer que eu vá chamar uma mulher dos hebreus para amamentar e criar o menino?”

8 “Quero”, respondeu ela. E a moça foi chamar a mãe do menino.

9 Então a filha do faraó disse à mulher: “Leve este menino e amamente-o para mim, e eu lhe pagarei por is­so”. A mulher levou o menino e o amamentou.

10 Tendo o menino crescido, ela o levou à filha do faraó, que o adotou e lhe deu o nome de Moisés, dizendo: “Porque eu o tirei das águas”.

Êxodo 2.11 – 15: Moisés mata um egípcio

11 Certo dia, sendo Moisés já adulto, foi ao lugar onde estavam os seus irmãos e descobriu como era pesado o trabalho que realizavam. Viu também um egípcio espancar um dos hebreus.

12 Correu o olhar por todos os lados e, não vendo ninguém, matou o egípcio e o escondeu na areia.

13 No dia seguinte saiu e viu dois hebreus brigando. Então perguntou ao agressor: “Por que você está espancando o seu companheiro?”

14 O homem respondeu: “Quem o nomeou líder e juiz sobre nós? Quer matar-me como matou o egípcio?” Moisés teve medo e pensou: “Com certeza tudo já foi descoberto!”

15 Quando o faraó soube disso, procurou matar Moisés, mas este fugiu e foi morar na terra de Midiã. Ali assentou-se à beira de um poço.

Êxodo 2.16 – 22: Moisés e as filhas de Reuel

16 Ora, o sacerdote de Midiã tinha sete filhas. Elas foram buscar água para encher os bebedouros e dar de beber ao rebanho de seu pai.

17 Alguns pastores se aproximaram e come­çaram a expulsá-las dali; Moisés, porém, veio em auxílio delas e deu água ao rebanho.

18 Quando as moças voltaram a seu pai Reuel, este lhes perguntou: “Por que voltaram tão cedo hoje?”

19 Elas responderam: “Um egípcio defendeu-nos dos pastores e ainda tirou água do poço para nós e deu de beber ao rebanho”.

20 “Onde está ele?”, perguntou o pai a elas. “Por que o deixaram lá? Convidem-no para comer conosco.”

Êxodo 2.21,22: O casamento de Moisés

21 Moisés aceitou e concordou também em morar na casa daquele homem; este lhe deu por mulher sua filha Zípora.

22 Ela deu à luz um menino, a quem Moisés deu o nome de Gérson, dizendo: “Sou imigrante em terra estrangeira”.

Êxodo 2.23 – 25: O olhar de Deus

23 Muito tempo depois, morreu o rei do Egito. Os israelitas gemiam e clamavam debaixo da escravidão; e o seu clamor subiu até Deus.

24 Ouviu Deus o lamento deles e lembrou-se da aliança que fizera com Abraão, Isaque e Jacó.

25 Deus olhou para os israelitas e viu a situação deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here