Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Êxodo 3 Estudo: Moisés e a Sarça Ardente

Em Êxodo 3 temos o primeiro encontro entre Deus e Moisés. Assim como as profecias haviam cessado por muitas gerações antes da vinda de Cristo, para que o ressurgimento e perfeição delas através deste Grandioso Salvador e Profeta pudessem ser os mais extraordinários, também a visão havia cessado (ao que parece) entre os patriarcas por algumas gerações antes da vinda de Moisés.

Isso ocorreu para que as manifestações de Deus a ele – para a salvação de Israel – pudessem ser mais bem-recebidas. E neste capítulo temos a primeira manifestação na sarça e a conversa entre Deus e Moisés nesta visão.

Aqui está a revelação que Deus se agradou em fazer de sua glória a Moisés na sarça, da qual Moisés foi proibido de se aproximar muito, v.v. 5.

Uma declaração geral da graça e da boa vontade de Deus ao seu povo, que eram amados por amor aos seus pais, v. 6. Uma notificação específica do propósito de Deus a respeito da libertação de Israel do Egito.

O precioso Senhor afirma a Moisés que isto deveria ser feito agora, v.v. 7-9. Ele lhe dá uma missão para agir como seu embaixador tanto para o Faraó (v. 10) quanto para Israel, v. 16.3.

Ele dá resposta à objeção que Moisés fez de sua própria indignidade, v.v. 11,12. Ele lhe dá instruções completas do que dizer a Faraó e a Israel, v.v. 13-18. Ele lhe diz com antecedência qual seria o problema, v. 19ss. (Henry, Matthew, Comentário do Pentateuco)

Esboço de Êxodo 3:

Êxodo 3.1 – 6: Moisés e a sarça ardente

Êxodo 3.7 – 10: Deus vê o sofrimento do povo

Êxodo 3.11 – 15: As instruções de Deus a Moisés

Êxodo 3.16 – 22: As ordens de Deus à Moisés 

 

Êxodo 3.1 – 6: Moisés e a sarça ardente

1 Moisés pastoreava o rebanho de seu sogro Jetro, que era sacerdote de Midiã. Um dia levou o rebanho para o outro lado do deserto e chegou a Horebe, o monte de Deus.

2 Ali o Anjo do Senhor lhe apareceu numa chama de fogo que saía do meio de uma sarça. Moisés viu que, embora a sarça estivesse em chamas, não era consumida pelo fogo.

3 “Que impressionante!”, pensou. “Por que a sarça não se queima? Vou ver isso de perto.”

4 O Senhor viu que ele se aproximava para observar. E então, do meio da sarça Deus o chamou: “Moisés, Moisés!” “Eis-me aqui”, respondeu ele.

5 Então disse Deus: “Não se aproxime. Tire as sandálias dos pés, pois o lugar em que você está é terra santa”.

6 Disse ainda: “Eu sou o Deus de seu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó”. Então Moisés cobriu o rosto, pois teve medo de olhar para Deus.

Êxodo 3.7 – 10: Deus vê o sofrimento do povo

7 Disse o Senhor: De fato tenho visto a opressão sobre o meu povo no Egito, tenho escutado o seu clamor, por causa dos seus feitores, e sei quanto eles estão sofrendo.

8 Por isso desci para livrá-los das mãos dos egípcios e tirá-los daqui para uma terra boa e vasta, onde há leite e mel com fartura: a terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus.

9 Pois agora o clamor dos israelitas chegou a mim, e tenho visto como os egípcios os oprimem.

10 Vá, pois, agora; eu o envio ao faraó para tirar do Egito o meu povo, os israelitas.

Êxodo 3.11 – 15: As instruções de Deus a Moisés

11 Moisés, porém, respondeu a Deus: “Quem sou eu para apresentar-me ao faraó e tirar os israelitas do Egito?”

12 Deus afirmou: “Eu estarei com você. Esta é a prova de que sou eu quem o envia: quando você tirar o povo do Egito, vocês prestarão culto a Deus neste monte”.

13 Moisés perguntou: “Quando eu chegar diante dos israelitas e lhes disser: O Deus dos seus antepassados me enviou a vocês, e eles me perguntarem: “Qual é o nome dele?” Que lhes direi?”

14 Disse Deus a Moisés: “Eu Sou o que Sou. É isto que você dirá aos israelitas: Eu Sou me enviou a vocês”.

15 Disse também Deus a Moisés: Diga aos israelitas: O Senhor, o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó, enviou-me a vocês. Esse é o meu nome para sempre, nome pelo qual serei lembrado de geração em geração.

Êxodo 3.16 – 22: As ordens de Deus à Moisés

16 Vá, reúna as autoridades de Israel e diga-lhes: O Senhor, o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, apareceu a mim e disse: Eu virei em auxílio de vocês; pois vi o que lhes tem sido feito no Egito.

17 Prometi tirá-los da opressão do Egito para a terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus, terra onde há leite e mel com fartura.

18 As autoridades de Israel o atenderão. Depois você irá com elas ao rei do Egito e lhe dirá: O Senhor, o Deus dos hebreus, veio ao nosso encontro. Agora, deixe-nos fazer uma caminhada de três dias, adentrando o deserto, para oferecermos sacrifícios ao Senhor, o nosso Deus.

19 Eu sei que o rei do Egito não os deixará sair, a não ser que uma poderosa mão o force.

20 Por isso estenderei a minha mão e ferirei os egípcios com todas as maravilhas que realizarei no meio deles. Depois disso ele os deixará sair.

21 E farei que os egípcios tenham boa vontade para com o povo, de modo que, quando vocês saírem, não sairão de mãos vazias.

22 Todas as israelitas pedirão às suas vizinhas, e às mulheres que estiverem hospedando em casa, objetos de prata e de ouro, e roupas, que vocês porão em seus filhos e em suas filhas. Assim vocês despojarão os egípcios.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});