Bíblia de Estudo Online

Ezequiel 36 Estudo: Purificação e Prosperidade

Em Ezequiel 36, o Senhor Deus promete a Israel que irá restaurá-lo. Além disso, fará sair a vergonha implantada pelo cativeiro e humilhará as nações que se alegraram com seu sofrimento.

O Senhor deixa mais uma vez claro, que o motivo do seu juízo sobre Israel foi o procedimento deles. Profanaram o Nome do Senhor e o seu santo Templo. Além disso, se prostituíram com os deuses das outras nações e abandonaram a aliança com o Senhor.

Contudo, o Ele promete que irá restaurá-los. A dor, a vergonha, a fome, a miséria, a derrota, enfim, tudo isso será substituído pela graça de Deus e o seu favor.

Tudo o que precisamos na vida é de intimidade com Deus. Se tivermos uma aliança sincera e produtiva com o Senhor todas as áreas da nossa vida desfrutarão de sua bondade. (Ver Ezequiel 35 Estudo)

Em Ezequiel 36 veremos:

Ezequiel 36.1 – 7: Vergonha para nações inimigas

Ezequiel 36.8 – 15: Promessa de restauração

Ezequiel 36.16 – 32: O Santo Nome do Senhor

Ezequiel 36.33 – 38: Purificação e Prosperidade

 

Ezequiel 36.1 – 7: Vergonha para nações inimigas

1 Filho do homem, profetize para os montes de Israel e diga: Ó montes de Israel, ouçam a palavra do Senhor.

2 Assim diz o Soberano, o Senhor: O inimigo disse a respeito de vocês: “Ah! Ah! As antigas elevações se tornaram nossas”.

3 Por isso profetize e diga: Assim diz o Soberano, o Senhor: Eles devastaram e perseguiram vocês por todos os lados, de maneira que vocês se tornaram propriedade das demais nações e objeto de conversa maliciosa e de calúnia de todos.

4 Por isso, ó montes de Israel, ouçam a palavra do Soberano, o Senhor: Assim diz o Soberano, o Senhor, aos montes, às colinas, às ravinas, aos vales, às ruínas arrasadas e às cidades abandonadas que foram saqueadas e ridicularizadas pelas demais nações ao seu redor —

5 assim diz o Soberano, o Senhor: Em meu zelo ardente falei contra o restante das nações e contra todo o Edom, pois, com prazer e com maldade no coração, eles fizeram de minha terra sua propriedade, para saquear suas pastagens.

6 Por isso, profetize acerca da terra de Israel e diga aos montes, às colinas, às ravinas e aos vales: Assim diz o Soberano, o Senhor: Falo com ciúme em minha ira porque vocês sofreram a zombaria das nações.

7 Por isso, assim diz o Soberano, o Senhor: Juro de mão erguida que as nações ao redor também sofrerão zombaria.

Ezequiel 36.8 – 15: Promessa de restauração

8 Mas vocês, ó montes de Israel, produzirão galhos e frutos para Israel, o meu povo, pois ele virá logo para casa.

9 Estou preocupado com vocês e olharei para vocês favoravelmente; vocês serão arados e semeados,

10 e os multiplicarei, sim, toda a nação de Israel. As cidades serão habitadas e as ruínas reconstruídas.

11 Multiplicarei os homens e os animais, e eles serão prolíferos e se tornarão numerosos. Tornarei a povoá-los como no passado, e farei vocês prosperarem mais do que antes. Então vocês saberão que eu sou o Senhor.

12 Farei Israel, o meu povo, andar sobre vocês. Vocês lhe pertencerão, serão a herança de Israel; vocês nunca mais os privarão dos seus filhos.

13 Assim diz o Soberano, o Senhor: Como de fato dizem a você: “Você devora homens e priva a sua nação de filhos”,

14 você não mais devorará nem tornará sua nação sem filhos. Palavra do Soberano, o Senhor.

15 Eu não permitirei mais que você ouça o sarcasmo das nações, e você não sofrerá mais a zombaria dos povos, nem fará mais a sua nação cair. Palavra do Soberano, o Senhor.

Ezequiel 36.16 – 32: O Santo Nome do Senhor

16 De novo a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

17 Filho do homem, quando os israelitas moravam em sua própria terra, eles a contaminaram com sua conduta e com suas ações. Sua conduta era à minha vista como a impureza menstrual de uma mulher.

18 Por essa razão derramei sobre eles a minha ira, porque eles derramaram sangue na terra e porque se contaminaram com seus ídolos.

19 Eu os dispersei entre as nações, e eles foram espalhados entre os povos; eu os julguei de acordo com a conduta e as ações deles.

20 E, por onde andaram entre as nações, eles profanaram o meu santo nome, pois se dizia a respeito deles: “Esse é o povo do Senhor, mas assim mesmo teve que sair da terra que o Senhor lhe deu”.

21 Tive consideração pelo meu santo nome, o qual a nação de Israel profanou entre as nações para onde tinha ido.

22 Por isso, diga à nação de Israel: Assim diz o Soberano, o Senhor: Não é por sua causa, ó nação de Israel, que farei essas coisas, mas por causa do meu santo nome, que vocês profanaram entre as nações para onde foram.

23 Mostrarei a santidade do meu santo nome, que foi profanado entre as nações, o nome que vocês profanaram no meio delas. Então as nações saberão que eu sou o Senhor, palavra do Soberano, o Senhor, quando eu me mostrar santo por meio de vocês diante dos olhos delas.

24 Pois eu os tirarei dentre as nações, os ajuntarei do meio de todas as terras e os trarei de volta para a sua própria terra.

25 Aspergirei água pura sobre vocês e ficarão puros; eu os purificarei de todas as suas impurezas e de todos os seus ídolos.

26 Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne.

27 Porei o meu Espírito em vocês e os levarei a agirem segundo os meus decretos e a obedecerem fielmente às minhas leis.

28 Vocês habitarão na terra que dei aos seus antepassados; vocês serão o meu povo, e eu serei o seu Deus.

29 Eu os livrarei de toda a sua impureza. Convocarei o cereal e o farei multiplicar-se, e não trarei fome sobre vocês.

30 Aumentarei a produção das árvores e as safras dos campos, de modo que vocês não sofrerão mais vergonha entre as nações por causa da fome.

31 Então vocês se lembrarão dos seus caminhos maus e das suas ações ímpias, e terão nojo de si mesmos por causa das suas iniquidades e das suas práticas repugnantes.

32 Quero que saibam que não estou fazendo isso por causa de vocês. Palavra do Soberano, o Senhor. Envergonhem-se e humilhem-se por causa de sua conduta, ó nação de Israel!

Ezequiel 36.33 – 38: Purificação e Prosperidade

33 Assim diz o Soberano, o Senhor: No dia em que eu os purificar de todos os seus pecados, restabelecerei as suas cidades e as ruínas serão reconstruídas.

34 A terra arrasada será cultivada; não permanecerá arrasada à vista de todos que passarem por ela.

35 Estes dirão: “Esta terra que estava arrasada tornou-se como o jardim do Éden; as cidades que jaziam em ruínas, arrasadas e destruídas, agora estão fortificadas e habitadas”.

36 Então as nações que estiverem ao redor de vocês e que subsistirem saberão que eu, o Senhor, reconstruí o que estava destruído e replantei o que estava arrasado. Eu, o Senhor, falei, e o farei.

37 Assim diz o Soberano, o Senhor: Uma vez mais cederei à súplica da nação de Israel e farei isto por ela: tornarei o seu povo tão numeroso como as ovelhas,

38 e como os grandes rebanhos destinados às ofertas das festas fixas de Jerusalém. Desse modo as cidades em ruínas ficarão cheias de rebanhos de gente. Então eles saberão que eu sou o Senhor.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Rosimar Rocha disse:

    Ola Diego muito bom o estudo elaborado por você, eu estou aprendendo muito.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.