Bíblia de Estudo Online

Filipenses 2 Estudo: Porque Seguir o Exemplo de Jesus Cristo

Em filipenses 2, Paulo reforça o conceito de comunhão entre os irmãos. Além disso, ele utiliza de forma profunda o exemplo de Jesus Cristo e o utiliza para estimular os filipenses a resplandecer a luz de Cristo (Ver Filipenses 1).

Filipenses 2.1 – 4: Humildade e fraterno amor cristão

1 Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão,

2 completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.

3 Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos.

4 Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.

Comentário Filipenses 2.1 – 4

Paulo convida os filipenses a uma profunda koinonia (palavra grega que significa comunhão (Ver Comunhão entre os Irmãos).

Paulo pede que eles sejam unânimes. Que tenham um propósito em comum. Embora tenhamos diferenças de opinião e pensamentos, em determinados assuntos, precisamos ceder muitas vezes, em alguns pontos para manter a união do conjunto.

Filipenses 2.5 – 11: Jesus Cristo, sendo Deus, humilhou-se

5 Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus,

6 que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se;

7 mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.

8 E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz!

9 Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome,

10 para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra,

11 e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

Comentário Filipenses 2.5 – 11

Jesus Cristo é Deus. Mesmo assim, Ele se tornou homem e se submeteu a participar dos mesmos sofrimentos que todos nós, seres humanos.

Limitações, dores dificuldades, contas, pressão, etc. Além disso, sobre ele pesava a responsabilidade de redimir a humanidade. Então, ele se fez pecado por nós enfrentou o Getsêmani (Ver Jesus no Getsêmani) e a dor da crucificação (Ver Jesus na Cruz).

Três dias após a dor do Calvário, Jesus Cristo ressuscitou (Ver Ressurreição de Jesus), e recebeu o nome que está sobre todo o nome.

Filipenses 2.12 – 18: Os cristãos devem resplandecer

12 Assim, meus amados, como sempre vocês obedeceram, não apenas em minha presença, porém muito mais agora na minha ausência, ponham em ação a salvação de vocês com temor e tremor,

13 pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele.

14 Façam tudo sem queixas nem discussões,

15 para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo,

16 retendo firmemente a palavra da vida. Assim, no dia de Cristo eu me orgulharei de não ter corrido nem me esforçado inutilmente.

17 Contudo, mesmo que eu esteja sendo derramado como oferta de bebida sobre o serviço que provém da fé que vocês têm, o sacrifício que oferecem a Deus, estou alegre e me regozijo com todos vocês.

18 Estejam vocês também alegres, e regozijem-se comigo.

Comentário Filipenses 2.12 – 18

Paulo exorta os filipenses, mais uma vez a viver em união. Ele destaca que a salvação é um processo iniciado por Deus, por isso eles devem ser pacientes uns com os outros.

Ao observar a união deles, os perdidos se sentirão encorajados a estar com eles. Dessa forma, eles resplandecerão como “estrelas no universo”.

Paulo reforça o pedido, ao falar sobre a possibilidade real de sua morte. Caso acontecesse, seu trabalho não teria sido em vão, por causa do bom testemunho dos filipenses.

Filipenses 2.19 – 30: Paulo envia homens de Deus

19 Espero no Senhor Jesus enviar-lhes Timóteo brevemente, para que eu também me sinta animado quando receber notícias de vocês.

20 Não tenho ninguém como ele, que tenha interesse sincero pelo bem-estar de vocês,

21 pois todos buscam os seus próprios interesses e não os de Jesus Cristo.

22 Mas vocês sabem que Timóteo foi aprovado, porque serviu comigo no trabalho do evangelho como um filho ao lado de seu pai.

23 Portanto, é ele quem espero enviar, tão logo me certifique da minha situação,

24 confiando no Senhor que em breve também poderei ir.

25 Contudo, penso que será necessário enviar-lhes de volta Epafrodito, meu irmão, cooperador e companheiro de lutas, mensageiro que vocês enviaram para atender às minhas necessidades.

26 Pois ele tem saudade de todos vocês e está angustiado porque ficaram sabendo que ele esteve doente.

27 De fato, ficou doente e quase morreu. Mas Deus teve misericórdia dele, e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza.

28 Por isso, logo o enviarei, para que, quando o virem novamente, fiquem alegres e eu tenha menos tristeza.

29 E peço que vocês o recebam no Senhor com grande alegria e honrem a homens como este,

30 porque ele quase morreu por amor à causa de Cristo, arriscando a vida para suprir a ajuda que vocês não me podiam dar.

Comentário Filipenses 2.19 – 30

Paulo destaca a importância de Timóteo para o seu ministério. Ele é um grande exemplo de que não importa o quão jovem seja o cristão, ele pode dar frutos maravilhosos no Reino de Deus.

Da mesma forma Epafrodito. Arriscou sua integridade física e também a sua vida para oferecer ajuda a Paulo.

O apóstolo reconhece que Deus não o permitiu, para não lhe acrescentar tristeza, sobre tristeza. Isso mostra o quanto o nosso Deus é bom.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.