Bíblia de Estudo Online

Filipenses 3 Estudo: Vale Perder Tudo por Jesus Cristo

Em filipenses 3, Paulo fala sobre a superioridade da salvação em Jesus Cristo e sobre a alegria, como fruto do relacionamento sincero com Deus. Exorta os irmão a fugirem da aparência e compara os cristãos a atletas de alta performance (Ver Filipenses 2).

Filipenses 3.1 – 11: Aceitar a Jesus Cristo é o maior ganho

1 Finalmente, meus irmãos, alegrem-se no Senhor! Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é cansativo para mim e é uma segurança para vocês.

2 Cuidado com os “cães”, cuidado com esses que praticam o mal, cuidado com a falsa circuncisão!

3 Pois nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos pelo Espírito de Deus, que nos gloriamos em Cristo Jesus e não temos confiança alguma na carne,

4 embora eu mesmo tivesse razões para ter tal confiança. Se alguém pensa que tem razões para confiar na carne, eu ainda mais:

5 circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo de Israel, à tribo de Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à Lei, fariseu;

6 quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na Lei, irrepreensível.

7 Mas o que para mim era lucro, passei a considerar como perda, por causa de Cristo.

8 Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo

9 e ser encontrado nele, não tendo a minha própria justiça que procede da Lei, mas a que vem mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus e se baseia na fé.

10 Quero conhecer Cristo, o poder da sua ressurreição e a participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte

11 para, de alguma forma, alcançar a ressurreição dentre os mortos.

Comentário de Filipenses 3. 1- 11

Os filipenses, assim como todo cristão devem ter em Jesus Cristo a sua fonte de alegria. Paulo não se cansa de repetir isso.

Outro cuidado que eles deviam ter, era o de evitar os falsos mestres e a vaidade dos títulos e da aparência. Para isto, ele utiliza seu próprio exemplo de judeu e fariseu.

O seu novo nascimento em Jesus Cristo, o fez perceber o quanto seu “passado glorioso” de nada valia. Esse entendimento era tão profundo para o apóstolo, que ele diz: “considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo”.

Filipenses 3.12 – 21: Correndo em direção ao alvo

12 Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus.

13 Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante,

14 prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.

15 Todos nós que alcançamos a maturidade devemos ver as coisas dessa forma, e, se em algum aspecto vocês pensam de modo diferente, isso também Deus lhes esclarecerá.

16 Tão somente vivamos de acordo com o que já alcançamos.

17 Irmãos, sigam unidos o meu exemplo e observem os que vivem de acordo com o padrão que lhes apresentamos.

18 Pois, como já lhes disse repetidas vezes, e agora repito com lágrimas, há muitos que vivem como inimigos da cruz de Cristo.

19 O destino deles é a perdição, o seu deus é o estômago e eles têm orgulho do que é vergonhoso; só pensam nas coisas terrenas.

20 A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.

21 Pelo poder que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados, tornando-os semelhantes ao seu corpo glorioso.

Comentário de Filipenses 3.12 – 21

A cultura grega da época, valorizava e muito o desempenho intelectual e físico. Para eles a manifestação da divindade se revelava no alto rendimento dessas áreas. Daí serem o berço dos jogos olímpicos. Ao final de cada competição o vencedor recebia uma grinalda de folhas sobre a cabeça e um alto valor em dinheiro.

A partir disso, Paulo faz uma analogia. Ele compara o cristão a um atleta de alto nível, na mais acirrada competição. É uma batalha tão intensa, que olhar para trás pode fazê-lo perder segundos preciosos e consequentemente a corrida.

Ele finaliza filipenses 3 dizendo, que eles devem viver de maneira excelente em Jesus Cristo. De acordo com o padrão apresentado pelo apóstolo. No entanto, eles não deviam viver apenas à procura de mais conhecimento. Deviam praticar o que sabiam.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.