Em Gênesis 15, temos uma aliança solene entre Deus e Abrão, a respeito de um concerto que seria estabelecido entre eles. No capítulo anterior tivemos Abrão no campo com reis. Aqui nós o encontramos no monte com Deus.

E, embora ali ele parecesse grandioso, na minha opinião aqui ele parece muito mais grandioso, pois há uma honra que todos os grandes homens do mundo têm, mas esta honra que Abrão estava desfrutando no monte é aquela que “têm todos os santos”.

O concerto a ser firmado entre Deus e Abrão era um concerto de promessas. E, consequentemente, aqui temos uma garantia geral da bondade de Deus e da sua boa vontade para com Abrão, v. 1.

Uma declaração particular dos propósitos do seu amor por ele, em dois aspectos:

1. Ele lhe daria uma prole numerosa, v.v. 2-6.

2. Ele lhe daria Canaã como herança, v.v. 7-21.

Se fosse uma propriedade sem um herdeiro, ou um herdeiro sem uma propriedade, este teria sido apenas um “meio” consolo para Abrão. Mas Deus lhe assegura ambos.

E o que fazia destas duas coisas – a semente prometida e a terra prometida – verdadeiros consolos a este grande crente, era o fato de que estavam relacionadas a duas bênçãos de valor inestimável: Cristo e o céu.

E assim temos motivos para pensar que Adão as tinha como objetivos. (Henry, Matthew, Comentário do Pentateuco)

Esboço de Gênesis 15:

Gênesis 15.1 – 7: O concerto de Deus com Abrão

Gênesis 15.8 – 12: O sacrifício de Abrão

Gênesis 15.13 – 16: 400 anos de sofrimento

Gênesis 15.17 – 21: Aliança entre Deus e Abrão 

 

Gênesis 15.1 – 7: O concerto de Deus com Abrão

1 Depois dessas coisas o Senhor falou a Abrão numa visão: “Não tenha medo, Abrão! Eu sou o seu escudo; grande será a sua recompensa!”

2 Mas Abrão perguntou: “Ó Soberano Senhor, que me darás, se continuo sem filhos e o herdeiro do que possuo é Eliézer de Damasco?”

3 E acrescentou: “Tu não me deste filho algum! Um servo da minha casa será o meu herdeiro!”

4 Então o Senhor deu-lhe a seguinte resposta: “Seu herdeiro não será esse. Um filho gerado por você mesmo será o seu herdeiro”.

5 Levando-o para fora da tenda, disse-lhe: “Olhe para o céu e conte as estrelas, se é que pode contá-las”. E prosseguiu: “Assim será a sua descendência”.

6 Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi creditado como justiça.

7 Disse-lhe ainda: “Eu sou o Senhor, que o tirei de Ur dos caldeus para dar-lhe esta terra como herança”.

Gênesis 15.8 – 12: O sacrifício de Abrão

8 Perguntou-lhe Abrão: “Ó Soberano Senhor, como posso saber que tomarei posse dela?”

9 Respondeu-lhe o Senhor: “Traga-me uma novilha, uma cabra e um carneiro, todos com três anos de vida, e também uma rolinha e um pombinho”.

10 Abrão trouxe todos esses animais, cortou-os ao meio e colocou cada metade em frente à outra; as aves, porém, ele não cortou.

11 Nisso, aves de rapina começaram a descer sobre os cadáveres, mas Abrão as enxotava.

12 Ao pôr-do-sol, Abrão foi tomado de sono profundo, e eis que vieram sobre ele trevas densas e apavorantes.

Gênesis 15.13 – 16: 400 anos de sofrimento

13 Então o Senhor lhe disse: Saiba que os seus descendentes serão estrangeiros numa terra que não lhes pertencerá, onde também serão escravizados e oprimidos por quatrocentos anos.

14 Mas eu castigarei a nação a quem servirão como escravos e, depois de tudo, sairão com muitos bens.

15 Você, porém, irá em paz a seus antepassados e será sepultado em boa velhice.

16 Na quarta geração, os seus descendentes voltarão para cá, porque a maldade dos amorreus ainda não atingiu a medida completa.

Gênesis 15.17 – 21: Aliança entre Deus e Abrão

17 Depois que o sol se pôs e veio a escuridão, eis que um fogareiro esfumaçante, com uma tocha acesa, passou por entre os pedaços dos animais.

18 Naquele dia o Senhor fez a seguinte aliança com Abrão: Aos seus descendentes dei esta terra, desde o ribeiro do Egito até o grande rio, o Eufrates:

19 a terra dos queneus, dos quenezeus, dos cadmoneus,

20 dos hititas, dos ferezeus, dos refains,

21 dos amorreus, dos cananeus, dos girgaseus e dos jebuseus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here