Em Gênesis 7, temos a realização do que fora previsto no capítulo anterior, tanto no que se refere à destruição do antigo mundo e à salvação de Noé. Pois podemos ter a certeza de que nenhuma Palavra de Deus cairá por terra.

Ali, nós deixamos Noé ocupado com sua arca, e cheio de cuidados com a tarefa de concluí-la a tempo, enquanto o restante de seus vizinhos ria dele por causa de seus esforços.

Agora, aqui, vemos qual foi o fim de tudo aquilo, o objetivo dos cuidados dele e o fim da indiferença deles. E este famoso período do antigo mundo, nos dá uma ideia do estado das coisas quando o mundo que agora existe for destruído pelo fogo, assim como aquele foi destruído pela água. Veja 2 Pedro 3.6,7.

Neste capítulo temos o generoso chamado de Deus para Noé entrar na arca (v. 1), e trazer as criaturas que seriam preservadas vivas junto com ele (v.v. 2,3), em consideração ao dilúvio que estava prestes a acontecer, v. 4.

A obediência de Noé à sua visão celestial, v. 5. Quando ele estava com seiscentos anos, entrou, com a sua família, na arca (v.v. 6,7), e levou as criaturas consigo (v.v. 8,9), um relato que é repetido (v.v. 13-16) e no qual é acrescentado o tratamento cuidadoso de Deus para fechar a porta pelo lado de fora.

A chegada do dilúvio que havia sido predito (v. 10). Suas causas (v.v. 11,12): a prevalência deste, v.v. 17- 20. A terrível desolação que foi causada por esta calamidade: a morte de toda criatura vivente sobre a terra, exceto daquelas que estavam na arca, v.v. 21-23.

Seu prosseguimento em meio a um mar de águas, antes que a maré começasse a baixar: cento e cinquenta dias, v. 24. (Henry, Matthew, Comentário do Pentateuco)

Esboço de Gênesis 7:

Gênesis 7.1 – 5: Noé e sua família entram na arca

Gênesis 7.6 – 12: O dilúvio

Gênesis 7.13 – 16: Quem estava na arca?

Gênesis 7.17 – 24: A morte da humanidade 

 

Gênesis 7.1 – 5: Noé e sua família entram na arca

1 Então o Senhor disse a Noé: Entre na arca, você e toda a sua família, porque você é o único justo que encontrei nesta geração.

2 Leve com você sete casais de cada espécie de animal puro, macho e fêmea, e um casal de cada espécie de animal impuro, macho e fêmea,

3 e leve também sete casais de aves de cada espécie, macho e fêmea, a fim de preservá-las em toda a terra.

4 Daqui a sete dias farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites, e farei desaparecer da face da terra todos os seres vivos que fiz.

5 E Noé fez tudo como o Senhor lhe tinha ordenado.

Gênesis 7.6 – 12: O dilúvio

6 Noé tinha seiscentos anos de idade quando as águas do Dilúvio vieram sobre a terra.

7 Noé, seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos entraram na arca, por causa das águas do Dilúvio.

8 Casais de animais grandes, puros e impuros, de aves e de todos os animais pequenos que se movem rente ao chão

9 vieram a Noé e entraram na arca, como Deus tinha ordenado a Noé.

10 E depois dos sete dias, as águas do Dilúvio vieram sobre a terra.

11 No dia em que Noé completou seiscentos anos, um mês e dezessete dias, nesse mesmo dia todas as fontes das grandes profundezas jorraram, e as comportas do céu se abriram.

12 E a chuva caiu sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.

Gênesis 7.13 – 16: Quem estava na arca?

13 Naquele mesmo dia, Noé e seus filhos, Sem, Cam e Jafé, com sua mulher e com as mulheres de seus três filhos, entraram na arca.

14 Com eles entraram todos os animais de acordo com as suas espécies: todos os animais selvagens, todos os rebanhos domésticos, todos os demais seres vivos que se movem rente ao chão e todas as criaturas que têm asas: todas as aves e todos os outros animais que voam.

15 Casais de todas as criaturas que tinham fôlego de vida vieram a Noé e entraram na arca.

16 Os animais que entraram foram um macho e uma fêmea de cada ser vivo, conforme Deus ordenara a Noé. Então o Senhor fechou a porta.

Gênesis 7.17 – 24: A morte da humanidade

17 Quarenta dias durou o Dilúvio, e as águas aumentaram e elevaram a arca acima da terra.

18 As águas prevaleceram, aumentando muito sobre a terra, e a arca flutuava na superfície das águas.

19 As águas dominavam cada vez mais a terra, e foram cobertas todas as altas montanhas debaixo do céu.

20 As águas subiram até quase sete metros acima das montanhas.

21 Todos os seres vivos que se movem sobre a terra pereceram: aves, rebanhos domésticos, animais selvagens, todas as pequenas criaturas que povoam a terra e toda a humanidade.

22 Tudo o que havia em terra seca e tinha nas narinas o fôlego de vida morreu.

23 Todos os seres vivos foram exterminados da face da terra; tanto os homens, como os animais grandes, os animais pequenos que se movem rente ao chão e as aves do céu foram exterminados da terra. Só restaram Noé e aqueles que com ele estavam na arca.

24 E as águas prevaleceram sobre a terra cento e cinquenta dias.

Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » QUERO SER UM INSCRITO!

Estudos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here