Isaías - Bíblia de Estudo Online

Em Isaías 53, o profeta vê a figura do Filho de Deus nos dias de seu ministério. Isaías o vê diante de um grande desafio, por isso questiona: “Quem creu em nossa mensagem?”.

Ele prevê que um dos grandes adversários do Senhor Jesus seria a desconfiança. Isto, porque ele não era aparentemente imponente, nem havia estudado aos pés de um grande e influente mestre judeu.

O profeta o descreve como “raiz saída de uma terra seca”, ou seja, algo que aparentemente não frutificará. Isto porque o meio não lhe é favorável.

O Messias era um homem comum, ele cresceu em uma família pobre, não teve privilégios. Por isso o profeta diz que ele era um “homem de dores e experimentado no sofrimento”.

O Senhor conheceu as dores de trabalhar na segunda-feira. Soube o que era uma dor de cabeça, enfrentou o calor forte do deserto, foi contrariado. O Deus eterno sentiu cansaço, na pessoa de Jesus.

Tudo isso para levar nossas dores, limitações, doenças e sobretudo a morte. Aqueles que observaram a crucificação, o consideraram amaldiçoado por Deus, mas a grande verdade é que essa maldição era nossa.

Para nos conceder salvação e paz, Jesus foi dilacerado na cruz. Além disso, foi torturado pelos romanos e pelos judeus, que o insultavam e envergonhavam.

Ele fez isso quando nenhum de nós se interessava por Deus. Queríamos viver nossas vidas, seguir nossos planos. O céu não nos atraía. Deus contudo, feriu o Senhor como cordeiro de redenção, para nos dar a chance de salvação eterna.

Durante o processo de crucificação, o Senhor Jesus pouco falou. Mas nos poucos momentos que o fez, percebemos que Ele orou por aqueles que o matavam.

Não insultou, não amaldiçoou, não blasfemou. O silêncio de Jesus é também uma expressão do seu amor.

Ao final do seu sacrifício, o Senhor Jesus ressuscitou. Ele não será submetido aquilo novamente. Agora ao olhar para os que crêem, isto é os remidos, o Senhor se alegra com a trajetória que lhe causou tanta dor.

Um dos trechos que me deixa mais feliz neste texto é, “ele verá a luz e ficará satisfeito”. Hoje ao olhar para a Igreja o Ele se alegra. Temos um Deus feliz e satisfeito com aquilo que fez.

Para Ele não é um peso, um fardo, ou algo que não gostaria de ter feito. Jesus Cristo está feliz com o que fez por seu povo, e um dia nos encontraremos com Ele. 

 

Esboço de Isaías 53:

53.1 – 4: A aparência do Messias

53.5 – 8: O sacrifício do Messias

53.9 – 12: O Senhor está satisfeito

 

Isaías 53.1 – 4: A aparência do Messias

1 Quem creu em nossa mensagem? E a quem foi revelado o braço do Senhor?

2 Ele cresceu diante dele como um broto tenro, e como uma raiz saída de uma terra seca. Ele não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada havia em sua aparência para que o desejássemos.

3 Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de dores e experimentado no sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima.

4 Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças; contudo nós o consideramos castigado por Deus, por Deus atingido e afligido.

Isaías 53.5 – 8: O sacrifício do Messias

5 Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados.

6 Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho; e o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós.

7 Ele foi oprimido e afligido; e, contudo, não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado para o matadouro, e como uma ovelha que diante de seus tosquiadores fica calada, ele não abriu a sua boca.

8 Com julgamento opressivo ele foi levado. E quem pode falar dos seus descendentes? Pois ele foi eliminado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo ele foi golpeado.

Isaías 53.9 – 12: O Senhor está satisfeito

9 Foi-lhe dado um túmulo com os ímpios, e com os ricos em sua morte, embora não tivesse cometido nenhuma violência nem houvesse nenhuma mentira em sua boca.

10 Contudo, foi da vontade do Senhor esmagá-lo e fazê-lo sofrer, e, embora o Senhor tenha feito da vida dele uma oferta pela culpa, ele verá sua prole e prolongará seus dias, e a vontade do Senhor prosperará em sua mão.

11 Depois do sofrimento de sua alma, ele verá a luz e ficará satisfeito; pelo seu conhecimento meu servo justo justificará a muitos, e levará a iniquidade deles.

12 Por isso eu lhe darei uma porção entre os grandes, e ele dividirá os despojos com os fortes, porquanto ele derramou sua vida até a morte, e foi contado entre os transgressores. Pois ele levou o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu.

9 COMENTÁRIOS

  1. Já li outros artigos sobre Isaías, 53, mas o seu comentário é satisfatório; não querendo ser crítico e nem abusado, peço: use comparação com os textos mais antigos e compare versões bíblicas, isto enriquece o estudo.

  2. Graça e paz meu nobre meu nome e Armando Simermam também sou amante da palavra de Deus e pregoeiro do evangelho do reino reuni na Assembléia de Deus em aimores mg e queria te parabenizar pelo excelente trabalho que Deus em Cristo Jesus te abençoe grandemente…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here