marca_final-01

Isaías 61 Estudo: As Boas Novas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Em Isaías 61, observamos o trecho que o Senhor Jesus mencionou em sua leitura na sinagoga em Lucas 4.17- 21, e declarou que nele esta profecia se cumpria.

Fica muito claro, que parte do ministério de Jesus Cristo seria comunicar esperança a todas as nações. Consolar o coração quebrantado, anunciar liberdade, proclamar a glória eterna do Reino de Deus, enfim. A mensagem do Messias traria vida aos seus ouvintes.

Vivemos em um mundo cercado por más notícias. Morte, destruição, desolação, sofrimento, injustiça. A Palavra de Deus se contrapõe a tudo isso e nos comunica vida e esperança. A nossa alma, anteriormente vestida de pesar e dor, agora é restaurada pela esperança, cura e alergia.

Temos um Deus bom!

Sua mensagem nos reveste de salvação e vida. Agora, podemos acordar todos os dias e crer que há um bom projeto de Deus preparado para nós, além de sofrimento e angústia.

Isaías 61 e a Trindade

Em Isaías 61.1-3 vemos o texto Sagrado fazendo referência a todas as três Pessoas da Trindade: o Espírito, o Senhor Soberano, e o Messias.

Três fatores indicam que “sobre mim” se refere ao Messias.

O primeiro é a associação do Espírito Santo com a unção apontada para Jesus Cristo. Depois de serem ungidos com óleo, os primeiros dois reis de Israel, Saul e Davi, foram abençoados com o ministério do Espírito (1 Samuel 10.1 e 16.13).

Da mesma forma, Cristo foi ungido pelo Espírito Santo (Mateus 3.16-17) para ser o Rei de Israel.

A palavra hebraica para Messias significa “o Ungido”, e Cristo é o equivalente grego de Messias.

Em segundo lugar, a passagem de Isaías 61.1–2ª, foi lida por Jesus em Lucas 4.18–19 para fazer referência a Ele mesmo.

Por fim, a missão deste Ungido era o ministério de Jesus: pregar boas novas, curar e libertar, proclamar favor e vingança (Isaías 61.2), e para confortar (Isaías 61.2-3).

Quando Jesus leu essa passagem, Ele parou no meio da frase, após a palavra “favor”. Ao fazer isso, Ele estava mostrando que Sua obra seria dividida em dois momentos.

Dois momentos

No Primeiro, Ele fez as coisas mencionadas em Isaías 61.1–2a; em No Segundo, Ele fará as coisas nos versículos 2b-3.

Quando Ele retornar, Ele trará julgamento sobre os incrédulos, este será o dia da “vingança” de Deus.

Mas o Messias também “confortará” Israel, pois ela terá sofrido grande perseguição e a Grande Tribulação, nos anos anteriores.

Quando o Messias vier, Ele mudará a tristeza dos israelitas crentes em alegria, uma verdade que Isaías mencionou com frequência.

No lugar das cinzas, colocado na cabeça como um sinal de luto, eles usarão uma coroa. O azeite de oliva leve, quando aplicado no rosto e no cabelo de uma pessoa, acalma e ilumina seu espírito, dissipando assim o luto.

Outro sinal de alegria é uma roupa brilhante. Israel será justo e como robustos carvalhos exibirão o esplendor de Deus.

6 COMMENTS

  1. Temos que obedecer, porque tudo tem seu tempo,de nascer, morrer,plantar e colher,chorar e sorrir,tempo para tudo. Ele sabe o tempo de todas as coisas.

  2. Penso, que essa profecia ainda está viva. E, agora é a nossas vez de fazer segundo Isaías escreveu. Somos imitadores de Cristo; e com sua morte e ressureição somos nós os ungidos de Cristo a tomar essa profecia para cumprir o ide.

  3. Primeiramente gostaria de agradecer por esse tão esclarecedor estudo e também direcionador. Que Deus os continue usando cada vez mais como poderosas ferramentas no que se refere ao ensino da palavra de Deus…. Muito obrigado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.