marca_final-01

Jó 16 Estudo: Dor Que Não Alivia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Em Jó 16 vemos que o servo de Deus faz mais um desabafo contra os seus amigos, ele os chama de consoladores “molestos”. Ou seja, a única coisa que eles estavam conseguindo fazer, era ampliar a dor de Jó e não apaziguá-la.

Muitos de nós, crentes, estamos assim. Pulverizando as emoções das pessoas com a nossa insensibilidade e egoísmo. Quando tudo o que nos preocupa é o nosso ego, ou como vamos nos sentir, passamos como um trator sobre as pessoas sem se importar como elas vão realmente estar se sentindo depois de nossa passagem pela vida delas.

Diante da impiedade de Elifaz, Bildade e Zofar, Jó nos dá alguns conselhos na hora de aconselhar alguém:

  1. Não fale só por falar;
  2. Não dê respostas superficiais;
  3. Nada de acusações ou críticas;
  4. Coloque-se no lugar da pessoa;
  5. Ajude e encoraje;

Por mais sábio ou experiente que você seja, não há como dimensionar a dor do outro. As vezes para você é algo simples, mas para ela é o momento mais difícil da vida.

Portanto, tenha sensibilidade de amá-la como a você mesmo.

Esboço de Jó 16:

16.1 – 5: A resposta de Jó a Elifaz

16.6 – 16: Dor que não alivia

16.17 – 22: Intercessor amigo 

 

Jó 16.1 – 5: A resposta de Jó a Elifaz

1 Então Jó respondeu:

2 Já ouvi muitas palavras como essas. Pobres consoladores são vocês todos!

3 Esses discursos inúteis nunca terminarão? E você, o que o leva a continuar discutindo?

4 Bem que eu poderia falar como vocês, se estivessem em meu lugar; eu poderia condená-los com belos discursos, e menear a cabeça contra vocês.

5 Mas a minha boca procuraria encorajá-los; a consolação dos meus lábios lhes daria alívio.

Jó 16.6 – 16: Dor que não alivia

6 Contudo, se falo, a minha dor não se alivia; se me calo, ela não desaparece.

7 Sem dúvida, ó Deus, tu me esgotaste as forças; deste fim a toda a minha família.

8 Tu me deixaste deprimido, o que é uma testemunha disso; a minha magreza se levanta e depõe contra mim.

9 Deus, em sua ira, ataca-me e faz-me em pedaços, e range os dentes contra mim; meus inimigos fitam-me com olhar ferino.

10 Os homens abrem sua boca contra mim, esmurram meu rosto com zombaria e se unem contra mim.

11 Deus fez-me cair nas mãos dos ímpios e atirou-me nas garras dos maus.

12 Eu estava tranquilo, mas ele me arrebentou; agarrou-me pelo pescoço e esmagou-me. Fez de mim o seu alvo;

13 seus flecheiros me cercam. Ele traspassou sem dó os meus rins e derramou na terra a minha bílis.

14 Lança-se sobre mim uma e outra vez; ataca-me como um guerreiro.

15 Costurei veste de lamento sobre a minha pele e enterrei a minha testa no pó.

16 Meu rosto está rubro de tanto eu chorar, e sombras densas circundam os meus olhos,

Jó 16.17 – 22: Intercessor amigo

17 apesar de não haver violência em minhas mãos e de ser pura a minha oração.

18 Ó terra, não cubra o meu sangue! Não haja lugar de repouso para o meu clamor!

19 Saibam que agora mesmo a minha testemunha está nos céus; nas alturas está o meu advogado.

20 O meu intercessor é meu amigo, quando diante de Deus correm lágrimas dos meus olhos;

21 ele defende a causa do homem perante Deus, como quem defende a causa de um amigo.

22 Pois mais alguns anos apenas, e farei a viagem sem retorno.

5 COMENTÁRIOS

  1. Deus te abençoe amo os estudos que você dispõe para crescimento espiritual creio não só o meu mas um grande número de pessoas obrigada Deus continue te iluminando sempre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.

});