Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Jó 19 Estudo: A Solidão de Jó Na Dificuldade

Em Jó 19 vemos a resposta de Jó, às palavras de Bildade, faladas no capítulo anterior. Embora o seu espírito estivesse angustiado e muito acalorado, e Bildade estivesse muito irritado, ainda assim Jó lhe permitiu que dissesse tudo o que pretendia dizer.

E não o interrompeu em meio a seus argumentos, mas, quando Bildade terminou de falar, Jó lhe apresentou uma resposta justa.  Em que ele se queixa de maus tratos.

Ele julga ter sido realmente tratado de maneira muito cruel. Que os seus consoladores contribuíram para a sua aflição (v.v. 2-7). Que o seu Deus era o Autor da sua aflição (v.v. 8-12).

Que os seus parentes e amigos eram estranhos para ele, e se afastaram dele, na sua aflição (v.v. 20-22). Ele se consola com as esperanças de felicidade no outro mundo, embora tivesse tido tão pouca consolação neste.

Fazendo uma confissão muito solene da sua fé, com o desejo de que ela pudesse ser registrada como uma evidência da sua sinceridade (v.v. 23-27). E conclui com uma advertência a seus amigos, para que não persistam nas suas cruéis censuras a ele (v.v. 28,29).

Se a exposição que Jó apresenta aqui de suas angústias pode servir, às vezes, para justificar as nossas queixas, ainda assim as suas visões otimistas da condição futura, ao mesmo tempo, podem nos envergonhar, a nós cristãos, e podem servir para silenciar nossas queixas, ou pelo menos, contrabalançá-las. (Henry, Matthew, Comentário dos Livros Poéticos)

Esboço de Jó 19:

Jó 19.1 – 7: A resposta de Jó a Bildade

Jó 19.8 – 21: A solidão de Jó

Jó 19.22 – 29: O meu Redentor vive 

 

Jó 19.1 – 7: A resposta de Jó a Bildade

1 Então Jó respondeu:

2 Até quando vocês continuarão a atormentar-me, e a esmagar-me com palavras?

3 Vocês já me repreenderam dez vezes; não se envergonham de agredir-me!

4 Se é verdade que me desviei, meu erro só interessa a mim.

5 Se de fato vocês se exaltam acima de mime usam contra mima minha humilhação,

6 saibam que foi Deus que me tratou male me envolveu em sua rede.

7 Se grito: É injustiça! Não obtenho resposta; clamo por socorro, todavia não há justiça.

Jó 19.8 – 21: A solidão de Jó

8 Ele bloqueou o meu caminho, e não consigo passar; cobriu de trevas as minhas veredas.

9 Despiu-me da minha honra e tirou a coroa de minha cabeça.

10 Ele me arrasa por todos os lados enquanto eu não me vou; desarraiga a minha esperança como se arranca uma planta.

11 Sua ira acendeu-se contra mim; ele me vê como inimigo.

12 Suas tropas avançam poderosamente; cercam-me e acampam ao redor da minha tenda.

13 Ele afastou de mimos meus irmãos; até os meus conhecidos estão longe de mim.

14 Os meus parentes me abandonaram e os meus amigos esqueceram-se de mim.

15 Os meus hóspedes e as minhas servas consideram-me estrangeiro; veem-me como um estranho.

16 Chamo o meu servo, mas ele não me responde, ainda que eu lhe implore pessoalmente.

17 Minha mulher acha repugnante o meu hálito; meus próprios irmãos têm nojo de mim.

18 Até os meninos zombam de mime dão risada quando apareço.

19 Todos os meus amigos chegados me detestam; aqueles a quem amo voltaram-se contra mim.

20 Não passo de pele e ossos; escapei só com a pele dos meus dentes.

21 Misericórdia, meus amigos! Misericórdia! Pois a mão de Deus me feriu.

Jó 19.22 – 29: O meu Redentor vive

22 Por que vocês me perseguem como Deus o faz? Nunca irão saciar-se da minha carne?

23 Quem dera as minhas palavras fossem registradas! Quem dera fossem escritas num livro,

24 fossem talhadas a ferro no chumbo, ou gravadas para sempre na rocha!

25 Eu sei que o meu Redentor vive, e que no fim se levantará sobre a terra.

26 E depois que o meu corpo estiver destruído e sem carne, verei a Deus.

27 Eu o verei com os meus próprios olhos; eu mesmo, e não outro! Como anseia no meu peito o coração!

28 Se vocês disserem: “Vejamos como vamos persegui-lo, pois a raiz do problema está nele”,

29 melhor será que temam a espada, porquanto por meio dela a ira lhes trará castigo, e então vocês saberão que há julgamento.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});