O capítulo de João 16 é a última parte das instruções que Jesus deu aos seus discípulos antes da sua entrega voluntária em nosso favor, quando morreu na cruz como cordeiro de Deus que tira o pecado mundo (conf. 1.29).

No capítulo 14, os discípulos receberam a instrução sobre a vinda do Espírito Santo. No capítulo 15 Jesus ensinou-lhes sobre a necessidade de permanecermos em comunhão íntima com ele, para cumprirmos o nosso objetivo de frutificarmos. E, neste capítulo 16, vamos encontrar algumas promessas feitas por Jesus relacionadas ao ministério do Espírito Santo.

Este capítulo é importantíssimo, pois, juntamente com o oitavo capítulo da carta de Paulo aos Romanos, é um dos textos mais instrutivos do Novo Testamento que nos revelam verdades que se referem à pessoa e ao ministério do Espírito Santo.

Inicialmente, devemos lembrar que ainda estamos no contexto daquela quinta-feira, em que Jesus se despediu dos seus discípulos, pois dali a algumas horas ele seria preso, julgado, condenado, e crucificado em nosso lugar.

Mesmo diante da crucificação, enquanto as autoridades judaicas e o próprio diabo pensavam estar derrotando o Verbo de Deus, o Deus encarnado, Jesus Cristo estava obtendo a sua grande e inquestionável vitória, estava obtendo a sua glorificação, pois, nos planos eternos, a sua vitória, o seu triunfo e a sua glorificação, já na eternidade, haviam sido preditas que ocorreriam através da cruz do Calvário! A aparente derrota foi, na verdade, uma retumbante vitória, e graças a Deus, a vitória de Jesus é a nossa vitória!

Neste capítulo, nessas palavras finais de despedida, as afirmações de Jesus foram proferidas com o propósito de ensinar, encorajar e estimular os seus discípulos que estavam entristecidos diante da realidade da sua partida. Porque ainda não conseguiam discernir claramente o significado de todos os eventos que iriam acontecer, estavam abatidos e tristes.

Mas Jesus lhes garantiu que conhecia antecipadamente e estava no controle de todas as situações que iriam acontecer dentro de poucas horas.

Como uma introdução às orientações que se seguiriam, os quatro primeiros versos desse capítulo merecem uma consideração especial.

  1. Tenho-vos dito estas coisas para que não vos escandalizeis.
  2. Eles vos expulsarão das sinagogas; mas vem a hora em que todo o que vos matar julgará com isso tributar culto a Deus.
  3. Isto farão porque não conhecem o Pai, nem a mim.
  4. Ora, estas coisas vos tenho dito para que, quando a hora chegar, vos recordeis de que eu vo-las disse. Não vo-las disse desde o princípio, porque eu estava convosco.

Em relação a esses quatro versos iniciais, podemos identificar nessas palavras de Jesus sua atenção e o seu cuidado amoroso para com todos os seus discípulos.

Na verdade, naqueles momentos decisivos, os discípulos, perplexos, inseguros, sem saber o que lhes aconteceria no futuro, precisavam mais do que nunca de palavras que lhes transmitissem confiança, esperança e segurança.

Diante das palavras de Jesus, podemos dizer que, apesar das mais difíceis circunstâncias, todo discípulo deve manter-se firme no desenvolvimento de sua vida cristã, pois Jesus tem garantido de forma inquestionável seu conhecimento e seu controle sobre aquilo que nos afeta. (1)

Esboço de João 16:

João 16.1 – 11: Jesus promete a constante companhia divina

João 16.12 – 15: Jesus promete o ministério de ensino do Espírito Santo

João 16.16 – 19: Através do Espírito Santo

João 16.20 – 24: Jesus promete a alegria no lugar da tristeza

João 16.25 – 28: A vitória pela nossa relação com o Pai

João 16.29 – 30: Promessa de entendimento

João 16.31 – 33: Jesus promete paz em meio às aflições

 

João 16.1 – 11: Jesus promete a constante companhia divina

1 Eu lhes tenho dito tudo isso para que vocês não venham a tropeçar.

2 Vocês serão expulsos das sinagogas; de fato, virá o tempo quando quem os matar pensará que está prestando culto a Deus.

3 Farão essas coisas porque não conheceram nem o Pai, nem a mim.

4 Estou lhes dizendo isto para que, quando chegar a hora, lembrem-se de que eu os avisei. Não lhes disse isso no princípio, porque eu estava com vocês.

5 Agora que vou para aquele que me enviou, nenhum de vocês me pergunta: “Para onde vais?”

6 Porque falei estas coisas, o coração de vocês encheu-se de tristeza.

7 Mas eu lhes afirmo que é para o bem de vocês que eu vou. Se eu não for, o Conselheiro não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei.

8 Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo.

9 Do pecado, porque os homens não crêem em mim;

10 da justiça, porque vou para o Pai, e vocês não me verão mais;

11 e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está condenado.

João 16.12 – 15: Jesus promete o ministério de ensino do Espírito Santo

12 Tenho ainda muito que lhes dizer, mas vocês não o podem suportar agora.

13 Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir.

14 Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e o tornará conhecido a vocês.

15 Tudo o que pertence ao Pai é meu. Por isso eu disse que o Espírito receberá do que é meu e o tornará conhecido a vocês.

João 16.16 – 19: Através do Espírito Santo

16 “Mais um pouco e já não me verão; um pouco mais, e me verão de novo”.

17 Alguns dos seus discípulos disseram uns aos outros: “O que ele quer dizer com isso: “Mais um pouco e não me verão”; e “um pouco mais e me verão de novo”, e “porque vou para o Pai”?”

18 E perguntavam: “Que quer dizer “um pouco mais”? Não entendemos o que ele está dizendo”.

19 Jesus percebeu que desejavam interrogá-lo a respeito disso, pelo que lhes disse: Vocês estão perguntando uns aos outros o que eu quis dizer quando falei: Mais um pouco e não me verão; um pouco mais e me verão de novo?

João 16.20 – 24: Jesus promete a alegria no lugar da tristeza

20 Digo-lhes que certamente vocês chorarão e se lamentarão, mas o mundo se alegrará. Vocês se entristecerão, mas a tristeza de vocês se transformará em alegria.

21 A mulher que está dando à luz sente dores, porque chegou a sua hora; mas, quando o bebê nasce, ela esquece a angústia, por causa da alegria de ter vindo ao mundo.

22 Assim acontece com vocês: agora é hora de tristeza para vocês, mas eu os verei outra vez, e vocês se alegrarão, e ninguém lhes tirará essa alegria.

23 Naquele dia vocês não me perguntarão mais nada. Eu lhes asseguro que meu Pai lhes dará tudo o que pedirem em meu nome.

24 Até agora vocês não pediram nada em meu nome. Peçam e receberão, para que a alegria de vocês seja completa.

João 16.25 – 28: A vitória pela nossa relação com o Pai

25 Embora eu tenha falado por meio de figuras, vem a hora em que não usarei mais esse tipo de linguagem, mas lhes falarei abertamente a respeito de meu Pai.

26 Nesse dia, vocês pedirão em meu nome. Não digo que pedirei ao Pai em favor de vocês,

27 pois o próprio Pai os ama, porquanto vocês me amaram e creram que eu vim de Deus.

28 Eu vim do Pai e entrei no mundo; agora deixo o mundo e volto para o Pai.

João 16.29 – 30: Promessa de entendimento

29 Então os discípulos de Jesus disseram: Agora estás falando claramente, e não por figuras.

30 Agora podemos perceber que sabes todas as coisas e nem precisas que te façam perguntas. Por isso cremos que vieste de Deus.

João 16.31 – 33: Jesus promete paz em meio às aflições

31 Respondeu Jesus: Agora vocês crêem?

32 Aproxima-se a hora, e já chegou, quando vocês serão espalhados cada um para a sua casa. Vocês me deixarão sozinho. Mas eu não estou sozinho, pois meu Pai está comigo.

33 “Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”.

Referências

  1. Neves, I., & McGee, J. V. (2012). Comentário Bíblico de João. (I. Mazzacorati, Org.) (Segunda edição, p. 283–285). São Paulo, SP: Rádio Trans Mundial.

1 COMENTÁRIO

  1. Deus te usou poderosamente para me confirma a palavra que o Senhor Jesus mim falou hoje Glória a Deus..que Deus possa continuar te usando na palavra e no seu ministério cada dia mais em nome de Jesus

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here