Lemos no capítulo anterior como a idolatria se infiltrou na família de Mica. Em Juízes 18, lemos como a idolatria passou para a tribo de Dã e como se instalou em uma cidade renomada.

Veja o grande incêndio que um pequeno fogo pode causar!

A tribo de Dã recebeu sua porção de terras por último entre todas as tribos e, como essa terra não era suficiente para eles, eles receberam uma cidade importante, num lugar bem afastado de Canaã, em direção ao norte. “Que eles a tomem para si”. Ela era chamada de Laís ou Lesém (Josué 19.47).

Encontramos neste capítulo o envio de espias para obterem um relato do lugar. Eles acabaram conhecendo o sacerdote de Mica (v.v. 1-6). Os espias voltaram com um relatório bastante animador (v.v.7-10).

As forças que foram enviadas para conquistar Laís (v.v. 11-13). Como eles saquearam Mica e seus deuses (v.v. 14-26). A fácil conquista de Laís (v.v. 27-29).

Após conquistarem a cidade, ergueram a imagem de escultura ali (v.v. 30,31). (Henry, Matthew, Comentário de Josué a Ester)

Esboço de Juízes 18:

Juízes 18.1 – 6: Os espias de Dã encontram Mica

Juízes 18.7 – 13: Relatório favorável

Juízes 18.14 – 21: Convite inusitado

Juízes 18.22 – 26: A tristeza de Mica

Juízes 18.27 – 31: A idolatria de Dã 

 

Juízes 18.1 – 6: Os espias de Dã encontram Mica

1 Naquela época não havia rei em Israel, e a tribo de Dã estava procurando um local onde estabelecer-se, pois ainda não tinha recebido herança entre as tribos de Israel.

2 Então enviaram cinco guerreiros de Zorá e de Estaol para espionarem a terra e explorá-la. Esses homens representavam todos os clãs da tribo. Disseram-lhes: “Vão, explorem a terra”. Os homens chegaram aos montes de Efraim e foram à casa de Mica, onde passaram a noite.

3 Quando estavam perto da casa de Mica, reconheceram a voz do jovem levita; aproximaram-se e lhe perguntaram: “Quem o trouxe para cá? O que você está fazendo neste lugar? Por que você está aqui? ”

4 O jovem lhes contou o que Mica fizera por ele, e disse: “Ele me contratou, e eu sou seu sacerdote”.

5 Então eles lhe pediram: “Pergunte a Deus se a nossa viagem será bem-sucedida”.

6 O sacerdote lhes respondeu: “Vão em paz. Sua viagem tem a aprovação do Senhor”.

Juízes 18.7 – 13: Relatório favorável

7 Os cinco homens partiram e chegaram a Laís, onde viram que o povo vivia em segurança, como os sidônios, despreocupado e tranquilo, e gozava prosperidade, pois a sua terra não lhe deixava faltar nada. Viram também que o povo vivia longe dos sidônios e não tinha relações com nenhum outro povo.

8 Quando voltaram a Zorá e a Estaol, seus irmãos lhes perguntaram: “O que descobriram? ”

9 Eles responderam: Vamos atacá-los! Vimos que a terra é muito boa. Vocês vão ficar aí sem fazer nada? Não hesitem em ir apossar-se dela.

10 Chegando lá, vocês encontrarão um povo despreocupado e uma terra espaçosa que Deus pôs nas mãos de vocês, terra onde não falta coisa alguma!

11 Então seiscentos homens da tribo de Dã partiram de Zorá e de Estaol, armados para a guerra.

12 Na viagem armaram acampamento perto de Quiriate-Jearim, em Judá. É por isso que até hoje o local, a oeste de Quiriate-Jearim, é chamado Maané-Dã.

13 Dali foram para os montes de Efraim e chegaram à casa de Mica.

Juízes 18.14 – 21: Convite inusitado

14 Os cinco homens que haviam espionado a terra de Laís disseram a seus irmãos: “Vocês sabiam que numa dessas casas há um manto sacerdotal, ídolos da família, uma imagem esculpida e um ídolo de metal? Agora vocês sabem o que devem fazer”.

15 Então eles se aproximaram e foram à casa do jovem levita, à casa de Mica, e o saudaram.

16 Os seiscentos homens de Dã, armados para a guerra, ficaram junto à porta.

17 Os cinco homens que haviam espionado a terra entraram e apanharam a imagem, o manto sacerdotal, os ídolos da família e o ídolo de metal, enquanto o sacerdote e os seiscentos homens armados permaneciam à porta.

18 Quando os homens entraram na casa de Mica e apanharam a imagem, o manto sacerdotal, os ídolos da família e o ídolo de metal, o sacerdote lhes perguntou: “Que é que vocês estão fazendo? ”

19 Eles lhe responderam: “Silêncio! Não diga nada. Venha conosco, e seja nosso pai e sacerdote. Não será melhor para você servir como sacerdote uma tribo e um clã de Israel do que apenas a família de um só homem? ”

20 Então o sacerdote se alegrou, apanhou o manto sacerdotal, os ídolos da família e a imagem esculpida e se juntou à tropa.

21 Pondo os seus filhos, os seus animais e os seus bens na frente deles, partiram de volta.

Juízes 18.22 – 26: A tristeza de Mica

22 Quando já estavam a certa distância da casa, os homens que moravam perto de Mica foram convocados e alcançaram os homens de Dã.

23 Como vinham gritando atrás deles, estes se voltaram e perguntaram a Mica: “Qual é o seu problema? Por que convocou os seus homens para lutar? ”

24 Ele respondeu: “Vocês estão levando embora os deuses que fiz e o meu sacerdote. O que me sobrou? Como é que ainda podem perguntar: “Qual é o seu problema?””

25 Os homens de Dã responderam: “Não discuta conosco, senão alguns homens de temperamento violento o atacarão, e você e a sua família perderão a vida”.

26 E assim os homens de Dã seguiram seu caminho. Vendo que eles eram fortes demais para ele, Mica virou-se e voltou para casa.

Juízes 18.27 – 31: A idolatria de Dã

27 Os homens de Dã levaram o que Mica fizera e o seu sacerdote, e foram para Laís, lugar de um povo pacífico e despreocupado. Eles mataram todos ao fio da espada e queimaram a cidade.

28 Não houve quem os livrasse, pois viviam longe de Sidom e não tinham relações com nenhum outro povo. A cidade ficava num vale que se estende até Bete-Reobe. Os homens de Dã reconstruíram a cidade e se estabeleceram nela.

29 Deram à cidade anteriormente chamada Laís o nome de Dã, em homenagem a seu antepassado Dã, filho de Israel.

30 Eles levantaram para si o ídolo, e Jônatas, filho de Gérson, neto de Moisés, e os seus filhos foram sacerdotes da tribo de Dã até que o povo foi para o exílio.

31 Ficaram com o ídolo feito por Mica durante todo o tempo em que o santuário de Deus esteve em Siló.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here