Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Lucas 11 Estudo: A Oração do Pai Nosso

Lucas 11.1 – 4: Os discípulos pedem a Jesus Cristo que lhes ensine a orar. Ao ver a necessidade e o anseio deles, o Senhor lhes apresenta a conhecida: oração do Pai nosso.

A intenção de Jesus não é que nós fiquemos repetindo esta oração o tempo todo, seu desejo é que sejamos capazes de compreender os princípios que estão contidos nesta oração.

Lucas 11.5 – 8: Jesus Cristo continua ensinando aos seus discípulos sobre a importância da oração. Daí ele conta a parábola do amigo persistente para ilustrar como a oração deve ser praticada.

Lucas 11.9 – 13: Jesus Cristo estimula seus discípulos a perseverarem em oração. Ela deve ser uma prática constante e indispensável.

O Senhor mostra que qualquer que seja a necessidade, dificuldade, impedimento, enfim tudo deve ser apresentado a Deus em oração, pois ele tem o maior prazer de ouvir a seus filhos.

Lucas 11.14 – 26: Jesus Cristo é acusado de expulsar demônios com autoridade dada por Belzebu. A partir daí ele dá um profundo ensinamento sobre a divisão.

Não há nada que se desenvolva quando no seu núcleo há divisão. O crescimento sadio exige unidade. Ou seja, não é possível que o reino das trevas lute consigo mesmo.

Lucas 11.27,28: Em dado momento uma mulher da multidão exclamou: “Feliz é a mulher que te deu à luz e te amamentou”.

A resposta de Jesus é surpreendente. Ele deixa claro que mais feliz é quem ouve a Palavra de Deus e a pratica.

O que aprendo?

Que Jesus não é um narcisista louco por admiração e prestígio. Seu principal objetivo é que os verdadeiros adoradores o adorem em espírito e em verdade.

Lucas 11.29 – 32: Algumas pessoas cercam Jesus e lhe pedem sinais. Mas ele nega. Jesus anuncia que os sinais que lhes serão dados serão os das Escrituras.

Desde o Gênesis até os seus dias, o que eles veriam de agora em diante é cumprimento do que foi dito pelos profetas.

Lucas 11.33 – 36: Para saber mais sobre este trecho assista: O DEUS QUE AMPLIA A NOSSA VISÃO.

Lucas 11.37 – 41: Um fariseu convida Jesus Cristo para uma refeição mas percebe que ele não se purifica cerimonialmente.

Conhecendo o seu pensamento, Jesus lhe diz que mais importante do que um corpo limpo é um interior limpo. Os fariseus eram conhecidos por seu zelo extremo a Lei e também por sua hipocrisia.

Lucas 11.42 – 54: Jesus Cristo anuncia uma série de juízos severos contra os fariseus e contra sua conduta religiosa. (Ver Lucas 10 Estudo)

 

Esboço de Lucas 11:

11.1 – 4: A oração do Pai nosso

11.5 – 8: A parábola do amigo persistente

11.9 – 13: A importância da oração

11.14 – 26: O reino divido

11.27,28: Felizes os que ouvem e praticam a Palavra

11.29 – 32: Jesus Cristo é o Senhor

11.33 – 36: Os olhos são a candeia do corpo

11.37 – 41: Jesus come com um fariseu

11.42 – 54: O juízo de Jesus contra os fariseus

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});

O jesuseabiblia.com tem uma nova Política de Privacidade e Cookies Saiba mais.