Bíblia de Estudo Online

Lucas 12 Estudo: Cuidado Com a Hipocrisia

Lucas 12.1 – 5: Jesus Cristo nunca escondeu o seu desconforto com a hipocrisia. Ele nos orienta a tomar todo o cuidado possível para não acabarmos envolvidos em suas artimanhas.

Daí ele diz que “não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido”. É melhor sermos pessoas sinceras, transparentes.

Aquilo que as pessoas observarem em mim, deve ser o que eu realmente sou.

Lucas 12.6,7: Você já parou para pensar em quantos cabelos há na sua cabeça? Não? Pois eles estão todos contados. Por quem?

O nosso Pai. Ele é cuidadoso e atencioso. Seu amor infinito está constantemente nos surpreendendo.

Ou seja, se Ele tem o cuidado de contar os cabelos de sua cabeça, Ele vê sua lágrima e contempla suas preocupações.

Lucas 12.8 – 10: Vivemos em um mundo que deseja controlar a nossa fé em Jesus Cristo. Confessa-lo publicamente é pré-requisito para a salvação.

Esta confissão não se dá apenas em palavras. O comportamento, as escolhas, decisões, palavras ou seja a nossa vida deve ser uma confissão pública de quem Jesus é.

Lucas 12. 11 – 21: O Senhor nos ensina que não devemos viver preocupados com o ter. Daí ele conta a parábola do rico sem juízo.

Nela um homem passou a vida preocupado em ter cada vez mais bens e dinheiro. O que ocorreu é que teve uma morte repentina e em vida não construiu nada para Deus.

Precisamos sempre refletir sobre as nossas prioridades e quais são as nossas prioridades na vida. Que legado queremos deixar?

Pois bem, são perguntas fundamentais para uma vida plena com Deus!

Lucas 12.22 – 34: Jesus Cristo continua ensinando sobre o ter. De agora em diante ele fala sobre a ansiedade com as necessidades da vida. Temas como comida e roupa são abordados.

Daí o Senhor Jesus utiliza exemplos da natureza para nos mostrar que não há necessidade de vivermos de maneira tão ansiosa (Ver Estudo Bíblico Sobre a Ansiedade).

Lucas 12.35 – 40: A volta de Jesus Cristo é algo iminente. Precisamos estar preparados em todo tempo para o acontecimento deste maravilhoso evento. Ele chega a comparar com a vinda de um ladrão, algo que normalmente ninguém espera.

Lucas 12.41 – 48: Ainda falando sobre sua volta, Jesus Cristo conta a parábola do empregado fiel. Certo senhor deixou os servos sob a custódia de um administrador, com a esperança de que ele cuide de todos.

Seu dever é mantê-los alimentados e seguros. Digamos que o administrador considere que o Senhor está demorando demais e pare de desempenhar sua tarefa.

Jesus diz que o Senhor virá em uma hora que ele não espera e o punirá por causa do seu mau trabalho.

O exemplo é bem claro. Jesus Cristo espera que na sua volta todos nós estejamos prontos, servindo bem. Deve haver em nós uma expectativa viva e constante.

Lucas 12.49 – 53: Crer em Jesus Cristo têm muitas consequências e uma delas é a divisão. Há vários casos de cristãos que perderam direitos familiares, foram excluídos, marginalizados de seu convívio por causa de sua fé em Jesus Cristo.

Jesus não esconde esta possibilidade. Isto ocorre para que ninguém se desiluda achando que tudo será “flores” na caminhada cristã.

Lucas 12.54 – 56: Jesus Cristo dá um destaque a nossa racionalidade. Ele diz que assim como somos capazes de perceber quando vai chover ou “fazer sol”, devemos também ser capazes de perceber os sinais do fim.

Dessa forma, devemos nos preparar, não ficar dispersos. Pois a partir dos sinais nos posicionaremos diante da vontade de Deus.

Lucas 12.57 – 59: Jesus Cristo nos orienta a evitar a discórdia, a todo custo. Estando dentro de suas possibilidades mantenha a paz com todos.

Não seja uma pessoa promotora da discórdia, mas promotora da paz. Os efeitos dessa atitude promovem um ambiente de conciliação extremamente saudável e benéfico para todos. (Ver Lucas 11 Estudo)

Lucas 12.1 – 5: Cuidado com a hipocrisia

1 Nesse meio tempo, tendo-se juntado uma multidão de milhares de pessoas, ao ponto de se atropelarem umas às outras, Jesus começou a falar primeiramente aos seus discípulos, dizendo: Tenham cuidado com o fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.

2 Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido.

3 O que vocês disseram nas trevas será ouvido à luz do dia, e o que vocês sussurraram aos ouvidos dentro de casa, será proclamado dos telhados.

4 Eu lhes digo, meus amigos: Não tenham medo dos que matam o corpo e depois nada mais podem fazer.

5 Mas eu lhes mostrarei a quem vocês devem temer: temam aquele que, depois de matar o corpo, tem poder para lançar no inferno. Sim, eu lhes digo, esse vocês devem temer.

Lucas 12.6,7: O cuidado de Deus

6 Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus.

7 Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!

Lucas 12.8 – 10: Confessando publicamente Jesus Cristo

8 Eu lhes digo: Quem me confessar diante dos homens, também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus.

9 Mas aquele que me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.

10 Todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem será perdoado, mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado.

Lucas 12. 11 – 21: Parábola do rico sem juízo

11 Quando vocês forem levados às sinagogas e diante dos governantes e das autoridades, não se preocupem com a forma pela qual se defenderão, ou com o que dirão,

12 pois naquela hora o Espírito Santo lhes ensinará o que deverão dizer.

13 Alguém da multidão lhe disse: “Mestre, dize a meu irmão que divida a herança comigo”.

14 Respondeu Jesus: “Homem, quem me designou juiz ou árbitro entre vocês?”

15 Então lhes disse: “Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens”.

16 Então lhes contou esta parábola: A terra de certo homem rico produziu muito.

17 Ele pensou consigo mesmo: “O que vou fazer? Não tenho onde armazenar minha colheita”.

18 Então disse: “Já sei o que vou fazer. Vou derrubar os meus celeiros e construir outros maiores, e ali guardarei toda a minha safra e todos os meus bens.

19 E direi a mim mesmo: Você tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos. Descanse, coma, beba e alegre-se”.

20 Contudo, Deus lhe disse: “Insensato! Esta mesma noite a sua vida lhe será exigida. Então, quem ficará com o que você preparou?”

21 “Assim acontece com quem guarda para si riquezas, mas não é rico para com Deus”.

Lucas 12.22 – 34: A ansiosa solicitude da vida

22 Dirigindo-se aos seus discípulos, Jesus acrescentou: Portanto eu lhes digo: Não se preocupem com sua própria vida, quanto ao que comer; nem com seu próprio corpo, quanto ao que vestir.

23 A vida é mais importante do que a comida, e o corpo, mais do que as roupas.

24 Observem os corvos: não semeiam nem colhem, não têm armazéns nem celeiros; contudo, Deus os alimenta. E vocês têm muito mais valor do que as aves!

25 Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?

26 Visto que vocês não podem sequer fazer uma coisa tão pequena, por que se preocupar com o restante?

27 Observem como crescem os lírios. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles.

28 Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, quanto mais vestirá vocês, homens de pequena fé!

29 Não busquem ansiosamente o que comer ou beber; não se preocupem com isso.

30 Pois o mundo pagão é que corre atrás dessas coisas; mas o Pai sabe que vocês precisam delas.

31 Busquem, pois, o Reino de Deus, e essas coisas lhes serão acrescentadas.

32 Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-lhes o Reino.

33 Vendam o que têm e dêem esmolas. Façam para vocês bolsas que não se gastem com o tempo, um tesouro nos céus que não se acabe, onde ladrão algum chega perto e nenhuma traça destrói.

34 Pois onde estiver o seu tesouro, ali também estará o seu coração.

Lucas 12.35 – 40: A volta de Jesus Cristo

35 Estejam prontos para servir, e conservem acesas as suas candeias,

36 como aqueles que esperam seu senhor voltar de um banquete de casamento; para que, quando ele chegar e bater, possam abrir-lhe a porta imediatamente.

37 Felizes os servos cujo senhor os encontrar vigiando, quando voltar. Eu lhes afirmo que ele se vestirá para servir, fará que se reclinem à mesa, e virá servi-los.

38 Mesmo que ele chegue de noite ou de madrugada, felizes os servos que o senhor encontrar preparados.

39 Entendam, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que hora viria o ladrão, não permitiria que a sua casa fosse arrombada.

40 Estejam também vocês preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que não o esperam.

Lucas 12.41 – 48: Parábola do empregado fiel

41 Pedro perguntou: “Senhor, estás contando esta parábola para nós ou para todos?”

42 O Senhor respondeu: Quem é, pois, o administrador fiel e sensato, a quem seu senhor encarrega dos seus servos, para lhes dar sua porção de alimento no tempo devido?

43 Feliz o servo a quem o seu senhor encontrar fazendo assim quando voltar.

44 Garanto-lhes que ele o encarregará de todos os seus bens.

45 Mas suponham que esse servo diga a si mesmo: “Meu senhor se demora a voltar”, e então comece a bater nos servos e nas servas, a comer, a beber e a embriagar-se.

46 O senhor daquele servo virá num dia em que ele não o espera e numa hora que não sabe, e o punirá severamente e lhe dará um lugar com os infiéis.

47 Aquele servo que conhece a vontade de seu senhor e não prepara o que ele deseja, nem o realiza, receberá muitos açoites.

48 Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites. A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido.

Lucas 12.49 – 53: Jesus Cristo provoca divisão

49 Vim trazer fogo à terra, e como gostaria que já estivesse aceso!

50 Mas tenho que passar por um batismo, e como estou angustiado até que ele se realize!

51 Vocês pensam que vim trazer paz à terra? Não, eu lhes digo. Ao contrário, vim trazer divisão!

52 De agora em diante haverá cinco numa família divididos uns contra os outros: três contra dois e dois contra três.

53 Estarão divididos pai contra filho e filho contra pai, mãe contra filha e filha contra mãe, sogra contra nora e nora contra sogra.

Lucas 12.54 – 56: Discernindo os tempos

54 Dizia ele à multidão: Quando vocês vêem uma nuvem se levantando no ocidente, logo dizem: “Vai chover”, e assim acontece.

55 E quando sopra o vento sul, vocês dizem: “Vai fazer calor”, e assim ocorre.

56 Hipócritas! Vocês sabem interpretar o aspecto da terra e do céu. Como não sabem interpretar o tempo presente?

Lucas 12.57 – 59: O dever de reconciliação

57 Por que vocês não julgam por si mesmos o que é justo?

58 Quando algum de vocês estiver indo com seu adversário para o magistrado, faça tudo para se reconciliar com ele no caminho; para que ele não o arraste ao juiz, o juiz o entregue ao oficial de justiça, e o oficial de justiça o jogue na prisão.

59 Eu lhe digo que você não sairá de lá enquanto não pagar o último centavo.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.