Lucas 23.1 – 7: Os líderes religiosos não tinham o poder de aplicar pena de morte. Além disso, questões religiosas também não eram suficientes para levar o Império romano a aplicar a pena de morte.

Sendo assim, os judeus começaram a acusar Jesus Cristo de insurreição. O acusaram de ser contrário ao pagamento de impostos e contrário ao Império.

Ao ouvir as acusações Pilatos interrogou a Jesus e não encontrou nele nenhum crime. Em seguida descobriu que o Mestre era galileu.

Foi quando decidiu enviá-lo a Herodes, pois a Galileia era sua jurisdição.

Lucas 23.8 – 12: Após a avaliação de Pilatos, Jesus é enviado a Herodes para ser interrogado por ele. Ao ver que era o Mestre da Galileia, Herodes demonstra grande interesse.

Ele queria um espetáculo. Pediu que Jesus operasse milagres e ensinasse. O silêncio do Senhor o surpreendeu negativamente.

A partir daí eles começaram a zombar de Jesus e a ridiculariza-lo. Em seguida, Herodes ordenou que o prisioneiro fosse mais uma vez levado a Pilatos o governador.

Algo muito interessante acontece esse dia. Pilatos e Herodes não se davam bem, a ponto de não se falarem. No dia em que Jesus passou por suas vidas houve reconciliação. Perceba!

Embora eles o estivessem condenando, Jesus como agente de reconciliação estava operando.

Lucas 23.13 – 25: Para saber tudo sobre a Crucificação de Jesus leia: Jesus na Cruz – Sofrimento, Crucificação e Morte de Jesus

Lucas 23.26 – 31: Já bastante debilitado por causa da tortura, o Senhor Jesus não conseguia mais carregar a sua Cruz. Foi quando os soldados romanos tiveram uma ideia.

Obrigaram um estrangeiro de Cirene a ajudar o condenado a carregar a cruz. Havia uma mensagem nisso.

Os romanos queriam mostrar a Jesus que nem eles nem o seu povo “sujariam” sua mãos com ele.

Lucas 23.32 – 49: Para saber tudo sobre a Crucificação de Jesus leia: Jesus na Cruz – Sofrimento, Crucificação e Morte de Jesus

Lucas 23.50 – 56: Após a morte de Jesus, José de Arimatéia um dos mestres do Sinédrio foi até Pilatos pedir autorização para sepultar o corpo. O que lhe foi concedido. (Ver Lucas 22 Estudo)

 

Esboço de Lucas 23:

23.1 – 7: Pilatos interroga Jesus

23.8 – 12: Herodes interroga Jesus

23.13 – 25: Jesus é condenado a crucificação

23.26 – 31: Uma severa advertência

23.32 – 49: A Crucificação de Jesus Cristo

23.50 – 56: Jesus é sepultado

Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » QUERO SER UM INSCRITO!

Estudos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here