marca_final-01

Marcos 16 Estudo: A Devoção das Mulheres a Jesus

A devoção das mulheres a Jesus vai além do que Ele podia fazer por elas, era um amor sincero. E isso ficou ainda mais claro na ida delas ao túmulo do Mestre.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na madrugada do domingo, Maria mãe de Jesus e algumas mulheres foram ao sepulcro de Jesus para ungir o seu corpo, como um ato de pura devoção. Contudo, eles não esperavam que acontecesse o que estava por vir (Marcos 16.1 – 4).

Ao chegar no sepulcro, elas foram surpreendidas com o túmulo de Jesus aberto e com um anjo que as aguardava para dizer que Ele havia ressuscitado.

Com isso, ele lhes fez promessas de poder e autoridade confirmando o ministério deles e a Palavra por eles anunciada, por meio de sinais, prodígios e maravilhas.

Marcos 16 e o amor das seguidoras de Jesus

Após o pôr do sol, ainda no sábado, as mulheres que testemunharam a morte e o sepultamento de Jesus compraram especiarias, óleos aromáticos, para ungir o corpo de Jesus na manhã seguinte.

Isso indica que elas não esperavam que Jesus ressuscitasse dos mortos.

Especiarias foram derramadas sobre um cadáver para neutralizar o odor de decomposição e como uma expressão simbólica de devoção amorosa.

Bem cedo no primeiro dia da semana (domingo, 17 de nisã), logo após o nascer do sol, as mulheres foram ao túmulo (Marcos 16.2,3).

Elas saíram de casa enquanto ainda estava escuro e chegaram ao túmulo logo após o nascer do sol.

Elas sabiam que uma grande pedra havia sido rolada na frente da entrada do túmulo.

Quando as mulheres chegaram ao local, olharam para o túmulo e imediatamente notaram que a pedra tinha sido removida, pois era muito grande e, portanto, facilmente vista (Marcos 16.4,5).

As mulheres entraram na sala externa da tumba que levava à câmara mortuária interna.

Elas ficaram surpresos ao ver um jovem sentado à sua direita, provavelmente em frente à câmara mortuária.

As circunstâncias únicas, a descrição que a acompanha e a mensagem reveladora indicam que Marcos o via como um mensageiro angelical enviado por Deus, ainda que o chamasse de jovem, o manto branco retratava sua origem e esplendor celestial.

Lucas e João mencionaram a presença de dois anjos, o número necessário para um testemunho válido, segundo a tradição judaica; mas Mateus e Marcos se referem a apenas um, provavelmente o porta-voz.

As mulheres ficaram alarmadas quando encontraram o mensageiro divino e foram avisada sobre a ressurreição de Jesus.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.