Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Marcos 2 Estudo: Jesus Come Com Pecadores

Em Marcos 2, o autor começa relatando a cura de um paralítico em Cafarnaum. O doente foi colocada na presença de Cristo, por quatro amigos do rapaz que o desceram pelo telhado, isto porque a casa estava lotada e não havia outro lugar para entrar.

Durante este milagre, o Filho de Deus mostra sua autoridade para perdoar pecados, algo que os mestres da lei questionaram.

Após isso, Marcos relata a presença de Jesus na coletoria, onde ele chama Levi (Mateus) para ser seu discípulo. Imediatamente Levi deixa tudo e o segue.

A alegria de Levi por ter conhecido Jesus é tão grande que ele prepara um jantar e convida todos seus amigos, que lotam a casa.

O Senhor dá mais uma lição: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores”.

Marcos encerra narrando o episódio em que os discípulos com fome, apanham espigas no sábado. Os fariseus criticam sua atitude.

Jesus Cristo responde citando o exemplo de Davi e declara: “O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado… o Filho do homem é Senhor até mesmo do sábado.

Esboço de Marcos 2:

Marcos 2.1 – 12: Jesus cura um paralítico em Cafarnaum

Marcos 2.13 – 15: Jesus chama Levi

Marcos 2.16 – 22: Jesus come com publicanos e pecadores

Marcos 2.23 – 28: Jesus Cristo é Senhor do sábado

 

Jesus Chama Levi

“E, passando, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na alfândega, e disse-lhe: Segue-me. E, levantando-se, o seguiu. E aconteceu que, estando sentado à mesa em casa deste, também estavam sentados à mesa com Jesus e seus discípulos muitos publicanos e pecadores; porque eram muitos, e o tinham seguido. E os escribas e fariseus, vendo-o comer com os publicanos e pecadores, disseram aos seus discípulos: Por que come e bebe ele com os publicanos e pecadores?” (Marcos 2:14-16)

Cristo convoca Levi – que se chamava Mateus e trabalhava na alfândega em Cafarnaum, razão pela qual ele era chamado de “publicano”. O seu trabalho o fixou junto ao mar, e para ali Cristo foi, para encontrá-lo, e para convocá-lo.

Aqui está dito que esse Levi era “filho de Alfeu”, ou Clopas, marido daquela Maria que era irmã ou parente próxima de Maria de Nazaré (João 19.25); se isso for verdade, ele seria irmão de Tiago, o menor, e de Judas, e de “Simão, o Zelote”, de modo que haveria quatro irmãos entre os apóstolos.

Vivendo Às Avessas

É provável que Mateus fosse apenas um jovem extravagante, caso contrário, sendo um judeu, ele nunca teria se tornado um publicano. Apesar disso, Cristo o chamou para que o seguisse.

Paulo, embora fosse fariseu, tinha sido um dos maiores pecadores, e ainda assim, foi chamado para ser um apóstolo. Com Deus, através de Cristo, existe misericórdia para perdoar os maiores pecados, e graça para santificar os maiores pecadores.

Mateus, que tinha sido um publicano, tornou-se um evangelista, o primeiro a escrever sobre a vida de Cristo, tendo feito isso da maneira mais completa.

Grandes pecados e escândalos antes da conversão não são obstáculos para grandes dons, graças e progressos mais tarde; pois assim Deus pode ser ainda mais glorificado.

Cristo se antecipou a ele, com esse chamado. Normalmente Jesus era procurado para as curas do corpo, mas nessas curas espirituais, Ele encontrava aqueles que não o procuravam.

O grande mal e o grande perigo da doença do pecado é o fato de que aqueles que estão sujeitos a ele não desejam ser curados. (Henry, Matthew, Comentário dos Evangelhos)

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Walber Rocha de Carvalho disse:

    Parabéns pela palavra. Que o nosso continue dando sabedoria e o discernimento da sua ciência.Fica na paz

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});