Marcos - Bíblia de Estudo Online

Em Marcos 5, há o registro de três maravilhosos milagres operados por Jesus Cristo. O primeiro deles é a cura do endemoninhado gesareno.

Ele vivia oprimido por demônios há muito tempo, ninguém conseguia contê-lo ou conviver com ele. Correntes não conseguiam segurá-lo, nada era suficiente. Isso fez com que ele se isolasse e vivesse entre o sepulcros, mutilando seu próprio corpo.

Quando Jesus o encontrou os demônios que o oprimiam tiveram que deixá-lo. Após a libertação e a cura, o homem pede ao Senhor para segui-lo, Jesus por sua vez, ordena que ele volte para casa e conte a família sobre a bondade de Deus com ele.

O gesareno obedece e faz muito mais do que lhe foi pedido. Ele anuncia a mais de dez cidades sobre o que Jesus Cristo fez por ele.

A Mulher do Fluxo de Sangue

O Segundo milagre de Jesus em Marcos 5, é o da mulher do fluxo de sangue. Havia doze anos que ela era afligida por uma enfermidade.

Quando ele ouviu falar de Jesus Cristo ela creu da seguinte forma: “Se eu tão-somente tocar em seu manto, ficarei curada” (Marcos 5:28).

Isso mesmo aconteceu, ao tocar no manto de Cristo ela foi imediatamente curada e testemunhou a todos os presentes sobre o milagre.

Ressurreição da Filha de Jairo

O terceiro milagre de Jesus em Marcos 5, é o da filha de Jairo. A menina já havia sido dada por morta, quando Jesus exortou a Jairo que não desistisse de crer.

Cristo ordenou que todos saíssem, ficando com ele apenas Pedro, Tiago e João. Com poucas palavras o Senhor da vida ordenou e a menina acordou, completamente curada.

Esboço de Marcos 5:

5.1 – 15:  Jesus cura o endemoninhado gesareno

5.16 – 20: O homem curado quer seguir a Jesus Cristo

5.21 – 24: A filha de Jairo 

5.25 – 34: Jesus cura a mulher do fluxo de sangue

5.35 – 43: Jesus cura a filha de Jairo 

 

Marcos 5.1 – 15:  Jesus cura o endemoninhado gesareno

1 Eles atravessaram o mar e foram para a região dos gerasenos.

2 Quando Jesus desembarcou, um homem com um espírito imundo veio dos sepulcros ao seu encontro.

3 Esse homem vivia nos sepulcros, e ninguém conseguia prendê-lo, nem mesmo com correntes;

4 pois muitas vezes lhe haviam sido acorrentados pés e mãos, mas ele arrebentara as correntes e quebrara os ferros de seus pés. Ninguém era suficientemente forte para dominá-lo.

5 Noite e dia ele andava gritando e cortando-se com pedras entre os sepulcros e nas colinas.

6 Quando ele viu Jesus de longe, correu e prostrou-se diante dele,

7 e gritou em alta voz: “Que queres comigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Rogo-te por Deus que não me atormentes!”

8 Pois Jesus lhe tinha dito: “Saia deste homem, espírito imundo!”

9 Então Jesus lhe perguntou: “Qual é o seu nome?” “Meu nome é Legião”, respondeu ele, “porque somos muitos.”

10 E implorava a Jesus, com insistência, que não os mandasse sair daquela região.

11 Uma grande manada de porcos estava pastando numa colina próxima.

12 Os demônios imploraram a Jesus: “Manda-nos para os porcos, para que entremos neles”.

13 Ele lhes deu permissão, e os espíritos imundos saíram e entraram nos porcos. A manada de cerca de dois mil porcos atirou-se precipício abaixo, em direção ao mar, e nele se afogou.

14 Os que cuidavam dos porcos fugiram e contaram esses fatos na cidade e nos campos, e o povo foi ver o que havia acontecido.

15 Quando se aproximaram de Jesus, viram ali o homem que fora possesso da legião de demônios, assentado, vestido e em perfeito juízo; e ficaram com medo.

Marcos 5.16 – 20: O homem curado quer seguir a Jesus Cristo

16 Os que estavam presentes contaram ao povo o que acontecera ao endemoninhado, e falaram também sobre os porcos.

17 Então o povo começou a suplicar a Jesus que saísse do território deles.

18 Quando Jesus estava entrando no barco, o homem que estivera endemoninhado suplicava-lhe que o deixasse ir com ele.

19 Jesus não o permitiu, mas disse: “Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você”.

20 Então, aquele homem se foi e começou a anunciar em Decápolis o quanto Jesus tinha feito por ele. Todos ficavam admirados.

Marcos 5.21 – 24: A filha de Jairo

21 Tendo Jesus voltado de barco para a outra margem, uma grande multidão se reuniu ao seu redor, enquanto ele estava à beira do mar.

22 Então chegou ali um dos dirigentes da sinagoga, chamado Jairo. Vendo Jesus, prostrou-se aos seus pés

23 e lhe implorou insistentemente: “Minha filhinha está morrendo! Vem, por favor, e impõe as mãos sobre ela, para que seja curada e que viva”.

24 Jesus foi com ele. Uma grande multidão o seguia e o comprimia.

Marcos 5.25 – 34: Jesus cura a mulher do fluxo de sangue

25 E estava ali certa mulher que havia doze anos vinha sofrendo de hemorragia.

26 Ela padecera muito sob o cuidado de vários médicos e gastara tudo o que tinha, mas, em vez de melhorar, piorava.

27 Quando ouviu falar de Jesus, chegou por trás dele, no meio da multidão, e tocou em seu manto,

28 porque pensava: “Se eu tão-somente tocar em seu manto, ficarei curada”.

29 Imediatamente cessou sua hemorragia e ela sentiu em seu corpo que estava livre do seu sofrimento.

30 No mesmo instante, Jesus percebeu que dele havia saído poder, virou-se para a multidão e perguntou: “Quem tocou em meu manto?”

31 Responderam os seus discípulos: “Vês a multidão aglomerada ao teu redor e ainda perguntas: “Quem tocou em mim?””

32 Mas Jesus continuou olhando ao seu redor para ver quem tinha feito aquilo.

33 Então a mulher, sabendo o que lhe tinha acontecido, aproximou-se, prostrou-se aos seus pés e, tremendo de medo, contou-lhe toda a verdade.

34 Então ele lhe disse: “Filha, a sua fé a curou! Vá em paz e fique livre do seu sofrimento”.

Marcos 5.35 – 43: Jesus cura a filha de Jairo

35 Enquanto Jesus ainda estava falando, chegaram algumas pessoas da casa de Jairo, o dirigente da sinagoga. “Sua filha morreu”, disseram eles. “Não precisa mais incomodar o mestre!”

36 Não fazendo caso do que eles disseram, Jesus disse ao dirigente da sinagoga: “Não tenha medo; tão-somente creia”.

37 E não deixou ninguém segui-lo, senão Pedro, Tiago e João, irmão de Tiago.

38 Quando chegaram à casa do dirigente da sinagoga, Jesus viu um alvoroço, com gente chorando e se lamentando em alta voz.

39 Então entrou e lhes disse: “Por que todo este alvoroço e lamento? A criança não está morta, mas dorme”.

40 Mas todos começaram a rir de Jesus. Ele, porém, ordenou que eles saíssem, tomou consigo o pai e a mãe da criança e os discípulos que estavam com ele, e entrou onde se encontrava a criança.

41 Tomou-a pela mão e lhe disse: “Talita cumi!”, que significa “menina, eu lhe ordeno, levante-se!”.

42 Imediatamente a menina, que tinha doze anos de idade, levantou-se e começou a andar. Isso os deixou atônitos.

43 Ele deu ordens expressas para que não dissessem nada a ninguém e mandou que dessem a ela alguma coisa para comer.

8 COMENTÁRIOS

  1. Deus talvez quis mostrar, que aqueles ao qual vc judeu rejeita, considerá impróprio(porcos) se sacrifica para te salvar, quanto a carne de porco……..A nossa salvação se baseia na fé, não no cumprimento de muitas regras de pureza. Jesus declarou puros todos os alimentos (Marcos 7:19).

  2. No 5:10 rogou- lhe . O demônio entendeu que Jesus tinha todo o poder sobre ele e dirigiu-se a Jesus com um intenso desejo de que o seu pedido fosse ayendido. Não mandasse para fora do país . Os demônios queriam permanecer no mesmo área onde estavam exercendo seus poderes malignos.
    5.11 porcos: Os porcos eram animais imundos para os judeus , de modo que as pessoas que cuidavam desse rebanho eram ou gentios ou judeus que não se importavam com a lei .
    5.13 Jesus o permitiu . De acordo com seus propósitos soberanos, Jesus permitiu que os demônios entrassem nos porcos e os destruíssem – o texto não fornecesse outra explicação (ver Rm9.20)
    Ao fazer isso Jesus deu ao homem uma poderosa, visível e clara lição da imensidade do mal do qual ele fora liberto.
    Fonte de pesquisa Bíblia de estudo marcathur

  3. Aquele homem vivia isolado da sociedade,Quando Jesus desceu do barco aquele homem foi ao seu encontro ,como ele sabia que o tal era Jesus ,pois se ele vivia isolado?

  4. Graça e paz, realmente ainda estou prescrutando uma opinião, se eu fosse opinar pelos relatos mesmo sendo um pedido para irem ao encontro da manada de porcos, porque os porcos; eles morreram e não voltaram mais? A obra foi realizada os donos perderam; não quiseram mais O Senhor ali. Parece pelos relatos que os porcos eram dos judeus que não podiam comer, seria uma forma de punição para o povo judeu? Enfim vamos aproveitar e continuar prescrutando.

  5. O texto informa que quando Jesus libertou aquele homem,deu consentimento para os demônios entrarem nos porcos,e ao fazer isso,as pessoas que cuidavam dos porcos saíram e anunciaram o acontecimento na cidade e aos arredores,e muitas gentes foi ao local e presenciaram o que aconteceu,e quando Jesus pede ao homem que foi liberto que volte e anuncie o fato as pessoas das cidades e familiares,eles teriam certeza que tudo o que aquele homem iria contar seria verdade, embora as pessoas pediram pra jesus que não ficasse ali,elas eram testemunhas que realmente aquele homem foi LIBERTO,e com isso jesus foi conhecido,e Deus glorificado.

  6. Maravilhoso estudo. Mas cheguei nele quando buscava esclarecimento para algo que me intriga nesse texto. No entanto, mesmo tendo sido acrescenta da de muitos esclarecimentos maravilhosos ainda assim não achei o que procurava. Portanto vou perguntar, e a minha dúvida é:
    Por que Jesus permitiu àquela legião possuir aos porco e consequentemente destruí- los? Por que não os ordenou saírem sem causar danos a quaisquer criatura viva?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here