Bíblia de Estudo Online

Marcos 7 Estudo: Jesus e a Tradição dos Homens

Em Marcos 7, Jesus Cristo começa criticando severamente a tradição dos fariseus. Eles criticavam Jesus e seus discípulos por não respeitarem os rituais de purificação.

Todas as vezes que eles se sentavam para comer, tinham que lavar as mãos e todo o antebraço, simbolizando que estavam purificados. Muitas vezes os utensílios usados durante a refeição tinham de ser purificados.

Os líderes religiosos judeus achavam que não deviam ter contato algum com os “pagãos”.

A vida de Jesus Cristo e seu comportamento popular os irritava profundamente, principalmente porque a multidão acreditava que ele era o Filho de Deus.

Jesus Cristo os critica severamente e deixa bem claro que o ser humano é considerado impuro a partir do seu interior. Os seus pensamentos, desejos e intenções determinam se ele é ou não impuro.

Isto ocorre, porque somos movidos pelos nossos pensamentos. Ou seja, aquilo que pensamos determina quem somos.

Em seguida Marcos relata que Jesus estava curando até mesmo pessoas de outras nacionalidades. Ele expulsa demônios de um jovem siro-fenícia a pedido de sua mãe.

Marcos 7 encerra, com mais um testemunho de cura. Dessa vez Jesus curou um homem surdo e mudo.

As pessoas que o viram operar esse milagre testemunhavam: “Ele faz tudo muito bem. Faz até o surdo ouvir e o mudo falar”. (Ver Marcos 6 Estudo).

 

Esboço de Marcos 7:

7.1 – 13: Jesus e a “tradição das homens”

7.14 – 23: O que sai do homem é o que o torna impuro

7.24 – 30: Jesus cura a filha da siro-fenícia

7.31 – 37: Jesus cura um surdo

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.