Números - Bíblia de Estudo Online

Em Números 19 vemos as recomendações do Senhor sobre a alguém que tocou em cadáver, ele estava impuro e deveria oferecer sacrifícios de purificação.

A grande mensagem deste capítulo para os nossos dias, é sobre o cuidado que devemos ter, no que se refere a velha vida e suas práticas que conduzem a morte.

Muitos cristãos vivem tocando em “coisas mortas” e atraindo a morte espiritual sobre suas vidas. São práticas, hábitos, vícios, desejos, enfim essa atração a impureza por meio da morte pode se dar de diversas maneiras.

No meu caso por exemplo, houve uma época da minha vida, em que era viciado em vídeo game. Passavas horas a fio, durante dias, jogando. Quando terminava uma maratona já queria entrar em outra.

À medida que o tempo foi passando eu me sentia um lixo. Mal conseguia meditar na Palavra de Deus ou orar, espiritualmente eu me sentia como se estivesse sem energia, fraco.

O Espírito Santo falou ao meu coração e me convenceu que jogar vídeo game, com esta intensidade era algo muito danoso a minha saúde espiritual e física, me mostrou que era preciso parar.

E foi o que fiz, e fui sarado.

Hoje, analisando com clareza, eu percebo que esta prática fazia comigo o que um cadáver fazia com um israelita, me tornava impuro. Mas o sangue de Jesus, pode nos purificar de todo o pecado, e foi o que aconteceu comigo.

Esboço de Números 19:

19.1 – 10: As cinzas da purificação

19.11 – 22: A aplicação das cinzas 

 

Números 19.1 – 10: As cinzas da purificação

1 Disse também o Senhor a Moisés e a Arão:

2 Esta é uma exigência da lei que o Senhor ordenou: Mande os israelitas trazerem uma novilha vermelha, sem defeito e sem mancha, sobre a qual nunca tenha sido colocada uma canga.

3 Vocês a darão ao sacerdote Eleazar; ela será levada para fora do acampamento e sacrificada na presença dele.

4 Então o sacerdote Eleazar pegará um pouco do sangue com o dedo e o aspergirá sete vezes, na direção da entrada da Tenda do Encontro.

5 Na presença dele a novilha será queimada: o couro, a carne, o sangue e o excremento.

6 O sacerdote apanhará um pedaço de madeira de cedro, hissopo e lã vermelha e os atirará ao fogo que estiver queimando a novilha.

7 Depois disso o sacerdote lavará as suas roupas e se banhará com água. Então poderá entrar no acampamento, mas estará impuro até o cair da tarde.

8 Aquele que queimar a novilha também lavará as suas roupas e se banhará com água, e também estará impuro até o cair da tarde.

9 Um homem cerimonialmente puro recolherá as cinzas da novilha e as colocará num local puro, fora do acampamento. Serão guardadas pela comunidade de Israel para uso na água da purificação, para a purificação de pecados.

10 Aquele que recolher as cinzas da novilha também lavará as suas roupas, e ficará impuro até o cair da tarde. Este é um decreto perpétuo, tanto para os israelitas como para os estrangeiros residentes.

Números 19.11 – 22: A aplicação das cinzas

11 Quem tocar num cadáver humano ficará impuro durante sete dias.

12 Deverá purificar-se com essa água no terceiro e no sétimo dia; então estará puro. Mas, se não se purificar no terceiro e no sétimo dia, não estará puro.

13 Quem tocar num cadáver humano e não se purificar, contamina o tabernáculo do Senhor e será eliminado de Israel. Ficará impuro porque a água da purificação não foi derramada sobre ele; sua impureza permanece sobre ele.

14 Esta é a lei que se aplica quando alguém morre numa tenda: quem entrar na tenda e quem nela estiver ficará impuro sete dias,

15 e qualquer recipiente que não estiver bem fechado ficará impuro.

16 Quem estiver no campo e tocar em alguém que tenha sido morto à espada, ou em alguém que tenha sofrido morte natural, ou num osso humano, ou num túmulo, ficará impuro durante sete dias.

17 Pela pessoa impura, colocarão um pouco das cinzas do holocausto de purificação num jarro e derramarão água da fonte por cima.

18 Então um homem cerimonialmente puro pegará hissopo, molhará na água e a aspergirá sobre a tenda, sobre todos os utensílios e sobre todas as pessoas que estavam ali. Também a aspergirá sobre todo aquele que tiver tocado num osso humano, ou num túmulo, ou em alguém que tenha sido morto ou que tenha sofrido morte natural.

19 Aquele que estiver puro a aspergirá sobre a pessoa impura no terceiro e no sétimo dia, e no sétimo dia deverá purificá-la. Aquele que estiver sendo purificado lavará as suas roupas e se banhará com água, e naquela tarde estará puro.

20 Mas, se aquele que estiver impuro não se purificar, será eliminado da assembleia, pois contaminou o santuário do Senhor. A água da purificação não foi aspergida sobre ele, e ele está impuro.

21 Este é um decreto perpétuo para eles. O homem que aspergir a água da purificação também lavará as suas roupas, e todo aquele que tocar na água da purificação ficará impuro até o cair da tarde.

22 Qualquer coisa na qual alguém que estiver impuro tocar se tornará impura, e qualquer pessoa que nela tocar ficará impura até o cair da tarde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here