Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Números 32 Estudo: O Pedido dos Rubenitas

Em Números 32, temos o humilde pedido das tribos de Rúben e Gade, por uma herança daquele lado do Jordão, em que Israel agora estava acampado segundo a direção de Deus, v.v. 1-5.

A interpretação equivocada que Moisés faz deste pedido, v.v. 6-15. A explicação que eles dão, e a correção da interpretação, v.v. 16-19. A concessão do pedido, sob as condições e limitações que eles mesmos propuseram, v. 20ss. (Henry, Matthew, Comentário do Pentateuco)

Esboço de Números 32:

Números 32.1 – 15: O pedido dos rubenitas

Números 32.16 – 27: O ajuste entre Moisés e as duas tribos

Números 32.28 – 42: A herança dos rubenitas 

Números 32.1 – 15: O pedido dos rubenitas

1 As tribos de Rúben e de Gade, donas de numerosos rebanhos, viram que as terras de Jazar e de Gileade eram próprias para a criação de gado.

2 Por isso foram a Moisés, ao sacerdote Eleazar e aos líderes da comunidade, e disseram:

3 Atarote, Dibom, Jazar, Ninra, Hesbom, Eleale, Sebã, Nebo e Beom,

4 terras que o Senhor subjugou perante a comunidade de Israel, são próprias para a criação de gado, e os seus servos possuem gado.

5 E acrescentaram: “Se podemos contar com o favor de vocês, deixem que essa terra seja dada a estes seus servos como herança. Não nos façam atravessar o Jordão”.

6 Moisés respondeu aos homens de Gade e de Rúben: E os seus compatriotas irão à guerra enquanto vocês ficam aqui?

7 Por que vocês desencorajam os israelitas de entrar na terra que o Senhor lhes deu?

8 Foi isso que os pais de vocês fizeram quando os enviei de Cades-Barnéia para verem a terra.

9 Depois de subirem ao vale de Escol e examinarem a terra, desencorajaram os israelitas de entrar na terra que o Senhor lhes tinha dado.

10 A ira do Senhor se acendeu naquele dia, e ele fez este juramento:

11 “Como não me seguiram de coração íntegro, nenhum dos homens de vinte anos para cima que saíram do Egito verá a terra que prometi sob juramento a Abraão, a Isaque e a Jacó,

12 com exceção de Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, e Josué, filho de Num, que seguiram o Senhor com integridade de coração”.

13 A ira do Senhor acendeu-se contra Israel, e ele os fez andar errantes no deserto durante quarenta anos, até que passou toda a geração daqueles que lhe tinham desagradado com seu mau procedimento.

14 E aí estão vocês, raça de pecadores, pondo-se no lugar dos seus antepassados e acendendo ainda mais a ira do Senhor contra Israel.

15 Se deixarem de segui-lo, de novo ele os abandonará no deserto, e vocês serão o motivo da destruição de todo este povo.

Números 32.16 – 27: O ajuste entre Moisés e as duas tribos

16 Então se aproximaram de Moisés e disseram: Gostaríamos de construir aqui currais para o nosso gado e cidades para as nossas mulheres e para os nossos filhos.

17 Mas nós nos armaremos e estaremos prontos para ir à frente dos israelitas até que os tenhamos levado ao seu lugar. Enquanto isso, nossas mulheres e nossos filhos morarão em cidades fortificadas para se protegerem dos habitantes da terra.

18 Não retornaremos aos nossos lares enquanto todos os israelitas não receberem a sua herança.

19 Não receberemos herança alguma com eles do outro lado do Jordão, uma vez que a nossa herança nos seja dada no lado leste do Jordão.

20 Disse-lhes Moisés: Se fizerem isso, se perante o Senhor vocês se armarem para a guerra,

21 e se, armados, todos vocês atravessarem o Jordão perante o Senhor até que ele tenha expulsado os seus inimigos da frente dele,

22 então, quando a terra estiver subjugada perante o Senhor, vocês poderão voltar e estarão livres da sua obrigação para com o Senhor e para com Israel. E esta terra será propriedade de vocês perante o Senhor.

23 Mas, se vocês não fizerem isso, estarão pecando contra o Senhor; e estejam certos de que vocês não escaparão do pecado cometido.

24 Construam cidades para as suas mulheres e crianças, e currais para os seus rebanhos, mas façam o que vocês prometeram.

25 Então os homens de Gade e de Rúben disseram a Moisés: Nós, seus servos, faremos como o meu senhor ordena.

26 Nossos filhos e nossas mulheres, e todos os nossos rebanhos ficarão aqui nas cidades de Gileade.

27 Mas os seus servos, todos os homens armados para a batalha, atravessarão para lutar perante o Senhor, como o meu senhor está dizendo.

Números 32.28 – 42: A herança dos rubenitas

28 Moisés deu as seguintes instruções acerca deles ao sacerdote Eleazar, a Josué, filho de Num, e aos chefes de família das tribos israelitas:

29 Se os homens de Gade e de Rúben, todos eles armados para a batalha, atravessarem o Jordão com vocês perante o Senhor, então, quando a terra for subjugada perante vocês, entreguem-lhes como propriedade a terra de Gileade.

30 Mas, se não atravessarem armados com vocês, terão que aceitar a propriedade deles com vocês em Canaã.

31 Os homens de Gade e de Rúben responderam: Os seus servos farão o que o Senhor disse.

32 Atravessaremos o Jordão perante o Senhor e entraremos armados em Canaã, mas a propriedade que receberemos como herança estará deste lado do Jordão.

33 Então Moisés deu às tribos de Gade e de Rúben e à metade da tribo de Manassés, filho de José, o reino de Seom, rei dos amorreus, e o reino de Ogue, rei de Basã, toda a terra com as suas cidades e o território ao redor delas.

34 A tribo de Gade construiu Dibom, Atarote, Aroer,

35 Atarote-Sofã, Jazar, Jogbeá,

36 Bete-Ninra e Bete-Harã como cidades fortificadas, e fez currais para os seus rebanhos.

37 E a tribo de Rúben reconstruiu Hesbom, Eleale e Quiriataim,

38 bem como Nebo e Baal-Meom (esses nomes foram mudados) e Sibma. E deu outros nomes a essas cidades.

39 Os descendentes de Maquir, filho de Manassés, foram a Gileade, tomaram posse dela e expulsaram os amorreus que lá estavam.

40 Então Moisés deu Gileade aos maquiritas, descendentes de Manassés, e eles passaram a habitar ali.

41 Jair, descendente de Manassés, conquistou os povoados deles e os chamou Havote-Jair.

42 E Noba conquistou Quenate e os seus povoados e a chamou Noba, dando-lhe seu próprio nome.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});