Em Oséias 1, observamos a ordem do Senhor Deus ao profeta e a consideramos no mínimo, estranha: ““Vá, tome uma mulher adúltera e filhos da infidelidade, porque a nação é culpada do mais vergonhoso adultério por afastar-se do Senhor”.

Muito se discute sobre este texto. O fator principal é: Deus ordenou que o seu servo se cassasse com uma prostituta?

Ou, Deus previu que a esposa de Oséias seria uma prostituta?

Pois bem, é uma questão teológica realmente complexa. O fato é que houve uma ordem de Deus ao servo, que desafiava sua integridade, moral, amor próprio, etc.

Contudo, Oséias não se negou a vive-la. Qualquer que tenha sido o fato, ele decidiu fazer a vontade de Deus.

A minha oração é que haja em nós este mesmo desprendimento. Que o Deus de Israel nos ajude e fortaleça. Que o Espírito Santo nos capacite a cada dia a viver a vontade de Deus para nossas vidas. 

Esboço de Oséias 1:

Oséias 1.1,2: O casamento de Oséias

Oséias 1.3 – 11: Os filhos de Oséias

Oséias 1.1,2: O casamento de Oséias

1 Palavra do Senhor que veio a Oséias, filho de Beeri, durante os reinados de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá, e de Jeroboão, filho de Jeoás, rei de Israel.

2 Quando o Senhor começou a falar por meio de Oséias, disse-lhe: “Vá, tome uma mulher adúltera e filhos da infidelidade, porque a nação é culpada do mais vergonhoso adultério por afastar-se do Senhor”.

Oséias 1.3 – 11: Os filhos de Oséias

3 Por isso ele se casou com Gômer, filha de Diblaim; ela engravidou e lhe deu um filho.

4 Então o Senhor disse a Oséias: Dê-lhe o nome de Jezreel, porque logo castigarei a dinastia de Jeú por causa do massacre ocorrido em Jezreel, e darei fim ao reino de Israel.

5 Naquele dia quebrarei o arco de Israel no vale de Jezreel.

6 Gômer engravidou novamente e deu à luz uma filha. Então o Senhor disse a Oséias: Dê-lhe o nome de Lo-Ruama, pois não mais mostrarei amor para com a nação de Israel, não ao ponto de perdoá-la.

7 Contudo, tratarei com amor a nação de Judá; e eu lhe concederei vitória, não pelo arco, pela espada ou por combate, nem por cavalos e cavaleiros, mas pelo Senhor, o seu Deus.

8 Depois de desmamar Lo-Ruama, Gômer teve outro filho.

9 Então o Senhor disse: Dê-lhe o nome de Lo-Ami, pois vocês não são meu povo, e eu não sou seu Deus.

10 Contudo os israelitas ainda serão como a areia da praia, que não se pode medir nem contar. No lugar onde se dizia a eles: “Vocês não são meu povo”, eles serão chamados “filhos do Deus vivo”.

11 O povo de Judá e o povo de Israel serão reunidos, e eles designarão para si um só líder, e se levantarão da terra, pois será grande o dia de Jezreel.

Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » QUERO SER UM INSCRITO!

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu queria entender mais essa história de Deus ordenar a Oséias que se casasse com uma prostituta.. confesso que ainda não consegui entender o propósito de Deus para isso

    • Retrata a imagem de Jesus e da igreja. Jesus representado por Oseias e a igreja representada pela prostituta, pois esta igreja carece ser transformada em “povo santo”, “sacerdócio real”, “nação santa” esta igreja carece do noivo, carece da salvação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here