Em Provérbios 9, vemos que Cristo e o pecado são rivais pela alma do homem, e aqui lemos como ambos a cortejam, para conseguir o lugar mais íntimo e mais elevado nela.

Esta descrição pretende apresentar diante de nós a vida e a morte, o bem e o mal; e não é necessário nada além de uma clara apresentação do caso para que determinemos a quem escolher e a quem devemos entregar os nossos corações.

Ambos são apresentados como proporcionando um entretenimento à alma, e convidando-a a aceitar este entretenimento; a respeito de ambos, somos informados sobre qual será o resultado.

E, com a questão assim apresentada diante de nós, devemos considerar, receber conselhos, e expressar o que pensamos. E, portanto, devemos nos preocupar em dar importância às nossas próprias almas, porque vemos que há tanto esforço por elas.

Cristo, com o nome de Sabedoria, nos convida a aceitar o seu entretenimento, e assim iniciar o conhecimento dele e a comunhão com Ele (v.v. 1-6). E, tendo predito os diferentes sucessos do seu convite (v.v. 7-9).

Ele mostra, em poucas palavras, o que requer de nós (v. 10) e o que designa para nós (v. 11), e então deixa que decidamos o que iremos fazer (v. 12).

O pecado, na pessoa de uma mulher louca, nos convida a aceitar a sua diversão, e (v.v. 13-16) finge que é muito atraente (v. 17). Mas Salomão nos diz qual será o resultado (v. 18). E agora escolha, hoje, com qual você entrará em acordo. (Henry, Matthew, Comentário dos Livros Poéticos)

Esboço de Provérbios 9:

Provérbios 9.1 – 5: A construção da Sabedoria

Provérbios 9.6 – 12: O conselho da Sabedoria

Provérbios 9.13 – 18: O convite da loucura 

 

Provérbios 9.1 – 5: A construção da Sabedoria

1 A sabedoria construiu sua casa; ergueu suas sete colunas.

2 Matou animais para a refeição, preparou seu vinho e arrumou sua mesa.

3 Enviou suas servas para fazerem convites desde o ponto mais alto da cidade, clamando:

4 “Venham todos os inexperientes!” Aos que não têm bom senso ela diz:

5 Venham comer a minha comida e beber o vinho que preparei.

Provérbios 9.6 – 12: O conselho da Sabedoria

6 Deixem a insensatez, e vocês terão vida; andem pelo caminho do entendimento.

7 Quem corrige o zombador traz sobre si o insulto; quem repreende o ímpio mancha o próprio nome.

8 Não repreenda o zombador, caso contrário ele o odiará; repreenda o sábio, e ele o amará.

9 Instrua o homem sábio, e ele será ainda mais sábio; ensine o homem justo, e ele aumentará o seu saber.

10 O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é entendimento.

11 Pois por meu intermédio os seus dias serão multiplicados, e o tempo da sua vida se prolongará.

12 Se você for sábio, o benefício será seu; se for zombador, sofrerá as consequências.

Provérbios 9.13 – 18: O convite da loucura

13 A insensatez é pura exibição, sedução e ignorância.

14 Sentada à porta de sua casa, no ponto mais alto da cidade,

15 clama aos que passam por ali seguindo o seu caminho:

16 “Venham todos os inexperientes!” Aos que não têm bom senso ela diz:

17 “A água roubada é doce, e o pão que se come escondido é saboroso!”

18 Mas eles nem imaginam que ali estão os espíritos dos mortos, que os seus convidados estão nas profundezas da sepultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here