Provérbios 9 Estudo: A Construção da Sabedoria

A palavra hebraica comum para sabedoria é ḥoḵmâh, mas aqui parece estar na forma plural (ḥoḵmôṯ) com um verbo singular “construiu” (Provérbios 9:1). Se a forma é plural, pode sugerir a plenitude da sabedoria. As atividades da “Senhora Sabedoria” de construir sua casa, incluindo a de sete pilares, sugerem a diligência que acompanha a sabedoria.

Os estudiosos da Bíblia têm oferecido várias sugestões sobre o significado desses sete pilares (por exemplo, os seis dias da Criação e o sétimo dia de repouso de Deus; ou o sol, a lua e os cinco planetas que eram conhecidos naquela época).

Parece preferível dizer que os sete pilares sugerem que a casa era grande e espaçosa. Isso é consistente com declarações em Provérbios que relacionam a sabedoria a uma alta posição na vida.

A refeição que a “Senhora da Sabedoria” preparou incluía carne e vinho misto (v. 5). Preparou sua carne literalmente, “abateu seu abate” (isto é, ela matou animais e cozinhou sua carne).

Misturar o vinho pode se referir a diluí-lo, um costume no antigo Israel. Vinho não diluído era considerado desagradável pelos judeus, e o vinho para a Páscoa consistia em três partes de água e uma parte de vinho.

Ou talvez o costume de misturar especiarias com o vinho para realçar o seu sabor possa estar em vista (cf. Sl 75:8; observe também Isaías 5:22). Ou possivelmente ambos são destinados. (1)

Esboço de Provérbios 9:

9.1 – 5: A construção da Sabedoria

9.6 – 12: O conselho da Sabedoria

9.13 – 18: O convite da loucura 

Provérbios 9.1 – 5: A construção da Sabedoria

1 A sabedoria construiu sua casa; ergueu suas sete colunas.

2 Matou animais para a refeição, preparou seu vinho e arrumou sua mesa.

3 Enviou suas servas para fazerem convites desde o ponto mais alto da cidade, clamando:

4 “Venham todos os inexperientes!” Aos que não têm bom senso ela diz:

5 Venham comer a minha comida e beber o vinho que preparei.

Provérbios 9.6 – 12: O conselho da Sabedoria

6 Deixem a insensatez, e vocês terão vida; andem pelo caminho do entendimento.

7 Quem corrige o zombador traz sobre si o insulto; quem repreende o ímpio mancha o próprio nome.

8 Não repreenda o zombador, caso contrário ele o odiará; repreenda o sábio, e ele o amará.

9 Instrua o homem sábio, e ele será ainda mais sábio; ensine o homem justo, e ele aumentará o seu saber.

10 O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é entendimento.

11 Pois por meu intermédio os seus dias serão multiplicados, e o tempo da sua vida se prolongará.

12 Se você for sábio, o benefício será seu; se for zombador, sofrerá as consequências.

Provérbios 9.13 – 18: O convite da loucura

13 A insensatez é pura exibição, sedução e ignorância.

14 Sentada à porta de sua casa, no ponto mais alto da cidade,

15 clama aos que passam por ali seguindo o seu caminho:

16 “Venham todos os inexperientes!” Aos que não têm bom senso ela diz:

17 “A água roubada é doce, e o pão que se come escondido é saboroso!”

18 Mas eles nem imaginam que ali estão os espíritos dos mortos, que os seus convidados estão nas profundezas da sepultura.

 

Referências:

Buzzell, S. S. (1985). Proverbs. In J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), The Bible Knowledge Commentary: An Exposition of the Scriptures (Vol. 1, p. 923–924). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here